10 de jan de 2015

RUDE - [ CAPÍTULO ÚNICO ]


Inspirado na música e no clipe da banda: MAGIC! - Música: Rude.  (Opcional: Ler com a música ou não)



No sábado de manhã, acordei o mas cedo que pude, vesti a minha melhor roupa, entrei no meu carro e corri como um jato até você.
Bati em sua porta com o coração nas mãos para te fazer uma única pergunta, pois eu sei que você é um homem clássico.
Posso ter a sua filha pelo resto de minha vida? - Perguntei tentando não me ajoelhar em sua frente e implorar que ele nos desse sua benção.
E com a cara fechada você me respondeu: Eu nunca te darei a benção, até morrer. Que pena, meu caro, mas a resposta é não! - Foi neste instante que eu não pude mas suportar tamanha frieza, ele sabe que ela me ama e sabe também que eu sinto o mesmo por ela, como ele pode ser tão rude?
Porque você tem que ser tão rude? Não sabe que eu também sou humano? Fique sabendo que eu me casarei com ela de qualquer jeito! - Esperei que ele me respondesse, mas ele não o fez, apenas bateu a porta em minha cara. Como um homem tão sem noção como ele, pode ter uma filha tão bela e perfeita?
        A Lua sem dúvidas não tem nada em comum com o seu pai e se ela me aceitar eu vou me casar com ela, não importa o que ele diga ou pense.
...
        No mesmo dia pela noite Lua me enviou uma mensagem dizendo que seu pai tramava mas uma de suas tentativas de nos separar. Levou um homem até a sua casa para jantar e como eu posso imaginar, ele quer que Lua tenha uma vida que ele pensa que eu não tenho condições de dar a ela. Eu até o entendo, sou um mero cantor que nem sucesso ainda faço, não tenho faculdade e nem sou rico... E esse cara do jantar deve ter tudo isso e muito mais, só não tem o mas importante: O amor de Lua.
        Larguei tudo o que estava fazendo e fui até sua casa, bati na porta e esperei que ele me atendesse e quando assim ele fez, pedi mas uma vez:
Posso ter a sua filha pelo resto de minha vida ? - Com o cenho franzido e tendo a absoluta certeza de que eu seria um problema ele novamente respondeu.
Eu nunca te darei a benção, até morrer. Que pena, meu caro, mas a resposta ainda é não!  - Ele fechou a porta nem me dando a chance de dizer a ele o quão grosseiro e indelicado ele é.
       Dei um tapa na porta com raiva, porque as coisas são tão difíceis? Porque ele não é um pai comum que só quer ver a sua filha feliz ? Porque?... 
        Andei pela varanda esperando que ela aparecesse e quando eu estava prestes a ir embora, a porta se abriu e ela saiu de lá e correu para os meus braços, quando nos soltamos eu coloquei a mão em meu bolso e peguei o anel que havia comprado na noite anterior, peguei a mão dela e então a entreguei. Ela abriu a mão e um sorriso enorme surgiu em seu rosto, eu me ajoelhei em sua frente e disse:
Posso te ter pelo resto da minha vida?  - Ela sorriu mas ainda e assentiu.
Claro que sim!  - Ela deu alguns pulinhos de felicidade e eu me levantei, ela me abraçou com toda a sua força e eu fiz o mesmo e a girei por alguns segundos, então a coloquei no chão e nós selamos os nossos lábios.
        Um mês depois, Lua e eu voltamos a sua antiga casa... Antes de irmos para o cartório passamos lá, para eu fazer a minha última tentativa.
Posso ter a sua filha pelo resto de minha vida? Diga sim, diga sim... Essa é a sua última chance!  - Disse quando vi ele aparecer na varanda ao lado de sua mulher, toda sorridente por ver sua filha vestida de noiva.
        Ele deu um meio sorriso debochado e então respondeu:
Eu jamais te darei a benção, até morrer. É uma pena, meu amigo, mas ' não ' ainda é 'não' !  - Eu olhei para o lado e vi Lua soltar um suspiro magoado, então eu olhei novamente para ele, mas era tarde demais, ele já havia mais uma vez batido a porta na minha cara.
        É difícil ver ela desse jeito... Ainda mas no nosso casamento!
Se não quiser mas... - tentei dar a ela uma chance de desistir, ela me olhou com um meio sorriso nos lábios e respondeu.
Não tente se livrar de mim... - Ela brincou e eu neguei com a cabeça...No começo seria difícil, mas nada na vida é fácil...

"O amor não escolhe classe social ou coisas do tipo, ele escolhe a pessoa que faz o seu coração acelerar, escolhe a pessoa que te faz sorrir quando está no meio de um briga com ela própria... O Amor é assim, quando você menos espera... Ele acontece! " 

Espero que tenham gostado! Beeeeeeeeeeijos! :*

7 comentários:

  1. Aawn! Que fofis amei!!

    ResponderExcluir
  2. Que gracinha *-* amo essa música

    ResponderExcluir
  3. fofo demais

    Ana

    ResponderExcluir
  4. adorei o capitulo

    ResponderExcluir
  5. Esse blog tá muito parado ñ, atualizem as fanfics mas rápido

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo