15 de out de 2015

Like a Couple? - Chapter Eleven


4/6



As luzes clareiam o quarto e fazem lua se mexer desconfortavelmente na cama, ela esfregou os olhos e se levantou indo se arrumar para aproveitar o último dia do final de semana. Já pronta ela se espreguiçou uma última vez e foi para a cozinha em busca de comida para interromper o monstro que grunhia incessantemente em seu estomago.

_Essa já vence amanhã, essa logo depois e essa... Ah, meu Deus! Já temos uma com juros de três dias. Isso vai sair o olho da cara!-Arthur resmungava sentado na mesa rodeado por todas as contas que eles teriam que pagar nesse mês.

_Ei!-Lua exclama alegremente tentando distraí-lo dessas contas e pensando numa forma de pagar tudo isso.

_Ei...-Ele diz preocupado e reticente, mas ainda sim se levanta e vai até ela lhe dando um beijo.

_Lindo. Eu já te disse que você é irritante?-Ela murmura e pergunta zombeteira.

_Já, Blanco. Milhares de vezes!-Ele diz falsamente entediado.

_Então, agora imagina isso triplicado quando você me chama pelo sobrenome e se preocupa com as contas-Ela pisca os cílios fazendo charme e ri.

_E você também, não se preocupando com as contas... Principalmente com as que teremos de pagar juros!-Ele usa uma tonalidade suave que não pode ser confundia com nada além de nervosismo.

_E quem disse que eu não me preocupo?-Ela pergunta tranquilamente.

_Então, por que dessa expressão tão tranquila?...-Ele murmura.

_Arthur, já ouviu falar que estresse faz mal para o coração e dá rugas?-Ela retorna ao tom zombeteiro.

_E desde quando o anão zangado da Braca de Neve se preocupa com isso?-Ele zomba e ela revira os olhos.

_Então estamos invertidos hoje, você está para zangado e eu de Feliz.-Eles começam a rir, do assunto irritação foram parar em desenhos animados.

_Então, senhorita feliz e despreocupada... Alguma ideia para resolvermos os problemas que criamos atrasando algumas contas e ficando sem dinheiro para pagar as que chegaram?-Ele pergunta esperando uma resposta negativa.

_Eu tenho sim...-Ela sorri geniosa.

_Estou ouvindo-Ele interrompe sorrindo irônico.

_Eu não queria dizer nada, mas a dona desse apartamento abusa da boa vontade colocando mordomias como internet, limpeza completa aos finais de semana e outras coisas do tipo... Acho que se a gente cortasse essas despesas, no próximo mês não passaríamos por esse problema.-Ela termina sem ser interrompida dessa vez.

_Ah, é. E qual seria a solução para a internet?-Ele pergunta curioso.

_Podemos procurar uma que se encaixe no nosso orçamento mensal, ou algum pacote mais em conta que venha com telefone e essas coisas-Ela diz vitoriosa e ele fica em reverência.

_Estou em reverência para você, Lua. Agora é só começarmos a procurar por isso!-Ele se reverência e a faz rir.

_Eu sei que sou uma solução na sua vida, amorzinho-Ela diz e ri do apelido que usou.

_E é mesmo, que inteligente você...-Ele brinca e faz uma trilha de beijos do lóbulo dela até o pescoço, eles são interrompidos pela barriga da Lua que ronca audivelmente.
_Ok, ok... Vamos alimentar esse monstro aí e pesquisar sobre preços mais acessíveis.

...

E é assim que a manhã deles termina em café da manhã, brincadeiras, pagamento de contar e procura na internet de planos de internet com preços menos extravagantes. A hora do almoço e a fonte chegam, de acordo com a “lista de tarefas” que eles fizeram hoje é o dia de Arthur cozinhar.

_Sabe, Lindo... Hoje é o seu dia de cozinhar e eu de arrumar essa bagunça que você fez com esses papéis aqui-Ela diz carinhosamente, mas com um pouco de ironia por saber que ele não sabe cozinhar.

_Já vou ligar para a pizzaria-Ele diz pegando o celular.

_Não, não e não.  Temos que poupar gastos, lembra?-Ela fala entre risos pegando o celular da mão dele.

_Não seja má, Lua...-Ele finge uma feição triste.

_Biquinho, não...-Ela passa o dedo indicador sobre o biquinho que ele fez com um olhar amoroso.

_Ah, Lua...-Ele persiste, porque sempre funciona.

_Pode parar, tá? Estou curiosa para saber mais sobre suas habilidades com o macarrão instantâneo! Lembra?-Ela caçoa.

_Lembro e até já provei, mas aí você mesquinhou meu prato. Apesar de eu ser um chefe genial... Pão com peito de peru, alface, tomate, cenoura?-Ele pergunta.

_Faz de novo, eu mesquinhei porque estava exausta e tive que chegar aqui para comer miojo. Sanduíche de novo? Comemos tantos ontem no piquenique.-Diz ela tentando tornar impossível a função dele e irritá-lo.

_Eu te conheço, Lua... Está tentando me irritar, agora eu quero saber por que-Ele desvenda a intenção dela, mas não a razão.

_Isso é só pra mudar um pouco o clima, tá tão entediante sem nossas implicâncias...-Ela fala com um tom de saudade e ele faz que não com a cabeça.

_Vamos fazer isso juntos, vem me ajudar a fazer algo?-Ele interroga.

_Vou-Ela dá a mão pra ele que a puxa até a cozinha.

_Eu escolho os ingredientes e você vai pegando os utensílios que vamos usar, tá?-Ele instrui.

_Tá-Enquanto ela responde, seu celular notifica a chegada de uma nova mensagem e ela pega-o para ver de que ou quem se trata.

“Caio: Que tal darmos uma volta, amanhã?
Lua: Eu super topo, mas onde iriamos?
Caio: Em um lugar onde eu veria uma bela senhorita andar de bicicleta novamente e pudéssemos ter algo para comer depois da faculdade, que tal?
Lua: Eu não sei... Depois falamos”

Assim que ela guarda o celular, seu sorriso some ao ver Arthur a encarando com uma cara nada satisfeita.

_Que foi? Tá com fome?-Ela pergunta implicando.

_Seria melhor do que ver essa ceninha sua rindo com as mensagens daquele lá-Ele diz fechando mais a cara.

_Poxa, calminha aí Arthur... Como sabe que é ele?-Ela pergunta surpresa.

_Você só dá esse sorriso pra ele, nem pra mim você sorri assim...-Ele diz decepcionado.

_Como assim? Você tá louco? Eu sorrio assim pra todo mundo, que paranoia é essa, hein?-Ela pergunta já ficando indignada.

_Deve ser paranoia mesmo...-Ele de cara fechada se vira e começa a cortar os legumes fazendo um barulho estrondoso, era como se eles fossem a cabeça de Caio. Lua sorri fracamente da reação ciumenta dele, ainda não concordando com isso, ela resolve apenas se aproximar e tentar amolecê-lo.


***
Olá! Eu voltei mesmo, não vou dar o cano... Só não apareci por aqui ontem porque fui  ao shopping e assistir o filme "Vai que cola" nos cinemas, estava ótimo e por ter que cuidar da minha vida fora do computador eu não apareci por aqui. Aí está um novo capítulo, o que vocês esperam para o próximo capítulo? Ah, eu não fiz uma boa revisão. Então poderão haver palavras indecifráveis... Respostas dos comentários do capítulo 9 que eu não respondi no 10:


Anônimo

Gentee eu amo caio s2, oioi eu amoo sua web mas voce pode muda so uma coisinha? Ta muito formal, e a sua web é muito legal pra ficar formalzinha, tipo decidistes, estavas, arruma-te... Beju, e brigada ;)

Resposta: Você ama o Caio? o.o Primeira pessoa... Obrigada pelo elogio a minha web e sim, vou seguir seus conselhos, beijos!

Julia Gomes

Posta +++++++
Ameeii *-*

Resposta: Tá aí! Beijos!

Danni Aires

Ainda não me apeguei a ele, Caio. kkkkkk
eitaaaa ja querooo pegas u.u
Continue sim Polly *--* ;*

Resposta: Eu também não, mas o Arthur que não fique esperto com ele, não... Continuando essa traminha maravilhosa <3

Um comentário:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo