14 de out de 2014

Child Love - Capitulo 3 // Eu te odeio, Murilo!








-Arthur, a gente só tá brincando um pouco com as crianças. -Falou Murilo
-Brincando com as crianças enquanto eu tento equilibrar uma emergência lá dentro sem você? Muito bonito, senhor Murilo -respondeu Arthur ríspido enquanto via Murilo levantar do chão e ajudar Lua e as crianças á fazerem o mesmo.
-Deixa de drama seu bocó, ta assustando as meninas. Vem aqui que eu ajudo nessa droga. Desculpa, Lua! -Murilo disse antes de sair em passos firmes com Arthur até o escritório onde explodiu de vez.
-QUAL É O SEU PROBLEMA? -Perguntou
-Olha lá como você fala comigo. Sou seu chefe. -Arthur era firme no que falava mas para Murilo aquela pose toda era uma piada.
-Como se você pudesse me demitir... Arthur, a gente tava tentando animar as duas. A Mari e a Rose estão ficando cansadas de só terem á elas mesmas pra brincar, mas que droga! Você não se importa mais com os seus irmãos? -Cuspiu o moreno para o amigo do outro lado da sala.
-QUEM É VOCÊ PRA ACHAR QUE PODE FALAR O QUE EU SINTO E O QUE EU NÃO SINTO PELOS MEUS IRMÃOS? -Explodiu Arthur.
-SEU MELHOR AMIGO DESDE A INFÂNCIA, CARAMBA. EU CONHECI O ARTHUR QUE AMAVA OS IRMÃOS E QUE FAZIA DE TUDO PRA MIMAR A MELISSA QUANDO ELA NASCEU... VOCÊ SE IMPORTA POR HOJE ELA NÃO TER NEM UM AMIGO? VOCÊ NEM SABE DISSO NÃO É? ACHOU QUE A VIDA DELA ERA A MESMA MAS NÃO É! NÃO É PORQUE ELA NÃO CONSEGUE AMAR NINGUÉM COM MEDO DO QUE ACONTECEU COM SEUS PAIS ACONTECER DE NOVO COM OUTRA PESSOA.
As palavras sobre Melissa eram como metralhadoras. Arthur lembrava de quando ela era uma garotinha e ele fazia questão de roubar dela qualquer fresta de tempo que tinha para que ensinasse á ela tudo o que sabia. Até Pedro tinha ciúmes mas sabia que Arthur sempre quisera uma irmã.
Só não conseguia acreditar que ela tinha se fechado... Não consegua acreditar que nem uma outra pessoa pudesse ver a menininha alegre que ela era.
-Ela... te falou isso?
-Não exatamente ela. Lembra quando a diretora do colégio ligou pedindo pra você ter uma conversa com ela e você me mandou no seu lugar por causa de uma reunião importante? Era sobre isso, sobre o professor de redação ter mandado um trabalho falando sobre "A coisa que você mais se arrepende de ter feito" e ela respondeu "Amar os meus pais. Pois eu os amava como o céu... Mas um avião os tirou de mim".
E no silêncio da discussão eles ouviram um fungado vindo da porta. Quando olharam viram uma garota de 15 anos com os olhos vermelhos e uma expressão decepcionada.
-Você prometeu! Prometeu que não ia falar nada. -Disse ela quase num sussurro e só bastou isso para que Murilo sentisse um buraco dentro de si vendo a expressão da garota. -Eu te odeio Murilo!
Então ele desabou. Suas pernas falharam fazendo com que ele caísse de joelho no chão. Ele amava Melissa como uma filha, ouvi-la falar que o odiava dilacerava seu coração.
Ele cuidou dela quando seus pais morreram e ela era nova demais pra lidar com a dor... Agora ela estava provocando essa mesma dor nele e não havia nada á se fazer.


Maddie:: A partir de agora, cada capitulo vai ser focado na historia de cada irmão depois da morte dos pais para falar os diferentes níveis de dor onde eles se encontravam. Este, por exemplo, foi o da Melissa que se tratava de uma garota de 13 que acabara de perder os pais...
(Não posso deixar de falar que o meu favorito é o Arthur, porque é o mais psicótico de todos)
Enfim... desculpem a demora, semana de prova :'( E o maldito trabalho de inglês que não me deixa em paz. (A propósito: Não ganhei o papel da Gabriela, só se quiserem saber kkk e ninguém quer mas whatever)

XOXO
Maddie


3 comentários:

  1. Meddie gostosa kk posta mais amor, estou ansiosa por mais
    Xx Mila Mozart

    ResponderExcluir
  2. Gata ta ficando muito show bjs Fã malukaaa

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo