25 de dez de 2014

Down the glass slipper




Parte dois:


Fechei a tampa do piano e levantei seguindo pelo castelo ate o jardim.
Limpei um dos bancos que estava cheio de folhas e sentei, suspirando ao recordar minha conversa com a Martina.
Toda essa conversa só me fez lembrar do Lucas, um garoto que eu fui completamente apaixonada até os quatorze anos.
Ele era lindo alto, loiro olhos verdes, braços fortes e agis. Tão educado quanto um duque, cheirava a grama verde, e me trazia uma sensação de novo.
E eu gostava dessa sensação.
Lucas era perfeito, romântico e atencioso comigo, com ele só ouve um problema. Porém um único problema que foi o que separou nos dois.
Ele era plebeu.
Eu conheci Lucas quando eu tinha doze anos, minha mãe havia esquecido de pegar seus novos e lindos caros par de sapatos para o baile, e como eu deveria experimentar alguns sapatos também, ela pediu a Martina para me acompanhar até a cidade de carro e irmos até a sapataria.
Mas isso é uma longa história para resumir só me basta falar que Lucas era filho de seu Paulo que era o sapateiro da cidade de Merilovia.
Até hoje não sei explicar o que aconteceu, mas assim que pos os olhos em Lucas o Meu coração bateu.
Ele sorriu naquele dia pela primeira vez para mim e eu realmente me derreti por ele.
Durante todo o tempo em que estive lá na sapataria eu não consegui desviar meus olhos dele, e nem ele de mim.
Não é que eu seja convencida, mas é que eu tenho plena consciência da beleza que herdei da minha mãe a linda Rainha Claudia.
Mas enfim voltando a história, me lembro que na época a Martina percebeu e não foi nada nada com a cara de Lucas.
A Mart logo deu um jeito de apressar as provas para que saíssemos logo dali.
E eu saí mas meu coração deixei ali junto com Lucas na sapataria.
Logo dei um jeito de voltar lá na sapataria, dessa vez sozinha e conversamos por horas. Ele como não era bobo nem nada logo me pediu para sair com ele e eu uma criança apaixonada aceitei.
Um mês depois Lucas e eu estávamos namorando e eu encantada por suas cartas bailava pelo quarto.
Naquela época nos decidimos... er... ele decidiu, deixar o que tínhamos em segredo até termos coragem para contar para meus pais; o rei e a rainha de Merilovia.
Namoramos por um ano sem ninguém saber nem mesmo a Martina que não deixava de ter suas desconfianças.
Mas como tudo na vida é construído a partir da verdade meus pais descobriram o nosso namoro e proibiram.
Nesse dia eu e Lucas estávamos fazendo um ano e dois meses de namoro e ele como eu não poderia sair de casa ele veio ate a mim.
Estavamos os dois no quarto comendo deliciosos docinhos que ele trouxe da cidade para mim quando meu pai abriu a porta e nos viu juntos.
No começo de nossa separação tentei dialogar com meus pais e nada, Lucas também tentou eu briguei com meus pais e ate tentei fugir mas acabou como sempre dando em nada.
Lembro que esperniei noites inteiras, chorei litros de rios de água.
E para que?
Seis anos se passaram e hoje estou aqui viva e diva.

Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk....

Pensei rindo.

Continua...

Gente perdão mesmo pela demora!
Vocês acrediriam se eu dissese que esqueci dessa web?
Pois sim !
Portanto perdao e essa mini fic provavelmente tera so mas duas partes.
Comentem
Bjs....

Um comentário:

  1. O que aconteceu com tempos modernos? É uma das minhas fanfis favoritas, volta a postar, por favor.

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo