9 de jan de 2015

MEU VIZINHO É UM GOSTOSO - CONTOS HOT



   1°- Meu vizinho é um gostoso.

" Status: Louca para pegar o meu vizinho, só tem um probleminha... Ele é casado! "



               
                Vamos contar essa história bem direitinho... Meu nome é Lua, tenho 22 anos, acabei de me mudar para um bairro nobre no Rio de Janeiro, sai de São Paulo, pensando que alguma coisa em minha vida mudaria... E... Realmente mudou!

                Na semana em que eu mudei, prestava bastante atenção nos meus vizinhos novos, não com maldade, só queria conhece-los, afinal... Eu moraria ali por um bom tempo, precisava de amigos.

                Mas mudei totalmente de ideia quando conheci o meu vizinho gostoso... Juro que eu nunca tive tanto desejo por um homem casado, juro que nunca fiquei com um homem casado, mas ele... Ele foi uma exceção!

                Não fiquei com ele pelo fato de a esposa dele ser uma nojenta, mas pelo fato de ele ser tão lindo... Vou contar pra vocês como isso aconteceu.

– Desculpa! – Era a segunda vez na semana que eu derrubava a maldita lixeira dos Aguiar... Talvez ela estivesse no meu quintal.

– Acho que você está precisando de um óculos! – Nora Aguiar, uma loira, alta e extremamente ridícula, caminhou até a lixeira e a levantou com certa raiva.

                Sai do carro e fui até ela.

– E eu acho que essa lixeira nojenta está no meu quintal... – Disse enquanto enrolava as pontas dos meus cabelos com o dedo.

– Posso ter confundido o seu quintal com um lixão...é verdade, me desculpe! –  Ela ironizou, como essa mulher pode ser tão nojenta?

                Enquanto nós tínhamos uma breve discussão, ele: O meu vizinho gostoso, a abraçou por trás e a deu um beijo na bochecha.

– O que há de errado? – Ele perguntou.

                Que voz era aquela? Molhava a calcinha de qualquer mulher, inclusive a minha!

– Aai, me larga! – Nora se soltou dele e fez uma cara de nojo. – Olha aqui garota, se você derrubar a minha lixeira de novo eu vou ter que tomar medidas drásticas ! – Apontou o dedo indicador para o meu rosto, mas do que de pressa eu dei um tapa na mão dela

– Tire a mão da minha cara! – Ordenei.

               Se uma coisa me irritava era aquilo... Ela estufou o peito e estava pronta para comprar uma briga, bem feia... Mas então foi ai que os longos e musculosos braços a abraçaram novamente.

– Acho melhor entrarmos! – Ele disse enquanto a puxava.

           Ela não teve tempo de dizer nada... Ele apenas a levou... Eu nem me importei, apenas virei as costas e sai andando em direção a minha casa!

...

                   Horas depois fui surpreendida pela visita do meu vizinho gostoso... O que era estranho, se a mulher dele o visse aqui, a briga seria feia.

– Lua, não é? – Ele perguntou e eu assenti me encostando no batente da porta e cruzando os braços a frente dos seios.

– Isso mesmo! – Lancei-lhe um sorriso nada inocente, muito malicioso até!

– Prazer, sou Arthur! – Ele estendeu a mão, eu apertei.

–  O que devo a honra de sua visita? Parece que nenhuma das mulheres desse condomínio gostam de mim, e pelo que eu saiba, sua mulher é amiga de todas elas... Se nos virem, pode sobrar pra você! – Avisei, enquanto o encarava sem um pingo de vergonha.

                   Uma bermuda jeans e uma regata branca... Desejei no mesmo momento que um pé d'água caísse, só para ver o que tinha em baixo daquele maldito pano.

– É, pode ser... – Ele disse dando um sorrisinho de lado. 

                Você deve estar pensando que eu sou uma vadia em dar mole para um cara casado... Mas é o seguinte, ele não é um cara comum... Ele é aquele cara que quando eu deito na cama, tenho várias fantasias pelas quais eu nunca vou realizar... Ou melhor, se tudo der certo, vou realizar... E com muito gosto.
                 Cai pra nós, ele não me engana... Pelo que eu vi mais cedo, ela não tem o dado tanta atenção, nem carinho... Homem é homem, é fraco... E se ele for tão safado quanto parece, não vai demorar muito pra me levar pra cama.

– Não seria melhor... Você entrar? – Perguntei em um tom provocante.

                Era de se imaginar, aquele sorriso safado dele se repetiu, eu dei espaço e ele entrou, como eu havia me mudado a pouco tempo, as coisas ainda estavam bagunçadas, as caixas espalhadas... Não tive tempo o suficiente para por tudo no lugar.

– Bom, desculpe minha esposa por mais cedo... Ela anda um pouco estressada ultimamente! –  Ele disse, eu apontei o sofá coberto por um plástico transparente. 

– Como uma mulher pode ficar estressada com um marido desses em casa ? – Perguntei, ele  negou com a cabeça e deu um gargalhada discreta.

– Talvez nós dois não formamos um bom par! – Ele disse se sentou no sofá, junto comigo.

– E porque não se separam logo? Talvez o seu – Abri aspas – Bom par – Fecha aspas – Esteja bem na sua frente.

               É, eu sei... Me perdoem, eu não costumo ser assim, mas ele simplesmente mexeu comigo... Mexeu com a minha cabeça e isso não é bom, agora estou me comportando como uma cadela no cio... Que vergonha!!!

[...]

           O tempo passou, eu e o Arthur estávamos cada vez mais íntimos...Sim, eu já tinha dado alguns beijos nele, nada demais... Até porque aquela mulher dele é uma sangue-suga só vivi grudada no pobre, se ele transa tão bem como beija, estou feita... Roubo ele dela em um estalar de dedos.
           Como já disse eu e ele estávamos cada vez mais íntimos, trocávamos mensagens o dia todo, toda hora. Raramente ele me ligava, mas sempre quando ela dava uma saída ele me visitava, é óbvio que essas visitas se tornaram cada vez mais frequentes depois que demos no nosso primeiro beijo... Acho que ele também gostou, se ele soubesse o quanto eu tinha esperado por aquilo... Já teria me deixado pra trás.
           Mas enfim, um belo dia a mulher dele foi visitar a mãe e por incrível que pareça, aquilo que eu desejei a um mês atrás se realizou... Um temporal caiu e ela ficou presa na casa da mãe, já que o seu maridinho fofo disse que era melhor pra ela, que seria perigoso ela dirigir na chuva e como uma esposa muito boazinha ela o escutou... Mal sabia ela que o próprio marido não passaria essa noite em casa.

...

            Já era tarde da noite quando ouvi algumas batidinhas na porta, já imaginava quem era... Poderia sentir o cheiro dele a uns 1000 metros de distância, é tão cheiroso, gostoso... Ele é tudo de bom!

            Antes que eu pudesse abrir a porta dei uma rápida olhadinha no espelho e espiei o meu reflexo.Estava tudo okay, menos  a minha ansiedade, eu estava tão ansiosa que mal conseguia ficar parada. Caminhei até a porta e a abri com um sorriso de lado.

            Lá estava ele, lindo como sempre. Um casaco cinza claro da GAP e uma bermuda jeans clara... Ele deu o mesmo sorriso e me pegou pela cintura, todo o meu corpo estremeceu de imediato, seus lábios buscavam os meus, suas mãos passeavam por todo o meu corpo, o puxei para dentro de casa e bati a porta sem me soltar dele e sem interromper o nosso delicioso beijo. Ele me imprensou contra a porta e começou a massagear meus seios que com seu toque se enrijeceu. Sem delongas ele passou a mão pelo meu decote e com uma força e rapidez inacreditável ele rasgou minha blusa e a jogou longe, não tive nem tempo de reclamar, já que ele arrancou meu sutiã também... Sua boca quente entrou em contato com o meu mamilo, suas mãos ainda livres foram direto para a minha saia, a essa altura minha parte de baixo já estava totalmente ' encharcada' . Em poucos minutos já estávamos nus, ele abocanhando o meu peito, e com quatro dedos enfiados na minha intimidade, ele é perfeito, sem dúvidas beija tão bem quanto transa e olha que ainda não ouve a penetração! 

             Comecei a dar leves mordidas nos lábios dele, o levei até o sofá, onde ele se sentou... Ajoelhei bem a sua frente e acariciei seu GRANDE amigo. Logo a sala foi abençoada pelos gemidos dele, eu estava chupando ele? Isso é sério, eu nunca tinha feito isso, mas confesso... Foi bom, ele estava totalmente vulnerável, eu poderia fazer qualquer coisa com ele... Eu estava no poder.
              Ele me puxou pra cima dele, fazendo-me sentar em cima do seu membro, foi uma delicia, a cada estocada que ele dava, eu gemia... Sem dúvidas essa será a transa que eu vou levar na minha memória pelo resto da minha vida.

– Você é tão gostosa! – Ele sussurrou em meu ouvido, arranhei seu ombro e ouvi ele soltar um gemido forte. – Eu vou te foder em cada canto dessa casa, não era isso que você queria, safada? É isso que você vai ter! 

– Mal posso esperar! – Respondi totalmente rouca.

            Ele cumpriu o prometido, transamos em cada canto da casa, da sala até a mesa de jantar, da mesa de jantar até o banheiro do banheiro até o quarto... e ele me surpreendendo a cada uma delas!

– Quando vamos nos ver de novo? – Eu estava tão cansada, mas precisava saber.

– Quando você quiser! – Ele acariciou o meu rosto e eu cai no sono, sonhando em ter ele mais alguns milhares de vezes!



** 
E aí? O que acharam?
Será que a Lua e o Arthur ficaram juntos depois de tudo isso? Comenta aí!
Espero que tenham gostado, ah... Não se esqueçam de comentar qual casal vocês querem que seja o próximo conto! ;) Beeeeeeeeeeijos e até... 

21 comentários:

  1. Luar
    *-*
    Sophied

    *-*
    Chamel *-*

    ResponderExcluir
  2. Ameeeei *--*,LuAr de novo?! kkkkk

    ResponderExcluir
  3. Vai ter continuação ??? Adoreeeiii bem diferente!!! Próximo casal: luar

    ResponderExcluir
  4. Luar *--*
    Xx Yasmin S

    ResponderExcluir
  5. Bem que poderia varia, poderia coloca SoMic, ChaMel, Sophied, Chay e Lua, MeAr, varia variando.

    ResponderExcluir
  6. LuAr de novo por favor

    ResponderExcluir
  7. Podia ser o Mika e a Lua!

    ResponderExcluir
  8. LuAr Com Certeza.

    ResponderExcluir
  9. LuuuuuAaaaaaar

    ResponderExcluir
  10. Luar . quero outro conto luar

    ResponderExcluir
  11. LuAr. Please!
    By: Paullinha

    ResponderExcluir
  12. Luar com toda certeza!!!!!!!

    ResponderExcluir
  13. Que tudoooooo *O* adoreeeei
    LuAr hihihi ;)

    ResponderExcluir
  14. Ei tudo d bom ...
    LuAr esse foi perfeito.

    ResponderExcluir
  15. Quero que todos contos fosse de Luar. Pode ser?? Rsrs

    ResponderExcluir
  16. Luaaaar sem dúvidas
    Faz a continuação por favor ������

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo