26 de jan de 2015

RED - Capitulo 8








-Lua... Lua acorda! -Ela ouvia uma voz a chamando baixinho, lembrava de quando sua mãe fazia isso para que ela acordasse para a escola.
Gruniu um pouco e ouviu a pessoa rir um pouco e continuar com a missão de acorda-la.
-Vamo lá, Lua. A ultrassom é hoje, lembra? -E ai venho o choque de realidade fazendo ela assenti, mais para si mesma que pra ele, e abrir os olhos aos poucos dando de cara com... Aquele não era o seu quarto.
-Arthur, eu dormi no seu quarto? Porque você não me acordou? Onde você dormiu?
-Foi uma troca justa na verdade, eu sempre quis saber qual a sensação de dormir na cama de uma gestante. -Ele sacaneou e ela gargalhou dando um tapa no ombro dele.
-Cadê o Victor?
-Ele dormiu com você ai, não tive coragem de acordar ele, estava abraçado na sua barriga... Crianças se apegam muito fácil. Eu não sei o que vou fazer quando tiver que falar pra ele que não vai ser tio. -Arthur tinha um tom triste na voz, não queria que o irmão se iludisse mas a mentira era necessária.
Ela não sabia como responder a isso então apenas levantou da cama e disse que iria tomar banho, naquela manhã eles iriam para a primeira ultrassom do bebê e ela estava muito nervosa pois tinha muitas dúvidas á tirar.
Depois do banho e de um bom café os dois partiram para o hospital onde Arthur havia marcado a consulta á dois dias atrás. Por conta do trânsito eles chegaram bem na hora e não demoraram nem poucos minutos para entrarem.
-Bom dia, meu nome é Jade, sejam bem vindos papais. Então, essa é a segunda ou a terceira ultrassom? -Perguntou uma mulher de cabelos castanhos na altura do ombro com uma franja na testa e que aparentava ser bem mais nova do que eles imaginavam.
-Na verdade, nós tivemos algumas complicações e essa é a primeira ultrassom que fazemos. -Disse Arthur, vendo que Lua estava indecisa se deveria contar que aquele bebê na verdade nem deveria existir.
-Entendo, mas isso pode ser bastante prejudicial para a criança já que a mãe provavelmente não anda tomando as vitaminas pré natais não é? -Lua assentiu- Mas vamos dar uma olhada e ver se tem algo errado. Mãe, por favor pode ir ali atrás, tirar a roupa e colocar a roupa especial para vermos como está nosso pequeno?
E então Lua foi para trás de uma porta ao lado da mesa onde estavam e começou á se trocar enquanto Jade conversava com Arthur.
-Ela tem algum enjoo? Matinais ou noturnos?
-Ela nunca se queixou de enjoos comigo. Sempre achei que os tivesse enquanto eu não estava em casa e preferia não tocar no assunto, até porque é meio... nojento. -Confessou ele e Jade riu do comentário. -Mas claro que as vezes eu fico preocupado em saber se é um sinal de que não tem alguma coisa certa com o bebê.
-Sim, os enjoos são um sinal de que o bebê está mais que saudável, porém também existem algumas grávidas que passam pela gestação sem nem um enjoo, se esse for o caso dela, nem se preocupe.
E então a morena saiu já com a roupa especial eu deixava um pouco da sua barriga á mostra.
-Bom, então vamos ver como está esse bebêzinho. Mãe, pode sentar aqui por favor? -Ela apontou para uma maca em frente á alguns aparelhos e Lua logo foi sentando com a ajuda de Arthur já que aquela roupa incomodava um pouco para subir. -O papai pode apertar a mão dela, acho que já podemos tentar ver o sexo.
E então uma pontada enorme de alegria percorreu o corpo de Lua e ela mesma apertou forte a mão do moreno que apenas apertou de volta compartilhando da ansiedade.
Então, a mulher passou um gel azul gelado na barruga de Lua e por cima dele passou um pequeno aparelho que transmitia as imagens das ondas formadas dentro da barriga para um aparelho semelhante á uma televisão formando uma imagem da criança ali dentro.
-Ele é tão pequeno. -Lua sussurrou ao ver a imagem meio abstrata de um bebê.
-É mesmo. Você está no quarto mês de gestação então é normal que ele seja assim pequeno mas não se preocupe. E pelo que vejo ele está saudavel e o que eu falei para o papai aqui era verdade, a falta de enjoos não altera em nada o processo da criança, está tudo bem com ela. Mas eu quero que você tome algumas vitaminas que eu vou receitar, ok Lua? -A morena assentiu ainda sem tirar os olhos da tela á sua frente.
-Agora, a pergunta que não quer cala... Querem saber o sexo do bebê?


Maddie:: "CARAMBA MADDIE, COMO VOCÊ PARA O CAPITULO JUSTO NESSA PARTE?" Sou má. Hahahahahahahaha, bom no capitulo anterior uma das meninas me perguntou porque eu nunca colocava os enjoos da Lua e eu já ia explicar isso nesse capitulo aqui. Ela não tem enjoos e isso é completamente normal pra algumas mulheres (eu pesquisei). Mas uma coisa que a Lua tem bastante é sono, a maioria das mulheres que não tem enjoo sentem o dobro de sono que o normal na gestação. Eu sempre tive isso em mente quando comecei. Por isso só mando cenas dela quando está com o Arthur porque no resto do dia ela está dormindo.


XOXO
Maddie
(Não me matem... se não não vão saber o sexo do bebê há... mamain ama vocês hahahaha)

6 comentários:

  1. Aaaaaahhhhhhhhhh que má vc! Quero que seja uma menina hehe ^-^
    Posta o próximo logooo! ❤

    ResponderExcluir
  2. Jade França27/01/2015 14:44

    Sua malvada!! Eu juro que se eu não tivesse tão curiosa eu te matava.

    ResponderExcluir
  3. Posta mais,que má vc em!
    Tb quero que seja uma menina! ♥ ♥

    ResponderExcluir
  4. claro que sim

    Ana

    ResponderExcluir
  5. ++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo