11 de nov de 2014

A NAMORADA DO PAPAI - 11 - MARATONA

Boa leitura! :*
2/3



Lua:
– Claro que não, só acho que você tem que dar um jeito na garota... – Mexeu no cabelo. – Vocês não vão poder se encontrar escondido para sempre! –  Declarou e então me lançou um olhar maligno. – Pra mim, você deveria dar um jeito na garota, só pra ela saber que você não vai desistir tão fácil. – Deu um meio sorriso maldoso. 
        Fechei a cara no mesmo momento em que ela me lançou tal sorriso... Eu não quero que a menina pense que eu sou uma ameaça... Eu não sou, eu só quero que ela me dê uma chance de mostrar que eu posso fazer o seu pai feliz.
– Olha aqui, Sophia... Para com isso, eu aposto se isso estivesse acontecendo com você, você faria alguma coisa com ela... Muito pelo contrário, você faria de tudo para que ela virasse a sua amiga...– Ela negou com a cabeça dando um sorriso fraco.
– Nem pensar, a essa altura eu já teria desistido do cara! – Neguei com a cabeça.
– Você diz isso porque nunca beijou o Arthur! – Falei abobalhada, só em me lembrar dos beijos que já trocamos ao longo do mês .
        Sophia franziu o cenho, e depois abriu a boca espantada .
– Não me diga que já se apaixonou... Por favor, não me diga! – Ela colocou as mãos no ouvido, tapando-o... Então, eu não falei... Apenas, assenti.

Arthur: 
– Mano, tu é louco, cara... Olha, pelo o que eu conheço a Marie, ela vai te matar se descobrir que você tá se encontrando com a tal de Lua... Eu não quero tá na tua pele quando isso acontecer. – Chay falou enquanto arrumava alguns papéis na mesa do escritório de sua casa. – 
– Eu sou o pai... E além do mas....Ela não pode se intrometer na minha vida... Apesar de ama-la, eu não posso deixar ela virar uma cópia fiel da mãe dela... – Chay deixou os papéis de lado e me encarou com um sorrisinho malicioso nos lábios. – Ihh, lá vem! – Ele deu uma leve gargalhada e então focou em me dizer o que eu já imaginava que ele perguntaria.
– Quando pretende dar o bote e pegar de vez a sua presa ? – Ele esfregou as mãos umas nas outras. Eu deu um meio sorriso e neguei com a cabeça. – 
– Quando for o tempo certo, eu sei que vai acontecer... E outra... A Lua não é do tipo de mulher que conhece o homem e logo vai pra cama com ele... Ela é diferente, e eu adoro isso! – Suspirei e ele coçou a nuca desviando o olhar de mim, para o lado. – 
– Cara, tu tá apaixonado por ela? – Eu neguei com a cabeça, mesmo não sabendo se estava ou não apaixonado, afinal eu nunca me apaixonei de verdade... – Pode falar, eu juro que não vou fazer gracinhas! – Cerrei os olhos e ergui uma das minhas sobrancelhas e então ele caiu no riso... Chay, não é o tipo de amigo que te dar conselhos e te ajuda, mas sim... Daquele tipo que te faz sorrir quando você pensa que não é possível, aquele que quando você olha, tem uma crise de risos... Mas pra dar conselhos, ele é péssimo!
– Vai se ferrar, babaca! – Ele continuou a rir, e então eu dei de ombros e me levantei. – 
– Ih, ficou com raivinha? – Ele se levantou também. Eu neguei com a cabeça.
– Eu tenho mais o que fazer! – Declarei enquanto virava as costas para ir para casa, mas então me lembrei de avisa-lo. – Se a Marie decidir ligar... Diga que eu passei aqui, não quero que ela desconfie de nada por agora! – Chay assentiu. – 
...
Marie: 
– Onde você estava, papai? – Quando vi ele adentrando o meu quarto, perguntei. 
        Estou furiosa, já é tarde da noite... Por onde ele andou? ... Tenho certeza de que ele estava com aquela... Aaarg, não tenho mas palavrões para xinga-la... 
– No Chay! – Ele deu um sorriso e se aproximou... Eu estava sentada na cama, ele se sentou na beirada da mesma e tocou o meu pé, descoberto pelo edredom.
– Tem certeza? – Perguntei enquanto dava uma risada engraçada... Ele sabe que eu sinto cócegas.
– Absoluta! – Sorriu fraco e parou de mexer no meu pé. 
– Hm... 
– Já é hora de dormir, mocinha... – Ele avisou enquanto se levantava, para me dar um beijo de boa noite. 
        Fiz uma careta, não queria dormir agora... Ele se aproximou de mim e me deu um beijo na bochecha e outro na testa... Eu conheço esse cheiro! 
– Boa noite. – Desejou, eu o encarei com uma cara feia e pude ter certeza de que ele soube que foi desmascarado... Mentiu pra mim na cara dura?! Por favor, me devolvam o meu pai! 
– Você foi se encontrar com ela, não foi? – Passei a mão pelo rosto e bufei .
        Ele riu entre os dentes e então se afastou de mim.
– Isso não te interessa! – E a droga da Lua já está fazendo efeito... Meu pai já não é o mesmo, ele nunca falaria assim comigo!
– Claro que interessa, você é o MEU pai! – Dei ênfase a palavra destacada.
– EXATAMENTE MARIE, EU SOU O SEU PAI... NÃO TE DEVO SATISFAÇÕES, PARA DE QUERER MANDAR EM MIM, EU É QUEM MANDO EM VOCÊ, ENTENDEU?! – Ora, ora... Ele sabe falar grosso! 
        Engoli em seco e um nó foi se formando em minha garganta, eu só queria gritar e matar a Lua... Só queria que ela: SUMISSE !
...
Arthur:
      É... Eu sei, eu peguei pesado... Eu odeio gritar com a minha menina, mas de alguns tempos pra cá, ela só vem me ouvindo assim... Na base do grito! 
    Encontro-me agora, no meu quarto... Doido, pra voltar no quarto da minha filha e pedir desculpas por ter sido tão duro... Mas eu sei que isso é pro bem dela!
          Sou tirado dos meus devaneios com o toque do meu celular, que ainda estava no meu bolso, quando olho no visor meu coração dispara e um sorriso bobo se forma nos meus lábios... Lua, era tudo o que eu precisava para me acalmar.
          Atendo rapidamente.
– Oi... – É o máximo que eu consigo dizer.
– Oi... – Parece que pra ela também não é nada fácil. – É... Tudo bem? 
– Nem tanto... – Ela nem me deu tempo de perguntar se com ela estava tudo bem.
– Aconteceu alguma coisa com a Marie? – Senti a preocupação em sua voz.
– Não... Ela só descobriu do nosso encontro a escondida! – Falei soltando um suspiro cansado.
– Vocês brigaram? 
        Eu não queria dizer a ela que sim... Sei que ela não gosta, ela pensa que é a culpada, mas não... 
– Sim... – Ouvi o seu suspiro do outro lado da linha... Ela vai desistir, e eu entendo o porque! 







3 comentários:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo