5 de out de 2014

78° Capítulo - A ladra e um segredo



Nos dias que se seguiram Lua e Arthur continuava na mesma, mal se falavam,e quando isso ocorria só falavam por estar na frente de Solange.

Arthur estava desesperado,não sabia mais o que fazer para ter a sua  esposa de volta,a sua doce e pequena Lua.

Estava sempre triste e pra baixo,não conseguia  ficar muito tempo  brigado com ela,a amava muito.


***
– O que papai? – Perguntou Giovana incrédula.

– O duque Aguiar veio conversar comigo, e me contou que você inventou mentiras para que ele se separe da duquesa.

– E vai acreditar nele papai? – Perguntou Giovana receosa, seu  pai era muito severo e tinha medo da sua reação.

– Eu a conheço bem Giovana,e sei muito bem que sempre gostou do duque Aguiar e sei do que é capaz para conseguir o que quer. – Falou ele com autoridade e Giovana estremeceu.

– Esta dizendo que  acreditou no que o imbecil falou?

– Claro que eu acreditei, eu a conheço muito bem e você vai conversar com a duquesa e contar tudo que aconteceu,isso é a verdade. – falou ele vermelho de raiva, a filha egoísta e mimada tendia a fazer burradas. – E caso não o faça, eu a deserdarei e a mando para um convento. – Giovana o fitou em choque. – Fui claro Giovana?

– Sim papai, ficou clarissimo.

– Hoje mesmo vai falar com ela. – começou ele com raiva. E quando voltar irá conhecer o seu noivo.

– O que? – Perguntou Giovana incrédula.

– Isso mesmo que ouviu, você já passou da idade de se casar, mas ele se interessou por você e nós já assinamos o contrato e vão se casar imediatamente.

– Mas papai. – Giovana resmungou.

– Mas nada, vai se casar e pronto, e agora vai falar com a duquesa, e não quero ouvir mais nada. – Falando isso ele saiu a deixando resmungando, Giovana não queria se casar porém não podia desobedecer o pai ou ficaria sem nada, teria que fazer o que ele mandava.


Quem adivinhar quem é o noivo dela ganha um premio!

4 comentários:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo