10 de set de 2014

Obsessed - Capítulo 1 - Como nós conhecemos

                      


*Candic P.O.V*

Acordar cedo com a porra do celular tocando em seus ouvidos como se
fosse uma caixa de som prestes a explodir dentro da sua cabeça não é uma
boa forma de começar o dia!

- Fala Mika. -atendi sonolento-

- Arthur, viajamos hoje cara. -respondeu sério-

- E? -perguntei debochado-

- E? E que se a madame não levantar agora iremos perder o
voo. -respondeu ainda sério-

- Ta Mika, encontro vocês lá em uma hora, avise os outros. -disse e
desliguei-

Eu não acredito que esse vadio me ligou as 6 da manhã pra me dizer o que
eu devo fazer. Qual é a dele? To com uma baita dor de cabeça,
provavelmente por causa da ressaca da noite anterior, ele sabia disso
e ainda me liga pra me cobrar as coisas, vocês não tem noção do quanto
eu odeio que me acordem, eu sou o Candic caralho, eu faço o que eu
quero, na hora que eu quero sem que ninguém ouse dar opiniões
desnecessárias. Por fim, vamos a apresentação, eu sou filho único, bom,
pelo menos por parte de mãe, minha mãe é a única família que eu tenho,
embora eu não me importe com esse lance clichê e nojento, obviamente
devo ter alguns outros parentes mais eu estou pouco me fodendo pra
esse bando de desocupados, vocês devem estar se perguntando e o seu pai?
Bom, esse ai sumiu no mundo depois que traçou a minha mãe, pelo que eu
sei ele nunca mais deu as caras depois do ocorrido, minha mãe foi
covardemente violentada por ele durante um tempo, ela era uma garota
frágil, sozinha, ele aproveitou da sua inocência e deu no que deu, pelo
que eu sei ele praticava atos sexuais com ela contra a sua vontade o
que hoje em dia não é tão raro assim, pra ser mais claro ele a
estuprava, desde que me entendo por gente jurei pela minha alma me
vingar de tudo que esse verme fez pra ela. Minha mãe, bom, nós temos
nossas discussões, alias quem não discute com a mãe não é? Mas fora
isso, até que nos entendemos bem.

Dormi por mais um tempo e quando acordei e resolvi levantar, olhei no
relógio e já eram 7:40, puta merda eu tinha dormido mais que a bela
adormecida dessa vez. Levantei igual um a jato e fui correndo pro
banheiro, tomei um banho rápido e terminei de me arrumar, quando desci
já eram quase 8:30, nosso voo destinado a Atlanta sairia por volta de
9:15 por ai.

- Arthur, você esta atrasado. -Val disse ao me ver-

 Val é a governanta da casa, eu preciso de uma né? Afinal eu sou
um homem de negócios e não posso ficar perdendo o meu precioso tempo
cuidando da casa como uma marica. Mas será que ninguém tem nada melhor
pra fazer do que se meter na vida do Arthur aqui?

- Desculpa ai, mas a minha vida não te diz respeito. -respondi e sai
bufando-

Quem ela pensa que é pra ficar me controlando? Ela é paga pra trabalhar
e não pra dar palpite, como se não bastasse terem me acordado cedo coisa
que eu não suporto ainda tenho que ouvir opiniões inúteis de uma
empregada inútil. Entrei no carro e parti rumo ao aeroporto, em poucos
minutos eu já estava lá, assim que cheguei várias vadias que ali se
encontravam e vários manés vieram me rodear e me bajular, joguei a chave
pro manobrista estacionar e segui rumo ao saguão. Coloquei os óculos
escuros e com as mãos no bolso fui ao encontro dos meninos que estavam
sentados em uma mesa no canto de uma lanchonete.

- Arthur parceiro. -Mika disse se levantando e batendo na minhas costas-

- Qual é a boa? -perguntei puxando uma cadeira e me sentando-

- A boa é que você não esta de mal humor, jurávamos que
estaria. -respondeu voltando ao seu lugar-

- Temos planos em Atlanta. - Guga comentou-

O encarei assentindo e logo anunciaram o embarque, eles deixaram o
dinheiro na mesa e seguimos pro avião. Iríamos para Atlanta a trabalho,
um desfile de moda acontecerá por lá e nele estarão presentes alguns dos
traficantes existentes ao redor do mundo. Nosso interesse não é apenas
roubar e sim encontrar pistas sobre o paradeiro do meu pai, quem eu
venho caçando desde que me entendo por gente. O desfile acontecerá em um
lugar fechado, muitos dos pilantras envolvidos no trafico usam disfarces
como empresários e administradores e costumam frequentar esses ambientes
para conseguirem certas informações e vitimas.

- Senhor Aguiar. -a comissária de bordo gostosa pra caralho nos
cumprimentou-

Seguimos pros nossos lugares que sem dúvida nenhuma ficavam na primeira
classe, vocês devem estar se perguntando como um traficante tão
procurado e vigiado como eu consegue fazer essas viagens assim tão
tranquilamente. Isso é por que nos meus delitos eu nunca fui pego em
flagrante, o que significa que não podem me culpar ou castigar por tais
acontecimentos. Eu tenho uma sorte que olha, vou lhes contar viu.

*~~~*

- E aí Aguiar, qual é a boa? -Chay me perguntou enquanto abria uma lata
de refrigerante-

 - Pegar aquela comissária de bordo seria uma boa. -Mika respondeu por mim-

O Chay riu e concordou, peguei a lata de refrigerante da mão dele e dei
um gole, logo depois avistei uma morena próxima a porta, não muito alta,
dona de um corpo escultural perfeito, na minha língua, é gostosa pra
caralho, tem os cabelos longos, castanhos meio ondulados, ela entrou e
conforme ela caminhava e se aproximava dava pra ver o sorriso estampado
no seu rosto, e que sorriso. Dona dos olhos castanhos mais chamativos que
eu já tinha visto e de peitos empinados que me deixaram de pau duro, ela
era linda. Estava usando uma blusinha decotada o que deixava aqueles
dois melões chamando o meu nome, quando ela passou por mim ela me deu
uma encarada intensa, os seus olhos encontraram os meus e eu pude ver
melhor aquela chocolate que era o seu olhar. Ela abriu um leve sorriso e
eu retribui com um meio sorriso de canto o que a fez corar e desviar a
atenção da minha que logo foi interrompida pelo Mika me chacoalhando.

- O que foi? -perguntei saindo do transe-

- Só não esqueça que você é o Candic. -respondeu ironicamente e riu-

- Vai se foder.  -disse sério-

O que foi aquilo? Que menina era aquela? Da onde ela veio? Eu preciso
saber mais sobre ela, aonde ela mora, com quem, se é daqui ou de Atlanta
e é claro, se é comprometida, o que não é problema pra mim por que se
for, deixará de ser rapidinho.

- Avisou o Nick que estamos indo pra Atlanta? -Guga perguntou-

- Ele esta nos esperando. -respondi me aconchegando na poltrona-

 Nick é um dos muitos homens que trabalham pra mim, é ele quem cuida de
uma das minhas casas, a de Atlanta como puderam perceber. O voo levaria
um tempo, tempo o suficiente pra eu tirar um cochilo já que certas
pessoas me tiraram da cama em plena madrugada, não demorou muito e eu
peguei no sono sem ao menos ver o avião decolar.


           Então esse é o primeiro capítulo de Obsessed e pra perguntas de vocês meu amigo me ajuda escrever alguns capítulos tá bom ?  Mas espero que goste até o próximo

5 comentários:

  1. Arthur é o todo poderoso ne bixo se acha -.-

    Gostei ;)

    ResponderExcluir
  2. mirella vasconcelos10/09/2014 23:17

    ++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  3. Amei thur como smp convencido xxAdriana

    ResponderExcluir
  4. Adoreiiiiii.... Arthur barrilll!!!!

    ResponderExcluir
  5. Mais Arthur bicho convencido dms Adriana

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo