6 de set de 2014

Dangerous Woman - Capítulo 16

                                    Já perceberam como eu amo The Vampires Diaries kk </3


Rolei pela cama ainda com os olhos fechados, eu não queria acordar. Meu
corpo estava pesado e eu estava com uma puta de uma ressaca e com uma
pontada de dor de cabeça. Abri os olhos e não encontrei Arthur na cama.
Me espreguicei e levantei indo até o banheiro. Abri a última gaveta do
armarinho do banheiro e peguei meu remédio para dor de cabeça. Escovei
os dentes, amarrei meu cabelo e limpei maquiagem que ainda havia no meu
rosto.

Peguei a cartela de remédio de cima da pia e voltei para o quarto,
peguei uma garrafinha de água no frigobar do meu quarto e tomei o
remédio. O dia estava meio frio, então resolvi colocar uma calça moletom
e uma blusa de manga comprida. Coloquei meus chinelos e sai do quarto
para procurar Arthur . Fechei a porta do quarto e quando me virei vi a
porta do quarto sonhado do meu se abrindo e Mel saindo de lá.

- A noite foi boa, né vadia? - perguntei rindo e ela me notou.

- Lua eu não acredito que você me deixou fazer isso! Você sabe que
eu sou fraca pra bebida! Eu não acredito no que eu fiz, eu sou uma
pessoa horrível - ela disse desesperada colocando a mão no rosto.

- Ei, ei. Relaxa Mel.

- Relaxar?! Eu trai meu noivo Lua!

- Como se ele não merecesse - falei revirando o olhos e ela me fuzilou -
Não me olha assim não, eu só to dizendo a verdade. O cara é um mala, eu
aprovaria bem mais você com o Chay.

- Cheia de graça né - ela falou brava.

- Relaxa aí, ninguém precisa saber que o almofadinha agora tem um par de
galhos na cabeça - falei irônica e ela me fuzilou com os olhos.

- Eu sou uma pessoa horrível - ela escondeu as mãos no rosto.

- Para com isso vai, foi uma forma de despedida de solteira. Agora chega
de se lamentar. Vem, vamos procurar o Arthur.

Ela bufou e eu abracei ela de lado a puxando. Desci as escadas e senti o
cheiro de bacon. Cheguei na cozinha e Arthur estava tendo uma briga com
a frigideira sendo olhado por Luz.

- Eu desisto, melhor você fazer isso Luz ou eu vou acabar me matando
queimado se eu continuar com isso - ele disse bravo e deu a espátula que
estava em sua mão para Luz que riu e pegou assumindo o controle no fogão.

- Ta tentando colocar fogo em que? - perguntei rindo e ele se virou pra
mim com aquele sorriso lindo.

Arthur me puxou me dando um selinho e eu o abracei.

- E aí, tudo bem Mel? - Arthur perguntou ao separar nossos lábios.

- Tudo sim - ela respondeu meio sem jeito.

- Está tudo ótimo - Chay disse aparecendo na cozinha, abraçando Mel por
trás e beijando sua bochecha.

- Vamos tomar café? - perguntei animada.

- Eu não vou poder ficar - Chay falou tristonho.

- Por que bro? - Arthur perguntou confuso.

- Eu to atrasado pra ir para a empresa e meu pai já deve estar puto
comigo. Quer carona? - ele perguntou se virando para Mel.

- NÃO - ela gritou e ele arregalou os olhos confuso - Quer dizer, não
precisa, eu vou passar a tarde aqui com a Luh, eu já tinha até
combinado com ela, não é mana? - ela disse se virando com uma cara
engraçada meio que me suplicando ajuda.

- Eu não tava AI! - ela me chutou me fazendo parar de falar - É verdade
Chay, ela vai passar a tarde aqui comigo - menti descaradamente.

- Bom, se é assim, tudo bem. Eu tenho seu celular e eu gravei meu número
no seu. Me manda mensagem gatinha - ele puxou Mel, deu um beijo rápido
nela e uma piscadela antes de sair com pressa da minha casa.
Ela se virou para mim e eu sorri irônica, a fazendo me fuzilar. Arthur
percebeu o clima e me deu um selinho.

- Eu vou lá falar com os caras, desde que você colocou o Kenny e o Joe
pra ajudarem na segurança da casa eu nem falo mais direito com eles -
ele disse em um tom risonho.

- Não posso fazer nada se você não me larga mais - falei convencida.

- Quase nem se acha né - ele riu.

- Só um tiquinho - dei mais um selinho nele e ele saiu.

Já fazia cerca de um mês que Arthur estava trabalhando comigo e nós
estávamos muito juntos, então ele dormia em casa quase sempre e ia para
casa dele visitar a mãe e as irmãs. Espiei ele pela janela e quando vi
que ele já estava longe o suficiente, peguei a mão de Mel e a arrastei
até o meu escritório e tranquei a porta.

- Vai, agora já pode me notar T U D O o que aconteceu, anda começa. E
não me venha com esse negócio de consciência pesada, eu não quero saber
do outro lá, eu quero saber o que você achou do Chay - perguntei animada.

- Ta bom, ta bom. Você quer sinceridade? - eu fiz que sim com a cabeça -
Ele é incrível - ela suspirou e se jogou no meu sofá - Me tratou tão
bem, Thomas anda só me dando patadas nós últimos tempos por conta do
estresse no trabalho.

- Ai que maravilha! - falei alegre - Agora que você viu que existem
caras melhores você bem que podia... - ela me interrompeu.

- Nem pensar, eu não vou largar do Thomas. E eu nem teria coragem de
fazer isso.

- Nem pela sua felicidade? Eu não te via feliz como eu te vi ontem fazia
muito, muito tempo.

- Mas eu... - a interrompi.

- Você o ama? Tem certeza disso? Mel eu sou sua irmã e eu não
te vejo mais com aquele brilho nos olhos que você tinha no começo do
namoro com o Thomas.

Ela pareceu ficar pensativa com as minhas últimas frases.

- Mana - eu me sentei ao lado dela - você tem certeza de que quer casar
com um cara que você nem sabe se realmente ama?

- Eu não sei - ela parecia perdida - Eu acho melhor deixar essa noite
como uma lembrança boa, é melhor assim.

- Bom, é você quem sabe. Mudando de assunto, você vai mesmo passar a
tarde comigo dona Mel?

- Eu não posso mana, tenho que ir pro trabalho - ela disse tristonha.

- Mas por que você recusou a carona do Chay então? - franzi o cenho.

- Imagina se eu chego em casa no carro de um cara e o Thomas ta lá. A
confusão ia ser grande.

- Ai como você ta cagona - falei rido e ela me deu um tapa no braço.

- Luh, eu preciso ir agora mana. Eu te vejo logo, logo. E ah, uma
novidade. Quero você como minha dama de honra e o Thomas já disse sim
sobre o Arthur ser o seu par. Escolha o modelo de vestido que quiser,
contanto que seja lilás - ela disse sorrindo e me deu um abraço.

- Sim senhora. Quando for experimentar o vestido é só me chamar, assim
como quando precisar da minha ajuda - ela assentiu sorrindo e me deu um
abraço.

- Tchau amiga! - ela disse pegando a bolsa e saindo andando rápido pra
fora da minha casa.

Peguei um copo de suco na geladeira e comi aquele projeto de café da
manhã que Arthur havia feito. Fui até o meu escritório checar os meus
e-mails e eu havia recebido o balanço do mês. Tudo estava aparentemente
em ordem, mas eu precisaria ir novamente na boate central pra checar
tudo pessoalmente. Terminei de calcular tudo que eu precisava e guardei
minhas coisas. Fui até o meu quarto e encontrei Karma rolando na minha
cama.

- Cade a minha coisa gostosa? - falei o pegando no colo e Karma latiu
feliz - Olha só o que eu mandei a Luz comprar pra você bebê.
Peguei um ossinho de borracha dentro da minha bolsa e o apertei fazendo
um barulho e Karma latiu abanando o rabinho. Dei o brinquedo para ele e
ele saiu correndo pra caminha. Arthur abriu a porta e Karma largou o
ossinho e correu até a perna dele.

- Ei moleque. Ta cuidando direito da sua mãe? - Arthur falou afagando a
cabeça do filhote e Karma latiu feliz - E aí mamãe? - ele disse vindo na
minha direção e me pegando pela cintura com aquele sorriso safado nos
lábios.

Sorri de volta e o puxei pelo pescoço grudando nossos lábios. Giramos
juntos e caímos na minha cama e ele caiu por cima de mim.

- Ai seu obeso - falei arrastado já que ele estava em cima de mim.

- Gordinha é você - ele falou rindo.

- Engraçadinho - mostrei a língua para ele - Tenho que te contar, a Mel
me chamou para ser dama de honra dela e você vai ser o meu par.

- Vish, vou ter que comprar terno.

- E hoje a noite nós vamos na boate. Eu mandei instalar aqueles sofás
que são rodeados por cortinas pros casais terem um pouquinho mais de
intimidade, se é que você me entende.

- Entendo, ô se entendo - ele sorriu safado e me beijou.

Arthur ficou um tempo no quarto comigo enquanto conversávamos e depois
ele foi para a casa dele tomar banho e ver a mãe e os irmãos.
Tomei um banho e fiquei pronta em dois tempos. Quando sai do quarto
Arthur, Kenny e Joe estavam na sala a minha espera.

- Vamos rapazes?

Eles assentiram. Arthur foi dirigindo minha Range branca e Joe e Kenny
nos seguiram com a Range preta. No caminho Arthur tirou racha com Kenny,
mas assim que chegamos perto do posto policial eles voltaram a
velocidade normal. Chegamos na boate e Kenny e Joe subiram para a área
VIP, porque de lá eles tinham a visão da pista inteira, enquanto eu e
Arthur fomos dançar. Os sofás novos estavam sendo bem disputados e pelo
jeito a galera tinha curtido a novidade. Arthur passou grande parte do
tempo bebendo e já estava começando a ficar meio tonto. Depois de ele
virar outra marguerita, cambaleou um pouco pra trás e eu o segurei rindo
do estado dele.

- Não ri, eu estou ótimo - ele disse tudo embolado me fazendo rir mais
ainda.

- Chega de álcool pro senhor - falei tirando a taça da mão dele e ele
resmungou.
Meu celular tocou e eu atendi ao ver que era a minha gerente da boate.

- Fala Carly - atendi falando meio alto por causa do som.

- Eu preciso que você venha aqui no escritório. Temos dois encrenqueiros
aqui e você precisa me dizer o que faremos com eles - ela disse.

- Ta bom, me dá dois minutos que eu chego aí - falei e desliguei o
celular o guardando de volta na minha bolsa - Ei - chamei a atenção de
Arthur - sobe lá na área VIP com os meninos que eu vou resolver uns
negócios lá em cima com a Carly, tudo bem?

- Sim senhora - ele fez sentido e eu ri o empurrando a caminho da escada
que levava para a área VIP.

Fui para o outro lado em direção ao meu escritório e Carly estava a
minha espera na porta.


Anne's P.O.V.

Eu não via Arthur fazia algum tempo já, ele estava enfurnado na casa
daquela Lua e só aparecia na casa dele para ver como a mãe e os
irmãos estavam. E como eu sei disso? Bom, eu moro perto da casa dele e
digamos que eu observe a família dele um pouco, mas isso não vem ao caso.

O único lugar que seria provável de eu o encontrar seria na boate da
piranha. Eu estava indo lá dias seguidos e não tinha a sorte de o
encontrar. Não custava nada tentar mais uma vez. Tomei um banho,
coloquei uma saia preta colada e uma blusa branca com um decote
avantajado que ia até a metade do meu tronco. Eu queria chamar bastante
atenção, então fiz uma sombra bem escura nos olhos e passei um batom
vinho. Fiz alguns cachos que deixaram meu cabelo ruivo com um volume
bonito, coloquei um salto preto e sai de casa. O táxi demorou apenas
alguns minutos para chegar na boate. Paguei e assim que coloquei meus
pés na calçada vários olhares se voltaram em minha direção. Ótimo.
Entrei e o segurança da entrada quase me comeu com os olhos. Fui até o
bar e pedi um drink. Enquanto eu esperava veio a minha surpresa. Bati os
olhos em Arthur com Lua dançando a alguns metros de onde eu me
encontrava. Eu odiava o fato de os dois estarem juntos. Virei meu drink
sem desgrudar meus olhos deles. em um momento a sorte pareceu sorrir a
meu favor. O celular da piranha tocou e ela teve que ir para algum lugar
e deixou Arthursozinho. Não pensei duas vezes e quando vi que ele ia em
direção da escada eu me coloquei em sua frente.

- Arthur! Até que enfim eu te encontrei! - falei o abraçando e senti o
cheiro de álcool que vinha dele.

- Oi Anne. Quanto tempo - ele disse meio enrolado.

- Sim, muito! Vem comigo, vamos dançar.

- Não dá. Luh pediu pra eu ir esperar ela lá em cima com os caras.

- Relaxa, ela nem vai ligar de você ir dançar um pouquinho, anda, vem
comigo.

Não foi difícil de o levar comigo. Enquanto eu dançava tentando me
manter o mais próxima possível dele, notei que haviam coisas novas na
boate, no caso, sofás cercados por cortinas. Eu não podia perder aquela
chance.

- Ei Arthur, a Lua mandou te chamar em um daqueles sofás lá e pediu
pra eu te levar. Vamos lá.

Ele apenas assentiu, eu duvido de que ele tinha consciência de algo,
então ele apenas me seguiu. Vi um casal saindo de um dos sofás e fui
rápida arrastando Arthur até ele. Empurrei ele para dentro da cortina e
virei a placa que indicava que estava ocupado. Ele estava deitado e
parecia confuso.

- Cade a Luh? - ele perguntou olhando ao redor.

- Shhh - coloquei o dedo em seus lábios e subi em cima dele - Está tudo
certo - comecei a beijá-lo e ele tentou falar algo, mas eu não deixei.
Arranquei a blusa dele e a minha em questão de segundos. Desabotoei sua
calça e tirei junto sua cueca. Eu iria me divertir.


Lua P.O.V.

- Que porra vocês estão pensando que a minha boate é? - perguntei brava
assim que fiquei de cara com os dois panacas que estavam brigando na
pista de dança.

- E quem é você pra estar falando desse jeito comigo princesa? - um dos
marmanjos falou querendo botar banca pra cima de mim.

- Quem eu sou? - ri sarcástica e puxei a arma a engatilhando e apontando
para ele - Eu sou Lua Blanco meu querido, acho que você já deve ter
ouvido falar de mim.
O cara gelou e o outro arregalou os olhos apenas observando.

- Blanco? O maior traficante do Canadá? Isso é impossível.

- Impossível? Meu querido, você está na minha frente, não está? - ele
ficou quieto - Você também vai querer bancar o engraçadinho? - perguntei
me virando para o outro cara que me olhava ainda assustado e com os
olhos estalados.

- Na-não. Eu nem puxei briga, eu apenas revidei quando ele veio pra cima
de mim.

- Esse panaca estava encarando a minha namorada - o idiota se intrometeu
e eu o fuzilei o fazendo se calar.

- Você, pegue o seu carro e dê o fora daqui - disse para o medroso.
Ele saiu em disparada do meu escritório.

- Quanto a você - me virei para o idiota - Bom, rapazes vocês cuidam
dele para mim? - perguntei para os meus seguranças e eles assentiram de
prontidão.

Meus seguranças pegaram ele pelos braços e o arrastaram para fora me
deixando com Carly no escritório.

- Você nunca muda Lua - Carly disse rindo.

- Nunca mesmo - ri também.

- A ideia dos sofás foi maravilhosa, está fazendo o maior sucesso!

- Eu curti também. Vi isso em uma boate na Rússia em uma das viagens que
eu fiz e eu estava fazia tempos querendo trazer pra cá e eu finalmente
consegui.

- Foi uma ideia maravilhosa, sério.

- No resto está tudo certo na boate?

- Está sim Luh.

- Beleza. Agora eu vou lá pra área VIP buscar o Arthur que daqui a pouco
eu vou pra minha casa. Até mais Carly!

- Até!

Eu sai dali e fui direto para o bar na área VIP. Chegando lá só vi Joe e
Kenny sentados conversando e nem sinal de Justin.

- Meninos cade o Arthur? Eu falei pra ele vir pra cá enquanto eu
resolvia um negócio lá no escritório.

- Eu não vi ele não Luh - Joe disse.
Olhei para Kenny e ele evitava manter contato visual comigo.

- Você sabe aonde ele está, Kenny?

- Eu...

- Kenny cade ele? - falei nervosa.

Ele suspirou.

- Eu o vi sendo levado por uma ruivinha para um dos sofás.

- RUIVINHA? - falei alto.

Não, ele não faria isso comigo. Eu não poderia acreditar. Desci a escada
em disparada e passei esbarrando nas pessoas com brutalidade. A cada
passo que eu dava meu coração batia mais forte e meu sangue fervia mais
e mais. Fui até o primeiro sofá e abri a cortina sem pestanejar, vi um
casal se agarrando, mas nada de Arthur. Fiz o mesmo em mais dois sofás e
quando cheguei na frente do quarto meu coração gelou ao ouvir um gemido.
Eu travei por alguns segundos e meu coração foi acelerando. Tomei
coragem e abri a cortina. Meu coração doeu de uma maneira que eu não
sabia explicar, minhas mãos ficaram geladas e uma lágrima quente
escorreu pela minha bochecha. Anne estava com as mãos apoiadas no peito
de Arthur subindo e descendo, gemendo feito uma vadia, que era o que ela
era.

- MAS QUE MERDA É ESSA? - gritei, mas não alto o suficiente para chamar
a atenção da pessoas, pois a música estava muito alta.
Arthur deu um pulo e a vadia caiu para o lado.

- Luh, você chegou - ele disse ainda meio tonto, pelo jeito ainda
estava bêbado.

- EU TE PERGUNTEI QUE PORRA É ESSA ARTHUR!

- Não aconteceu nada aqui linda - ele tentou me tocar mas eu o empurrei
para longe de mim.

- Não aconteceu nada que ele não quis - Anne disse colocando a roupa e
eu em um momento de raiva a peguei pelo cabelo e a joguei no chão.

- Vagabunda.

Eu não iria fazer nenhum escândalo dessa vez. Eu não bateria em ninguém.
Eu estava magoada demais para fazer qualquer coisa. Eu só precisava sair
dali.

- Lua! Lua! - Justin gritava, mas eu não dei ouvidos e sai
correndo para fora daquele lugar.

Entrei no meu carro e o liguei o mais rápido que pude. Vi Arthur
aparecer só com as calças na porta da boate tentando me alcançar e
acelerei. Eu só precisava sair dali. Fui para a rodovia e acelerei o
máximo que pude. Eu só queria correr e correr, eu acelerava cada vez
mais. Quando eu já estava bem longe da boate eu parei o carro no
acostamento. Eu estava machucada, não conseguia acreditar no que havia
visto. Eu apoiei meu rosto no volante e lágrimas insistiam e cair sobre
o meu rosto. Eu não iria fazer o papel da idiota, muito pelo contrário.
Em um estalo uma ideia surgiu em minha mente. Liguei o carro e dirigi o
mais rápido que consegui até o meu destino. Foi só eu parar meu carro na
frente dos portões que eles foram abertos de imediato e eu entrei. Desci
do carro e ainda com passos firmes até a porta. Toquei a campainha
impacientemente até que ele abriu a porta.

- Morena o que você está fazendo...

Não deixei Jake terminar e o empurrei para dentro da casa o agarrando
pelo pescoço. Ele nem pestanejou e me pegou no colo, enlaçando minhas
pernas ao seu redor e me levando até a sala. Ele me jogou no sofá e me
olhou com um misto de luxúria e desconfiança.

- O que você está fazendo sua maluca?

- Cala a boca - o puxei pela camisa fazendo com que ele caísse em cima
de mim e voltamos a nos beijar.



                                                                 /////////////////////////////

Anônimo
Fã demais dessa web ❤️ vai demorar pra posta :'( ? 

Resposta: Demorei mais cheguei :)

Anônimo
A mel não vai mais casar? Bem feito pro idiota do noito da Mel kkk
A web tá perfeita demais
Posta mais
Xx Mila Mozart 

Reposta:  Ah Mel vai casar , mas a nossa Lua fez uma coisa pra atrapalhar o casamento deles kkkk vc verá logo! logo!

Anônimo
Rebeca nessa web a lua vai ficar gravida??! >(

AMANDO A TUA WEB MULHER <3 »« ADOREI ><

Reposta:  Isso vc verá logo mas irei adiantar , a Lua vai ficar grávida sim *o* . Obrigado Mulher kk </3 

Anônimo
Eles vão fica juntos logo ? Pft ❤️

Resposta: Eles iam mas sempre tem alguém pra atrapalhar 

 
Anônimo
Amando cada vez mais. Vai demorar mt p LuAr assumirem q se amam? e ChaMel, vai ficar junto agora? Postaaaaaaaa mais

Resposta: Vai nada mulher eles vão assumir quando eles se reconciliarem , e ChaMel ? vai ter um imprevisto mais vão sim ficar juntos 

                      Amores não vai ser só o Thur que vai trair a Luh viu ? até o próximo

17 comentários:

  1. Não acredito 😱
    QUE WEB MAIS PERFEITA .!!.
    AMO FORTE ❤️❤️

    ResponderExcluir
  2. Perfeitaaaaa.... Amandooo de maisss posta maisss!!!!

    ResponderExcluir
  3. Acho que Arthur nao tem culpa e a Lua nao deveria fazer isso!!

    ResponderExcluir
  4. Tomare que Lua pense no que esta fazendo o Arthur nem tem culpa!!

    ResponderExcluir
  5. Arthur deveria se lempra de tudo e explicar a Lua realmente o que aconteceu e ela acreditar nele!!

    ResponderExcluir
  6. O Arthur e Lua vao demora a ficarem juntos?

    ResponderExcluir
  7. Nao acredito que eles vao ficar separados chatiada:-(

    ResponderExcluir
  8. Toda as web tem que ter traiçao isso fica muito chato!!

    ResponderExcluir
  9. posta mais hoje pofavor e que Luar fiquem juntos logo!!

    ResponderExcluir
  10. Ameiiii a Web. Ta ótima Beca (posso te chamar assim?) </3

    ResponderExcluir
  11. Lua vai da o troco no thur , mais ela tem q está ciente de q ela deixou ele completamente bêbado e sozinho . Quero ver como eles vão ficar daqui pra frente.se o thur ainda vai trabalha pra ela Xx adaline

    ResponderExcluir
  12. Tb sou louca por TVD, vc prefere a elena com o stefan ou damon ??
    Tb estou amando sua web ♥

    ResponderExcluir
  13. Eu não acredito que a Lua fez isso, poxa... Ela sabia que o thur estava bebado.
    Espero que ela se arrependa da besteira que tá fazendo.
    O pior de tudo é que o Thur nem vai lembra o que aconteceu e o marido da mel é um babaca.
    Obrigada por me responde linda <3
    Xx Mila Mozart

    ResponderExcluir
  14. esqueci de janeiro pergunta duas coisas:
    1: O Thur ainda vai trabalha pra lua?
    2: A Lua vai começa a namora o Jake?
    Sua web tá perfeita demais gata
    Xx Mila Mozart

    ResponderExcluir
  15. To amando
    Posta mais

    ResponderExcluir
  16. Cara... o Thur perdoou a Lua (embora ela não tenha feito nada mas ele também não teve culpa) então ela tem que perdoar ele caramba!!!!!
    VAMPIRE MANIAC??? ME ABRAÇA COLEGA <3 <3 Você. Eu sempre gostei de você kkkkk
    Delena? Stelena? Klaroline? Steroline? Jonnie? Jatherine? (Ok, eu sou a única que shippa o Jeremy com a Katherine, preciso me conformar com isso kk)
    Vampira? Bruxa? Lobsomem? Duplicata? Hibrida? (Ok, não precisa responder as minhas perguntas se não quiser mas eu sempre faço elas quando conheço uma vampire maniac kkkkk)
    Amando a web D+
    XOXO
    Maddie

    ResponderExcluir
  17. The Vampire Diaries ownt que vida mds, Delena amo com força eles tem um fogo que ooh. Essa série é a das melhores sem duvida

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo