16 de fev de 2015

A Proposta - I Accept

                                                            Como pode ser tão gostoso!? 



EUA, Las Vegas

 Arthur Aguiar - Point Of View. - 14:30pm

Batucava a caneta sobre a mesa, fazia um ritmo animado. Sophia me encarava e eu bufava a cada tempo que ela batia o pé.

— Fala logo, Sophia! Para de bater a porra desse pé. - Levantei jogando a caneta no chão.

— Eu quero saber se você ainda tem juízo, Aguiar. Aonde já se viu virar aliado do Billy, logo do Billy. - Sophia levantou também.

— Eu não virei aliado. - A encarei. - Apenas quero concordar com um acordo dele.

— Acordo teu rabo. - Ela me empurrou. - Você poderia ser aliado até de ornitorrinco menos do Billy.

— O quê você tem contra aquele coroa? - Peguei a caneta que estava no chão.

— Ele me sequestrou seu burro.- Sophia começou a bagunçar o cabelo. - Se não fosse por ele eu não tinha essa cicatriz.

— Isso foi a três anos, TRÊS. Esquece essa merda. - Falei.

— Não, não vou esquecer porque você sabe o que eu passei. Eu comi o pão que o diabo amassou, Arthur.

— Não quero falar sobre isso. - Abrir a porta do escritório. - Sai.

— Arthur, eu não to fazendo isso porque quero te comandar. Faço isso por que sou sua amiga, quero te proteger. - Ela colocou a mão no meu braço.

— Sei me proteger, Sophia. Sabe disso.- Tirei a mão dela do meu braço.- Sai.

— Espero que entenda a merda que tá fazendo. - Falou.

— Tenho absoluta certeza. - Não, não tenho não. Já prevejo a merda.

Bati a porta do escritório e fui até minha poltrona. Meu dia já estava tão bom, primeiro foi às ideias do Billy com essa ideia de filha, descobri que minha carga estava por fio de ser roubada, agora Sophia pega no meu pé por causa disso.

— Thur - Chay entrou no escritório com papéis na mão.

— Quê? - Levantei o olhar.

— Lembra quando me pediu pra saber aonde estava a Giovanna? - Ele falou.

— Lembro. - Falei.

— Então...ela tá em Dubai. - Ele falou.

— É...? - Tentei prolongar.

— É que ela tá com seu dinheiro. - Falou.

— Não confio na Giovanna, mas sei o quê ela está fazendo. Deixa ela. - Falei.

—Vai deixar ela deitar e rolar no seu dinheiro? - Falou.

— Claro. Quem vai perder a vida e ela não eu.- Falei e ele riu.

Senti meu celular vibrar dentro da gaveta e o peguei.

— Alô. - Fechei os olhos.

— Oi, Arthur. Sou eu a Luana.

— Oi, Lua. O que houve? Você não é de me ligar.

— Nada...só queria te xingar. - Bufei. - Por quê tu manda uma carga aqui pra Atlanta sem me avisar?

— Eu ia te avisar...hoje. - Falei.

—Acontece que hoje não é duas semanas atrás, Aguiar.- Pela sua voz ela tava irritada.

— Tá bom, Luana. - Passei a mão no rosto.

— Você tá bem? - Perguntou. - Pela sua voz parece cansado.

— Não to dormindo direito. - Falei.

— Pois trate de dormir. - Ela fala de um jeito como se tudo fosse fácil.

— Tá bom. - Rolei os olhos, Micael pediu que eu desligasse. - Lua, tenho que desligar. Tchau.

— Bye. - Desligou.


— Envelope pra você. - Micael me entregou um envelope que está pesado pelo visto.

Rasguei a ponta do envelope e peguei um CD. "Apenas veja" era que estava escrito, coloquei o CD no meu notebook e um vídeo abriu.

" Deve está se perguntando o porque desse vídeo, certo? Bom, espero que ninguém esteja por perto isso será algo guardado só pra você. "

— Saiam daqui. - Falei, e dei pausa no vídeo.

— Quero ver, Arthur.- Micael falou.

— Mostro depois. - Falei e encarei o Chay. - Agora sai!

Chay bufou e Micael saiu batendo o pé, rolei os olhos. Dei play no vídeo novamente.

" Se você aceitar essa proposta você receberá do bom e do melhor. A vida da minha filha está em perigo, colocarei o máximo para a proteção dela. Cem milhões, cem milhões será colocado na sua conta todo mês, mas se estiver barato saiba que dinheiro é o que não me falta e o que importa e minha filha. Para encontra filha peço que finja ser algum homem bem sucedido, seus amigos podem participar. Ah, não a deixe saber quem sou eu, não importa o que seja ela nunca deverá saber quem sou."

Suspirei e voltei novamente na parte que ele falava do dinheiro, peguei as folhas e descobrir que aquilo eram seus documentos.

Nome completo: Lua Maria Blanco

Nascimento: 22 de julho de 1992 (22 anos)

Origem: Dallas, Texas

País: Estados Unidos.

Lua Blanco é filha única do casal Billy Blanco e Claúdia Blanco, mas por algumas complicações Claúdia teve que "dar" sua filha a uma família. Fernández é a nova família de dela, Lua foi adotada aos dois anos de idade. Cresceu na Flórida a qual mora até hoje, não conhece seus verdadeiros pais mais sempre procurou por eles.

Detesta comida chinesa e seu prato favorito e estrogonofe, ama doces, seu gênero de filmes são terror e comédia odeia romance, ama cachorro e tem um que se chama Marley, mora apenas com ele.Suas amigas Mel e Fisher são de confiança. Mora em Flórida, Miami, no apartamento Miami Beach no 8°andar. Irá se formar esse ano em medicina e ama caras tatuados.

Sorri com a última frase e coloquei a folha sobre a mesa. Peguei uma foto dela, seu cabelo é loiro com às raizes pretas, olhos castanhos escuros, boca rosada, pele branca, ótimas curvas e tem ótimos peitos, dona de um sorriso maravilhoso. É...até que aquele velho tinha uma filha bonita.

— Posso entrar agora? - Chay colocou a cabeça pra dentro.

— Pera. - Estendi minha mão e fiz sinal de silêncio enquanto atendia meu celular. - Alô? - Levantei.

— Aguiar, sou eu Billy. - Rolei os olhos e fiz sinal pro Chay entrar. - Vi os documentos dela?

—Acabei de ver. - Falei.

— Ótimo...é o que me diz? - Perguntou.

— Me dê apenas uma hora logo te darei a resposta.- Respondi.

— Estou confiando em você, Arthur.- Falou. - Não me decepcione.

— Vou pensar. - Desliguei o telefone e vi Chay olhando as folhas. - Seu introvertido tá fazendo o quê?

— Ela é bonita. - Ele segurava a foto de Lua

— Não te dar o direito de mexer nas minhas coisas. - Tomei a foto dele.

— Te conheço e não é de hoje Aguiar. - Chay virou a poltrona e me encarou. - Acordo do Billy? - Assentir. - Pelo vídeo...ele está oferecendo muito, você não deve perder essa proposta...Billy está apostando muito e será fácil tirar esse dinheiro todo dele. É além do mais você nem precisa proteger ela apenas cuide dela por uma semana.

— Tu é um grande viado, né? - Falei.

— Não, se eu fosse aceitava ele tem uma filha bonita pra porra. - Chay fechou o notebook e sorriu. - Só não esqueça que não pode esconder nada dos seus amigos...eles descobrem.- Ele levantou e bateu no meu ombro.

Bati a mão na mesa, Chay tinha razão ele está apostando muito, posso usar isso a favor dele no futuro quem sabe? Irá uma vez na vida seguir o conselho do Chay...dessa vez dará tudo certo. Peguei meu celular e enviei uma mensagem à Billy, agora é colocar tudo em ação.

" Billy, eu aceito. " - Arthur.

                                                                                       " Sei quê um dia irei me arrepender..."

                                                                **********
                                                             Amanhã tem mais

4 comentários:

  1. Ahhh socorroo *O* tô amandooo
    KKK Chay é comedia kkkkk sempre tirando proveito kkkk

    ResponderExcluir
  2. Kkk , rindo dms do Chay kk
    Adoreeei , a web nova u.u
    Parabeeeens [][]`
    Xx Yasmin D

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo