3 de fev de 2015

50 - Unidos por uma criança // MEU PRÍNCIPE!

Boa Leitura! :)


   Por favor, dê negativo, dê negativo... Eu estava trêmula, quase não consegui rasgar o envelope que contia o resultado do teste de gravidez que eu fiz... Já tinha feito uns 10 de farmácia –  Todos deram positivo –  mas eu precisava de um teste de sangue, não podia confiar em testes de farmácia.
   Vamos Lua, abra! –  Eu abri –  Nã, nã, nã, positivo!
–  Não! –  Falei em voz alta enquanto passava uma das minhas mãos pelo meu cabelo enquanto a outra tremia e segurava o papel.
      Calma, lê de novo... Lê de novo! – pensava enquanto relia o papel e via o mesmo resultado, eu estava grávida... Óh meu Deus!
...
–  Mamãe?? –  Ouvi algumas batidas na minha porta e me levantei para atender a minha bebê...
–  Oi, meu amor?! –  Ela estendeu os bracinhos para que eu a pegasse no colo, assim eu fiz e a levei para cama, eu iria dizer pra que eu estava grávida, talvez ela reagisse bem... Ou talvez, não!
   Suspirei e a apertei fortemente contra mim. Ela soltou algumas risadas e depois se deitou ao meu lado.
–  Ti foi, mamãe? –  Perguntou ela fazendo um bico.
–  Filha, a mamãe tem uma coisa muito séria pra te contar! –  Ela assentiu. –  A mamãe vai ter outro bebê! –  Elena arregalou os olhos e desviou seu olhar do meu por alguns segundos. Juro, esses segundos foram os piores da minha vida, e se ela não gostar? E se ela odiar o próprio irmão? Esse acabou virando o meu maior pesadelo nos últimos dias.
–  Mamãe, eu vou te um imão? –  Ela perguntou enquanto voltava a me encarar, seus olhos brilhavam e o seu sorriso aos poucos aparecia. 
        Eu assenti. Ela me abraçou.
–  Eu vo te um imãozinho ou uma imãzinha! –  Gritou enquanto pulava na cama.
–  Filha! –  Eu sorri e segurei a mão dela para ela voltar a se deitar, antes que eu pudesse impedir, as lágrimas caíram, a emoção tomou conta de mim, tem uma bebê mais fofa e gostosa que a minha filha? 
–  Mãe, o pai já sabi? –  Ela voltou a se deitar ao meu lado e arrumou a franja que estava atrapalhando a sua visão.
        Eu engoli em seco e limpei a garganta... 
–  Não, vou esperar mais um pouco! –  Ela franziu o cenho.
–  Nãaaum mamãe, o papai plecisa sabe! –  Ela resmungou.
–  Filha, por favor! –  Ela fechou a cara e desviou o olhar. 
–  Vou i plo meu quarto! –  Eu torci os lábios e vi ela descer da cama com um pouco de dificuldade. 
        Eu não estava pronta pra falar com o Arthur, ainda mais sobre uma gravidez, e se ele fizesse o mesmo que fez com a Elena, me abandonasse? Só me desse o dinheiro e pronto? Se ele deixasse a Elena de novo? Eu aguento qualquer coisa, menos ver a minha filha sofrendo. 
        Ele vai querer me matar, eu não sei como eu pude deixar isso acontecer de novo, o mesmo erro se repete e quando eu vou aprender?... 
...
        Horas mais tarde.
–  Mamaãe... –  Elena adentrou o quarto correndo e toda sorridente. –  O papai ta vino! –  Ela avisou.
        Meu coração se expremeu dentro do meu peito.
–  O que? –  Eu desliguei o secador, eu tinha acabado de sair do banho, meu cabelo estava molhado, eu vestia uma camisola, estava pálida e com olheiras até o queixo.
–  O papai tá vinu, eu chamei eli! –  Ela deu alguns pulinhos e subiu na cama. Eu deixei o secador de lado e caminhei séria até a cama.
–  Maria Elena, como você ligou pro seu pai? –  Eu tentava manter o controle sobre os meus atos.
–  Eu peguei teu celula quandu voche foi toma banho, ai eu mexi, mexi, e ouvi a voz dele, ai falei pra ele vim pra ca poque voche quelia fala coum ele! –  Ela deu de ombros e começou a pular na cama, eu virei as costas e fechei os olhos por alguns segundos, eunão podia acreditar que ela fez isso, eu não estava pronta, não queria dizer pro Arthur que ele vai ser pai novamente, não queria passar pelo que eu já passei... Mas a Elena deu um jeito de eu passar por tudo de novo e o pior, na frente dela! .
–  Você não podia ter feito isso! –  Gritei enquanto caminhava até o closet pra pegar uma roupa descente. –  Eu não estou pronta pra falar com o seu pai... –  Ela  me cortou.
–  Podi deixa qi euu dô a notícia ! –  Eu me virei para encara-la e ela sorria. Ela estava tão contente, achando que tudo daria certo, mas o que ela não sabia era que o pai dela tentaria me matar depois de saber que eu carrego um bebê!
–  Não, Elena, você não podia ter ligado pra ele! –  Eu já estava nervosa antes, agora estava a ponto de ter um colapso nervoso... Estava ansiosa, com medo da reação dele, medo da reação da Elena ao ver a reação do pai dela...
–  Fica calma, mãe! –  Ela pediu enquanto descia da cama e vinha até a mim, ela abraçou a minha cintura, o que me fez chorar, me fez desmoronar, eu estava morrendo de medo, tudo de novo, tudo de novo... Mas agora eu vou ter platéia ! 
 ...
        Ouvi vozes vindo da sala, Arthur já tinha chegado, Elena deve estar falando algo com ele, ou... Sei lá... Só queria desaparecer nesse momento e só reaparecer quando eu estivesse pronta pra falar com ele.
–  Mããããããe! –  Elena gritou.
–  Já vou! –  Gritei de volta, olhei o meu reflexo no espelho, respirei fundo e tentei não fingir desmaiar quando chegasse na sala, isso até poderia ser uma boa ideia, mas por uma lado eu queria acabar logo com isso.
        Passei a mão direita pelo cabelo meu úmido, ajustei a alça do meu vestido florido e totalmente solto e então segui em rumo a sala.
        Quando cheguei na sala, Arthur estava com a Elena sentada em seu colo, eu prendi o ar e fechei os olhos por alguns segundos até que eles se dessem conta de que eu já estava ali.
–  Counta pla eli mamãe! –  Repreendi Elena com o olhar e ela tapou a boca com as mãos.
–  Contar o que? –  Ele perguntou curioso, eu me sentei longe dos dois, me mantive quieta, respirei fundo e comecei a falar.
–  Eu preciso que você seja paciente! –  Eu comecei falando, encarei o Arthur e ele franziu o cenho, Elena carregava um meio sorriso nos lábios, e enquanto eu a olhava pude ver ela sussurrar " Vai " ... Me incentivando.
–  Tá, agora fala, vai direto ao ponto! –  Ele falou tirando a Elena do seu colo e a colocando ao seu lado no sofá.
–  Vou dizer, mas você tem que me prometer que não vai brigar comigo! –  Eu precisava ter certeza de que ele não faria nada contra mim.
–  fala logu, mamãe! –  Elena saiu do sofá e ficou na frente do pai.
–  Promete, Arthur! –  Ele desviou o olhar de mim, olhou para Elena e depois olhou para outro lugar... O silêncio tomou conta da sala... Ninguém disse mais nada...
–  Decha que eu contu mãe! –   Ela falou rapidamente, eu nem pude protestar. –  A mamãe vai ter um bebezinho! –  Eu engoli em seco, Arthur desviou seu olhar de não sei a onde e olhou para mim... Eu não sabia se aquele era o seu olhar assassino ou o seu olhar amoroso... Meu coração acelerou, e aos poucos tudo escureceu... 
...
         Meses depois...
        Com a barriga do tamanho de um bujão, uma câmera enorme na mão... Outra apresentação da minha baixinha, essa eu já estava mais preparada... Sabia que ela iria arrasar, assim como fez na sua primeira... Lá estava eu, sozinha, esperando a minha filhota aparecer... Doida pra saber o que ela iria aprontar dessa vez... 
–  Perdi alguma coisa? –  Perguntou Arthur ofegante enquanto se sentava ao meu lado, eu dei um meio sorriso e neguei com a cabeça.
–  Só o começo! –  Revirei os olhos e ele sorriu, se aproximou um pouco e me deu um selinho.
–  Como ela está? –  Se referiu a Elena.
–  Linda... –  Ele sorriu. –  e muito nervosa, roeu as unhas, tirou o esmalte... Falou até que não queria mais dançar... –  Ele arregalou os olhos.
–  E porque você não levou ela pra casa? 
–  Porque ela quer dançar! –  Falei naturalmente enquanto dava um zoom na câmera.
–  Não acredito que você teve a oportunidade de tirar ela do balé e não fez... –  Olhei para ele de cara feia. Ele não gostava que ela dançasse pelo simples fato de ela usar um maiô... 
–  Não começa! –  Ele bufou e começou a prestar atenção na peça.
        E chegou o tão esperado momento de Elena, ela dançava pelo palco com uma delicadeza, um sorriso lindo nos lábios, uma alegria contagiante... Não tinha dúvidas de que quando ela crescesse seria uma bailarina maravilhosa. Olhei para o Arthur e ele sorria enquanto a via dançar... Estava tudo tão bom... Nós quatro, a nossa família! 
...
        Hoje é o dia em que o meu príncipe (Clique aqui para ver o baby <3)... Caio, completa um aninho, a festa foi maravilhosa, mas como era de se imaginar ele dormiu antes dos parabéns então a Elena fez um pedido por ele: Que ele não chorasse durante a madrugada nunca mais... Mas acho que não escutaram o pedido dela, porque ele acabou de chorar, Arthur foi tentar colocar ele pra dormir, acho que conseguiu porque tudo está em um silêncio maravilhoso.
–  Acho que alguém quer nos fazer companhia! –  Ele apareceu na porta com Caio no colo, eu sorri e estendi as mãos... Arthur veio até a mim e colocou o pequeno do meu lado, eu o abracei.
–  Agora vou pegar a nossa princesa! – Eu sorri e assenti.
       Ele saiu novamente...  Não demorou a chegar com a Elena no colo, essa quando dorme, o mundo pode acabar, mas ela continua do mesmo jeito, dormindo!
– A família está completa!? – Brinquei. Ele colocou Elena na cama e depois se deitou também, e então estendeu a mão por cima dos  nossos filhos, eu estendi a minha também e nos dois juntamos as nossas mãos.
–  Agora sim... – Ele sorriu e eu fiz o mesmo.
     Agora sim as coisas dariam certo e mesmo que não descem eu teria eles sempre do meu lado pra me apoiar... Minha família, meu amor, meus filhos e os meus amigos... Sem eles eu não sou nada! . E eu e o Arthur sem dúvida alguma fomos unidos (literalmente) por uma criança!


                                                     FIM...
" Isso não é um adeus e sim um até logo! "

****
Meus amoreeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeees, :'( Chegou ao fim né?! Ainda não acredito que muitos de vocês ainda ficaram me acompanhando depois de tanto tempo, depois de tantos altos e baixos... Obrigado meus amores, obrigado por terem me dado tanta força pra eu terminar essa fanfic, obrigado por cada comentário feito, obrigado por cada crítica.... Vocês são demais! <3 Agradeço muito a todos vocês, espero ver vocês em outras fanfics... ;) Obrigado por tuuuudo mesmo, um beeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeijo beeeeem grande! :************************* Tiau goxtosaaaaaaaaaas... Ahahaha' 

* Vou responder todos os comentários desta postagem! ;) 

19 comentários:

  1. Eu sou uma leitora nova,em uma 4 dias li todos os capítulos.Eu posso não ter acompanhado,maastricht você está de parabéns.Faz uma fanfic de SoMic ou ChaMel ,para variar :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jura?? Bem vinda amoreee... Que bom que você gostou... Por agora eu não vou poder fazer uma FANFIC ChaMel ou SoMic, estou com várias fanfics em andamento e tenho que terminar algumas, mas pode ficar tranquila que vou preparar uma maratona de "Capítulo único" SoMic e ChaMel... ;) :D Beijoooooooos, obg por comentar e me acompanhar até aqui! ;)

      Excluir
  2. Que linda perfeita valeu apena esperar a cada capitulo Viih *---* Parabés fanfic que me fez sorrir, chorar me diverti mt ao ler ela*-*
    Viu sentir falta de Elena e suas traquinagens pra juntar seus pais ♡♥♡♥
    Ameiii do começo ao fim linda!!!
    Ja espero ansiosa as proximas que virão! ;) love-u ♡ :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ;") Perfeitaaaaaa, que bom que você gostou... Não sabe o quanto isso me faz ficar happy ! <3 Ahahaha' Beijooooooooooooos, gataaaaaaaaaa...obg por comentar e me acompanhar até aqui! ;)

      Excluir
    2. Eu amei Viih ♡♥ bjs
      sempre vou acompanhar rum oxente ta me estranhando é!?!??
      kkk viciei nas suas fic menina *--* vc arrasou. Vc que é perfeita >.<

      Excluir
    3. kkk, ôôh, mulheeer... Então a gente se encontra... Ahahaha' <3 Somooooos <3

      Excluir
  3. que tal 2* temporada?? haha iria ser perfect!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Beijoooooooos, obg por comentar e me acompanhar até aqui! ;)

      Excluir
  4. VAI TER SEGUNDA TEMPORADA? DIZ QUE SIIIM!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei, será? ahahaha' Beijoooooooos, obg por comentar e me acompanhar até aqui! ;)

      Excluir
  5. " Isso não é um adeus e sim um até logo! " ai Vitória, vc me fez lembrar de umas coisas com essa frase.. :'( -_-
    MAAAAS, eu amei esse capítulo. Essa fic é perfeita! ❤
    Já quero a segunda temporada, viu moça?! Hahahah

    ResponderExcluir
  6. Ahahaha' Descuuulpa! :3
    Sua lindaaaaaaaaaaaaa, Beijoooooooos, obg por comentar e me acompanhar até aqui! ;)
    OBS: Será que eu faço uma 2° temporada? O.o Acho que não... :( :3

    ResponderExcluir
  7. Paraabens linda ! mais que pena que acabou né?
    Mais Mesmo assim adorei a fanfic ! :)
    Umas das minhas Favoritas!
    Ainda naaao acreditoo que acaabouu :(
    #VouTerUmImfarte HaHa
    Parabeens pela Fic porq taava perfeita *--*
    Xx yasmin s

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada amoreeee, obrigado por me acompanhar até aqui... ;') Beeeijos...

      Excluir
  8. Jamais vou esquecer dessa web, era uma das minhas queridinhas, concerteza serei fã eternamente... Parabéns pela web foi maravilhosa

    (Fer)

    ResponderExcluir
  9. Obrigada flor... obrigado por me acompanhar até aqui... ;') Beeeijos...

    ResponderExcluir
  10. Acabei de fazer um tt pessoal me sigam @brunasilvaper

    ResponderExcluir
  11. Aaaaaah adorei.. Socorro,apaixonada! L

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo