7 de jan de 2015

16 - Por favor, me ajude!

Boa leitura! :*
Feliz 2015 atrasado gatchênhas... Que seu ano seja repleto de coisas maravilhosas! 




" – Você já está me deixando maluca, Arthur... Eu tô subindo pelas paredes... – Declarou Lua, sentindo-se um lixo por não ter conseguido nada com Arthur durante os dias que se passaram.

– Já te expliquei o que se passa, não vou fazer nada com você... Quer estragar a nossa amizade? – Lua fechou a cara e respirou fundo.

        Porque o Arthur tinha que ser tão chato? Qual era o problema em eles ficarem nus em cama? Seria maravilhoso, mas parece que só a Lua sabia disso... Ou melhor, pensava isso!

– Quer saber ? – Lua levantou da cama em que os dois agora dividiam. – Você não deve ser de nada! – Provocou. Arthur fez uma cara nada boa, Lua fez uma careta e saiu do quarto, esperando que ele tomasse alguma atitude, ela não estava mais aguentando de tanta vontade... 

        E em alguns minutos tudo o que ela mais queria naquele momento foi feito, tudo o que ela queria sentir, ela sentiu...O que ele fez com ela foi bem melhor do que ela poderia imaginar em mil anos. Ele tentou se conter, mas a cada dia que se passava ficava mais difícil ignorar a mulher que dormia ao seu lado todas as noites. 

        As mãos grandes e fortes dele, passeavam pelo corpo dela – A causando arrepios sem igual. –  Nem um dos dois raciocinavam naquele momento, ambos queriam, ambos estavam com vontade... Que vontade! . Nenhum dos dois pensou em quais seriam as consequências que o destino colocaria entre eles..."

...

  Por uma pequena fresta da janela, o sol entrava. Aos poucos Lua acordava de um sonho que parecia ser perfeito, por semanas ela vem sonhando com isso, mas sempre que o clima ficava mais quente o Arthur voltava atrás, será que ele nunca iria... Han... Tocar ela de outro jeito? Será que ele não a desejava? Será que a sua barriga que agora estava maior o deixava com algum tipo de aversão? Ela não sabia, mas ele estava a deixando cada vez mais brava.

Naquele dia Lua acordou sem nenhum pingo de humor, sem nenhuma paciência, tudo o que ela queria naquele dia era não ver o Arthur. O que ele está esperando? Ele a irrita tanto, se ela pudesse fazer algo... Se ela pudesse obrigar ele a fazer o que ela tanto deseja... Aah, se ela pudesse!

Ela o ignorou durante o dia todo, não atendeu suas ligações, não respondeu suas mensagens, isso o deixava cada vez mais preocupado, por isso ele saiu mais cedo do trabalho.

Ao entrar em casa pode ver que Lua assistia televisão, deitadinha no sofá, ela se assustou ao ver de quem se tratava, não estava o esperando tão cedo. 

 –  Porque não me atendeu?  –  Ele jogou as chaves em cima da mesa de centro e sentou-se ao lado dela, que nem se deu ao trabalho de encara-lo.

 –  Porque eu não queria ouvir a sua voz!  –  Respondeu secamente.

Arthur franziu o cenho sem entender o que ele havia feito de errado.

 –  O que houve ?  –  Perguntou ele confuso.
 –  A melhor pergunta seria... O que não houve, né Arthur?  –  Ela olhou para ele com os olhos marejados, cruzou os braços e voltou a encarar a televisão.

 –  De novo essa história? Eu já te expliquei...  –  Lua o interrompeu.

 –  Tá Arthur, me deixa!   –  Ordenou ela.

 –  Nada pra você, nunca tá bom, que saco... Não aguento mais!  –  Lua pegou o controle que estava ao seu lado e desligou a tevê. 

 –  Se eu acho isso é porque realmente nada está bom!  –  Ela o encarou raivosa.

 –  É claro que está, você quer as coisa na hora que quer, mas não é assim, Lua... Não é!  –  Ele virou o corpo pra ela.  –  Você acha que é só sexo, mas eu não... Você é especial pra mim, Lua... Não é atoa que eu assumi o seu bebê, que tipo de cara faz isso?. Eu quero ter a tua amizade pra sempre e EU NÃO QUERO PERDER VOCÊ! Eu não quero ter uma amizade colorida e correr o risco de acabar com tudo... Você sabe que...  –  Lua colocou seu dedo indicador na frente dos lábios de Arthur, fazendo assim com que ele se cala-se, aos poucos ela se aproximou e selou seus lábios aos dele, o desejo, o calor, a fúria... Naquele momento, nada mais existia, só os dois... Nenhum deles pensava direito. Arthur não queria e nem tinha forças para se afastar de Lua, cada vez mais difícil.

Aos poucos Lua foi parando o beijo.

 –  Vai ficar tudo bem, eu nunca vou te abandonar... Eu nunca vou esquecer você... Aconteça o que acontecer!  –  Acariciou o rosto dele.  –  Agora... Só me beija!  –  Pediu.

E assim ele fez, e em segundos ela estava sentada em seu colo, corações a mil, a vontade de pertencerem um ao outro era maior do que qualquer outra coisa, eles mereciam algo só deles, um tempo só deles... E isso eles teriam, cedo ou tarde!

 ***

Desculpem a demora pra postar... Vou atualizar todas as minhas fanfics, aguardem ! :*

5 comentários:

  1. Haaaaaaaaa ! Q saudades q bom q vc volto .
    Não demora a postar por favor
    amanda a volta da web .
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Viihh saudades de vc!!! Eita Lua ta subindo pelas paredes u.u kkkkkkkkk Arthur é osso duro de roer u.u
    Pra vc tbm ♥♥
    Volte logo hihihi ;*

    ResponderExcluir
  3. Lua e os hormónios da gravidez kkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  4. Arthur medroso, parece que tem medo de mulher kkkkkkkkkkkkkkkkk
    tadinha da Lu. ele tá se fazendo de dificil mas tbm quer ficar com ela do jeito que ela quer ficar com ele

    Ana

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo