2 de ago de 2014

Unidos por Você.- Capítulo 4



Gelei por alguns instantes e só me toquei quando Malu me cutucou, ela chorava descuidadamente me aproximei dela e a abracei.

- Sra.Blanco, queira me acompanhar? - O policial nos chamou a atenção

- Pra onde?

- Pra delegacia, presta uma queixa-  Falou pegando sua planfeta novamente

- Claro, irei me trocar-  Falei e Malu me puxou

- Posso ir?

- Claro... vá se trocar- Falei e ela assentiu e foi correndo pro seu quarto e eu segui pro meu

   Me troquei , colocando um vestido longo e uma rasteira e fazendo um coque no cabelo,peguei minha bolsa e coloquei meu celular,dinheiro,e umas coisas clichês de mulher e sair. Abri a porta e vi Malu abrindo a sua, ela usava uma saia longa e uma blusa comprida e uma rasteira igual a minha,a única diferença é que ela estava de cabelo solto e fez uma maquiagem básica pra disfarçar seu rosto inchado.

- Vamos? - Perguntei e ela assentiu

   Ela saiu e entrou no carro enquanto eu fechava a casa. Entrei no meu carro e assumi meu lugar,  Malu olhava janela,  enquanto algumas gotas finas de chuva caia sobre a janela. Segui o caminho que o policial me guiou e fui prestar queixa, Eu achava uma bobagem não que seja uma bobagem mais sei lá o Arthur tem a Giovanna, ele poderia muito bem chamar ela mas não ele me escolheu não sei o motivo mais iria descobrir. Parei de frente a delegacia e desliguei o carro, Malu tirou o seu cinto e saiu e eu fiz o mesmo com o meu e saindo em seguida é travando o carro. Entrei na delegacia e todos me encaravam e alguns me cumprimentava e outros me guiava pra sala do delegado.

- Licença? - Falei entrando e Malu entrou em seguida

- Sra.Blanco, queira se sentar por favor - O delegado se levantou e apontou a cadeira para mim e para Malu e assim fizemos. - Lua, posso lhe chama e assim? - Falou e eu as assentir sorrindo sem mostrar os dentes - Pois bem,  você pode fazer a queixa contra o Marcos Willians

- Quem é Marcos?-  Falei e ele pegou uma pasta e mostrou a foto dele,  ali constava que ele já foi suspeito em outro dois acidentes de carro e furto/roubo em um shopping. Mas além disso ele era bonito não tinha cara de quem fazia isso,  ele tinha olhos castanhos, um cabelo curto castanho e fazia um topete na frente,  isso me lembrava de Arthur no tempo que conheci ele.

- Se a senhorita quiser, presto queixa dele agora mesmo-  Falou ele me encarando e depois encarar Malu, olhei para Malu e ele assentiu e eu apenas suspirei e assentir e ele se levantou-  Preparei o julgamento dele daqui a dois meses e a queixa irei prestar agora mesmo. Foi um prazer conhece-lá-  Falou e apertou minha mão em seguida

- Cara estranho - Falei e ela sorriu e saímos em seguida indo pro hospital , chegamos e eu estacionei o carro e desliguei descendo junto com Malu. Entramos e fomos até a recepção

- Olá,  como posso ajuda-lá?  - Uma senhora nós atendeu meigamente

- Olá, gostaria de saber se a senhora podia me informar o quarto do paciente, Arthur Aguiar-  Falei e ela sorriu

- Ele está no quarto 320 - Falou depois de conferir no computador

- Obrigado-  Falei saindo e ela me chamou

- Poderia me dar um autógrafo?  - Falou e eu sorrir  pegando a Folha e caneta de sua mão-  Obrigado - Falou eu sorrir e segui pro elevador onde Malu me esperava e eu entrei ela entrou em seguida e seguimos para o quarto. Parei na porta do quarto e suspirei antes de abrir a porta criei coragem e abrir ela vendo Arthur, e Giovanna deitada no seu colo e distribuindo selinhos pelo seu rosto , limpei a garganta em sinônimo de presença ali e eles logo me encararam e Giovanna saiu do seu colo.

- O que faz aqui? - Arthur falou e eu fiz uma cara de quem está desentendida

- O que eu faço aqui? O que eu faço aqui? Eu sair da minha casa, eu tirei minha filha de casa pra vim na mal vontade ver como o querido "astro teen" está,  e ele está quase comendo a cocota desnutrida ali- Apontei pra Giovanna que levantou vindo em minha direção

- Eu não pedi pra você vim,a única visita que eu não queria era a sua. Lua vá embora por favor- Giovanna parou no caminho mais depois caminho na direção novamente

- Fale direito comigo!- Deu dedo na minha cara e eu retirei dando um tapa em sua cara

- Fale direito você-  Falei e encarei Arthur- E você fique sabendo que quando você precisar sair daqui com cadeiras de rodas,  chame esse traveco que tu chama de mulher e não eu,  vamos Malu-  Falei e Malu ficou estacada ali-  Vamos Malu

- Mãe,  eu vou ficar a senhora pode ir, não quero lhe deixar sozinho nessa situaçao-  Falou e eu assentir suspirando fundo mas Arthur estava acabado mesmo,  um braço quebrado,  outro com um hematoma que estava inflado e alguns cortes no rosto não muito grave respirei novamente e abrindo a porta e saindo em seguida

   A gente tenta ajudar uma pessoa é recebemos patadas,  eu nunca NUNCA irei ajuda-ló pois se ele quiser chame aquele projeto de gente pra ajudar. Abri meu carro e sair dali,  só queria me cama naquela hora pois amanhã teria que buscar Mel cedo no aeroporto.


         
     Coisas boas estão por vim ;)

12 comentários:

  1. Mel vai abrir os olhos da lua em relação ao thur hahaha Xx adaline

    ResponderExcluir
  2. Acho que esse cara pode ser sla algum irmão do Arthur

    ResponderExcluir
  3. A lu merece ficar com alguma pessoa

    ResponderExcluir
  4. Depois dessa se eu fosse a Lua não queria mais nem respirar o ar no msm ambiente q Arthur...
    Ia seguir a vida deixasse q qnd ele quebrasse a cara ia ver o que ele merecia.
    Adorandoo viu :D

    ResponderExcluir
  5. +++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  6. adoro os apelidos que a Lua arranja para descrever a Giovanna kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
  7. posta mais pf

    Ana

    ResponderExcluir
  8. mirella vasconcelos02/08/2014 22:04

    ++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo