13 de dez de 2014

72° The Hunger Games - Time of Terror


FINAL

Espero que gostem!





-Obrigada - Lua fala para Arthur quando ele ajuda ela a se sentar.
Após sairem da casa,andaram em direção contrária da que vieram, até encontar após algum tempo,um beco parecido com o que tinham dormido na noite anterior.
-Por nada - Ele fala e se senta ao lado dela e respira fundo.
-Fala sério você quase me arrastou até aqui - Lua fala em tom de deboche e faz uma careta.
-Não é para menos você estar com dor,não sei como não quebrou a coluna quando caiu no chão - Ele fala e Lua sorri e que logo se transforma em outra careta só que de dor -Você tem que parar com isso -Ela fala e Arthur a encara com o cenho franzido -De salvar a minha vida...estamos em um jogo mortal!Se joga ou me joga... -Ela fala rindo e Arthur abre um sorriso.


-Ainda bem que você não perde o bom humor - Ele fala e Lua assente e depois fala:
-Nem a fome -Ela fala e pisca para ele que revira os olhos e diz :
-Concordo também estou faminto.
Os dois retiram suas mochilas de suas costas,eles separam e começam a comer a comida que tem,mais ou menos na metade da refeição se inicia o anúncio de mortes do dia.
-Parece que além de nós,ninguém mais queria morte hoje -Arthur fala debochado e Lua ri.-O que faremos amanhã? 
-Quantos faltam? - Ela pergunta
-6...contando conosco -Arthur fala e toma um pouco de água de seu cantil -Vamos atrás deles -Ele fala
-Vamos esperar - Lua fala e Arthur se engasga antes de responder tossindo.
-O que? Você pirou? -Ele pergunta para ela.
-Não Arthur...Pensa comigo,eles já devem saber a essa altura  quem matou os carreiristas,e devem estar vindo atrás de nós,porque devem achar que estamos escondidos...esperando eles se matarem entre si - Ela fala e Arthur concorda com a cabeça mas fala:
-Ou eles estão se escondendo...talvez pensem que como já matamos os carreiristas,só vamos terminar o trabalho indo atrás deles - Arthur fala e Lua concorda enquanto guarda o resto de sua comida na mochila.
-Então nos separamos ?! -Ela pergunta e ele a olha como se ela tivesse um terceiro olho.
- O que foi? - Ela arqueia uma sobracelha para ele.
-Nos separar? - Ele pergunta ainda com a mesma expressão.
-É...provavelmente os que faltam não se unirão em um grupo porque não sabem quem vai ser nosso próximo "alvo" então se estivermos separados temos o efeito surpresa novamente -Ela fala e Arthur concorda suavisando a expressão.
-Mas quando ouvirmos o canhão...como vamos saber que não é um de nós? -Ele olha para ela e Lua dá de ombros.
-Vamos ter que tentar a sorte.
                                 ...
-Então vamos seguir separados e quando cumprimos nosso "propósito" nos encontramos na cornucópia. -Arthur fala e Lua concorda,eles haviam acabado de acordar,o dia ainda clareava mas estava claro que esse era o último dia de arena e um deles ia voltar para casa.
Eles haviam terminado de organizar suas coisas,cada um seguiria em uma direção.
-Toma - Arthur fala e estica uma longa faca que fazia uma curvatura,a lâmina bem afiada e o cabo preto -Se você chegar por tras é mais fácil para cortar o pescoço -Ele fala e Lua pega a faca a analisando rapidamente antes de coloca -la no cinto.


-Obrigada - Ela fala e olha para ele,um silêncio se instala,porque os dois não sabem o que é certo dizer,então Arthur se inclina e cola os lábios momentaneamente nos de Lua,três ou quatro segundos mas para a situação, suficiente.
-Te vejo logo -Arthur fala e sai em disparada para o leste sem dar chances de responder,ela fica parada enquanto diversos cadeados de dúvidas na cabeça dela se abrem.
                                                                                    ...
BUM!
BUM!
BUM!

                                                                                 ...
-Arthur! - Lua entra na área da cornucópia correndo.
BUM!
- ARTHUR! - Lua grita mais alto,zonza,ela acaba por sentar em o que outrora fora um dos pedestais.
                                                                                  ...
-LUA! - Arthur grita vindo por trás de onde ela está,ela levanta e corre e se joga contra o corpo dele,Arthur larga o arco no chão e passa os braços em volta do corpo de Lua e aperta contra o seu,eles ficam um tempo assim.
Inesperadamente Lua levanta a cabeça e gruda seus lábios nos de Arthur, o beijo foi diferente do que naquele dia mais cedo,era desesperado,desejoso e intenso.
Se separam quando o ar já fazia falta demais,eles ficaram com as testas encostadas até Lua se afastar e esticar a faca que Arthur entregou a ela mais cedo em direção a ele.
-Lua? 
-Me mate - Ela fala e algumas lágrimas escorrem do rosto dela.
-O que?! -Ele exclama para ela incrédulo.
- Me mate...só...um de nós tem que sair daqui com vida - Ela fala e também escorre lágrimas do rosto dele.
-Não...
Lua se aproxima dele e começa a sussurrar,sabia que todo o país assistia,sabia que neste momento pessoas sádicas e frias apostavam qual deles sairia vivo,mas aquele momento deveria só ele saber o que ela queria que ele ouvisse.
-Arthur...-Ela sussurra -Eu preciso que faça isso...por mim,só uma forma de eu ser livre,eu não quero mais lutar...estou desistindo...
-Eu não posso fazer isso com você -Ele fala enquanto acaricia o rosto dela com uma das mãos.
-Pode...faça isso por mim -Ela fala e sorri fraco entre as lágrimas enquanto coloca a faca na outra mão dele.
-Espero ainda ser a garota especial -Ela fala e Arthur sorri para ela,mas as lágrimas vencem.
Eles estão bem próximos quando Arthur crava a longa faca no peito de Lua bem onde fica o coração,Arthur segura Lua enquanto as pernas dela fraquejam,ele deposita um beijo na testa dela quando retira a faca e a lança longe.
- Para sempre -Ele fala olhando para os olhos dela que agora perdem a luz.
BUM!
O canhão soa quando um começo do que seria seu último sorriso aparece no rosto de Lua.
"Senhoras e senhores contemplem o vencendor da 72°Edição do Jogos Vorazes!"
Arthur escuta as palavras mas além da dor a única coisa que cresce em seu peito é raiva.
-Não existem vencedores... -Ele murmura para si mesmo entre lágrimas.


Demorou mas chegou!
A verdade é que esse final está pronto já faz algumas semanas como eu disse a alguns dias a internet não funcionou de acordo com s meus planos.
Espero que tenham gostado da história tanto quanto eu.
Beijooos. -M

Um comentário:

  1. :\ :\ um pouco decepcionada pelo final,mas fazer o que...

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo