9 de jun de 2015

20 - Por favor, me ajude! - Últimas semanas

Boa leituraa! ;)



– É , você chegou em uma ÓTIMA hora! – Deu ênfase na palavra destacada.

– Para Henrique! – Lua pediu enquanto passava a mão pela barriga e desviava o seu olhar do de Arthur que se mantinha sério.

– Lua, vem! – Ele chamou a mulher que imediatamente o encarou franzindo o cenho.

– O que? Por que? – Ela perguntou não entendendo, ou melhor, entendendo mas torcendo para não ser o que ela pensava.

– Vem! – Dessa vez ele falou mais alto.

– Não, eu ainda quero falar com ele! – Lua deu de ombros e voltou a olhar para Henrique que observava a cena dando um meio sorriso e negando com a cabeça.

– Então fala, eu te espero! – Arthur cruzou os braços e Lua o olhou novamente e respirou fundo lentamente, porque ele estava daquele jeito, ele está longe de ser o cara que ela se apaixonou.

               Lua voltou a olhar para Henrique e então fingiu que Arthur era invisível.

– Quer ser o padrinho do meu bebê? – Ela abriu um sorriso enorme assim como o de Henrique, que depois de aceitar o pedido a abraçou, sem dúvidas aquilo não se passava de uma amizade.

– Como é que é? – Lua revirou os olhos ao ouvir a voz de Arthur.

– Isso mesmo que você ouviu, bom, agora eu vou nadar um pouco! – Ela deu um meio sorriso e se virou indo em direção a piscina onde Joana a esperava.

– Não, você vem comigo! – E em questões de segundos, Arthur alcançou Lua e a puxou pela mão, sem a menor cerimônia.

               Lua não gostou nada da atitude dele, mas como a casa estava cheia, evitaria um escândalo, então, quando chegaram ao quarto Lua soltou sua mão abruptamente da dele e fechou a porta atrás de si.

– Você ficou maluco? – Ela falou alto o bastante para que só ele ouvisse.

– Eu não, mas parece que você ficou! – Ele se sentou na cama e cruzou os braços olhando para Lua, com raiva. – Abraçando o meu primo, na frente de toda a minha família, ah, sem contar que esse primo já teve um caso com você! – Lua revirou os olhos e foi até a sua mala pegar um roupão para se cobrir.

– Arthur, deixa de ser babaca, ninguém é tão idiota ao ponto de pensar em uma coisa dessas... Ou melhor, só tem um idiota que consegue pensar assim! – Ela vestiu o roupão, Arthur bufou e se levantou furioso.

– Eu sou o idiota? Tem certeza ? –Perguntou ele ironizando e dando a entender que a idiota era ela. – Tá na cara que ele ainda é apaixonado por você! – Ele declarou desgostoso.

–  Você não deveria se importar, já que você quer ser só o meu amigo... – Ela jogou na cara dele, já que era pra brigar, então ela iria dar um bom motivo para uma briga. –

– Isso não tem ... – Ela o interrompeu.

– Olha Arthur, eu não vou discutir com você aqui... – Ela virou as costas e entrou no banheiro ela precisava lavar o rosto e respirar fundo, estava brava e com muita raiva. –

               Era impossível saber o que se passava na cabeça de Arthur, ele era totalmente confuso, não sabia o que queria, e quando sabia, tinha que ser na hora que ele queria que fosse... Fora que ele tinha uma mania feia de achar que sexo resolvia tudo... Bom, era meio caminho andado, mas mesmo assim os problemas continuavam ali... Ah, e sem contar que ele era um tanto quanto, previsível.

               Lua viu ele adentrar o banheiro, sabia o que ele queria, mas ela não iria se deixar por vencer. Arthur, puxou-a pela cintura e juntou os seus lábios, suas línguas travavam uma batalha, nada mas importava, Lua nem ousou interrompe-lo, não adiantaria- ela pensava- mas ela nem ao menos tentou afasta-lo.

               Com cuidado, ele colocou ela em cima da pia enorme de mármore.

– Você, é minha! –  Ele sussurrou no ouvido dela. Por mais que aquilo fosse coisa de momento, ela sentiu uma alegria enorme percorrer pelo seu corpo totalmente quente pela proximidade de Arthur a ela.

               Ele iniciou mais um beijo, só que dessa vez mais intenso, mas apressado, aos poucos ambos tiravam suas roupas, eles se amariam, ali... Dentro daquele banheiro!

               Em pouco tempo a boca quente de Arthur chupava um dos mamilos de Lua, enquanto a outra entrava e saia da intimidade da moça, ela já estava nas alturas, pronta para chegar a um orgasmo perfeito, então os movimentos dele cessaram, quando fracas batidinhas na porta o assustava.

–   Tia Lua? –   Joana chamava um pouco assustada, Lua estava gemendo alto, talvez a pequena estivesse pensando que ela estava passando mal.

               Arthur sorriu e desceu Lua da pia e a beijou lentamente enquanto a penetrava com força. Ela gemeu o mais baixo que pode, mas mesmo assim foi alto.

–   Tia Lua, cê tá bem? –   A menina batia com mais força conforme Lua gemia, eles estavam quase, quase lá!

–  Responde! –   Arthur falou bem próximo ao ouvido de Lua.

               Bem que ela queria, mas a voz lhe faltava, ela estava extasiada, não pensava mas em nada se não estar com ele, senti-lo dentro dela.

–  Vai! –  Pediu ele novamente.

–   Jô, a tia já vai descer! –   Rouca ela respondeu e então Arthur a presenteou com uma mordida no seu lábio inferior.

–   Cê tá passando mal? Tá com o que? – A menina já curiosa perguntou.

               Lua encarou Arthur que continuou com seus movimentos rápidos e fortes, ela não sabia o que falar, mas ela precisava falar alguma coisa, ela estava prestes a chegar ao seu ápice.

–  Sim, tô com um pouco de dor de barriga, mas já, já passa, me espera lá em... –   Sua voz falhou, seu corpo todo relaxou e a mais gostosa de todas as sensações se realizou, Arthur chegou ao seu clímax logo depois. Ela beijou o ombro do rapaz que deu um sorriso fofo e tirou seu membro de dentro dela, causando-lhe um forte arrepio, era isso que ele a causava , mal terminaram e ela já o queria de novo.

               Depois de uns míseros minutos, Lua se deu conta de que Joana podia estar ouvindo tudo por detrás da porta.

–   A Joana! –   Ela sussurrou, ele deu de ombros. –   Jô? –   Ela chamou alto, mas a menina não respondeu. –   Jô? –   Chamou novamente e nada, ela deveria ter descido assim como Lua lhe aconselhou. –  Parece que ela desceu! –   Lua deu um meio sorriso e esperou com que Arthur fizesse o mesmo, mas ele não o fez. –   Que foi? –   Ela abraçou o pescoço do rapaz e lhe deu um beijo, ele retribuiu, mas não estava como antes.

–   Não pense que eu me esqueci da sua conversinha com o meu primo! –   Ele disse sério.

–  Eu só vou te falar uma vez, então presta bem atenção! –   Ela disse olhando ele bem nos olhos, pra ela aquela era uma boa hora de dizer o que realmente sentia por ele. –   Eu te amo, eu não quero ele, eu quero você! –   Essa fora a gota d’água para o Arthur, se antes ele estava com medo dos seus sentimentos, agora ele estava com medo dos de Lua, ela era sua melhor amiga, o que ele faria agora? Como ele seria capaz de dizer a ela que não a ama como ela merece? A única saída dele era fugir, fugir de tudo aquilo... E foi isso que ele fez, ou pelo menos tentou!


  

 ******
Pelo amor, o que esse Arthur quer da vida? Posttaaa maiiis, ansiedade surgindo cada vez mais..
Resposta: Né? Eu hein, esse Arthur tem que deixar de ser tão cabeça dura e embarcar nesse amor... <3 Ahaha' beeeeeeeijo meu amor, obg por comentar! :*

Posta mais , to sentido falta da tua web ��
Resposta: ôôh, meu amor, eu também sinto falta de vcs, mas é que tá mt puxado lá na escola, mas relaxa aí que as férias estão chegando e se tudo der certo, vai ter maratona! Um beijão pra você e obg por comentar! :*

some mais não,que saudades mulher, Arthur ta pensando o que filho não precisa ser de sangue pra ser amado Hello seculo 21,prevejo laertice da parte dele xXxAdriana
Resposta: ôôh, mulheer, tbm morro de saudade de vocês, quero postar sempre, mas o meu pouco tempo não deixa... Mas não é? Arthur tá bem atrasadinho... Ahaha' Beeeeeeeeeeeeeijos amoreeeee, obg por comentar! :*

A bota logo os dois juntos,pfpf posta mais logo amo sua web.
Resposta: Juntos eles estavam, não sei agora... Ahaaha' Beeeeeeeeijos flor, obg por comentar! :*

Vihhh ja queroo o proximo.
Pq eles num se assumem logo eim -.- será que o bebê vai nascer e eles nessa?? Kkkkkkk Arthur com ciumes u.u bora meu irmã cuide da sua mulher.
Adoreeeii *--* eu estava com saudades!! :*
Resposta: Mulheeeer, ahhaha' esses dois são mt complicados... u.u, será que esse bebê vai aguentar esses dois? Ahaha' Ele com ciúmes....... <3 Danni gata, tbm estava com sdds <3 Beeeeeeeeeeeeijos gata, obg por comentar! :*

Aaa finalmente vc voltou, quero ver Arthur com ciúmes agora... posta mais sem demora pfpfpf

(Fer)
Resposta: Ahahaha' <3, Arthur com ciúmes? Uuuuh, mlhr coisa... Ahahah' Beeeeeeeeijos fofa, obg por comentar! :*

Vejo um Aguiar com ciúmes. u.u Posta mais.
Resposta: Né, se ele não quer, tem quem queira... Ahaha' beijoooooooos amooooor, obg por comentar! :*




É, parece que já está perto do fim... :'(

2 comentários:

  1. Nossa esse Arthur é mto idiota. Se ele não a ama? Pq ele usou ela então? Pra que ficou com esse ciuminho besta? Se ele não a quer deixe-a ser feliz com outro... Posttaaa maiiis amore, sou mto ansiosa...

    ResponderExcluir
  2. Arthur precisa para de brincar com os sentimentos da Lua ,porque assim ele acabará a perdendo .... e isso é o que ele mais tem medo , no fundo ele sabe que ta apaixonado *----*
    Continua !

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo