26 de ago de 2014

Uma patricinha mentirosa - PORQUE A BRIGA ? - 8

HEY amores, espero que gostem deste capítulo! ;)
Boa Leitura! 



Baile, baile, baile, baile... A escola toda falava nesse maldito baile, como se ele fosse a melhor coisa que iria acontecer no ano... Sei que se eu não estivesse tão pra baixo por causa do lance com o Arthur é óbvio que eu estaria me esbaldando pra falar desse baile... Mas como as coisas continuam mal's entre eu e o Arthur, resolvi ficar na minha e deixar que esse baile passe, para as coisas voltarem ao normal.
        Você deve estar se perguntando... E o Roland? Bom o Roland ainda continua a me perseguir mais eu já o avisei para parar... Eu já estou a ponto de explodir, e quando eu explodo...
 –   Lua, o Roland vai matar o Arthur !  –   Eu que estava guardando os meus materiais no armário, joguei tudo de qualquer jeito e nem me dei ao trabalho de trancar a porta do mesmo.  
 –  Ai meu Deus, ele vai matar o Arthur!  –   Eu falei preocupada, sai correndo feito louca atrás da Melanie que corria na minha frente. Depois de alguns míseros minutos correndo, cheguei ao corredor principal da escola e lá estava... O Arthur, Arthur! dando um soco no rosto do Roland, e o Roland devolvendo o soco com a mesma força... Depois disso tudo aconteceu muito rápido os dois caíram no chão, Arthur ficou por cima, mas depois Roland virou e bateu muito nele... 
 –  PARA!  –   Eu me aproximei deles já chorando, eu não aguentaria ver o Arthur machucado.  –  Por favor, Roland eu te imploro!  –   Eu gritava desesperada enquanto o Roland dava socos na cara do Arthur, que me pareceu reagir e virou o jogo novamente... –  Arthur...  –   Virei as costas e vi alguns meninos assistindo a ' Luta '.   –   Por favor, separem, por favor ! –   As minhas lágrimas eram de súplica... Eles cutucaram uns aos outros e depois separaram Arthur de Roland que tinha alguns cortes na cara, já o Arthur estava com o óculos quebrado e tinha um corte no lábio, os dois tentavam se soltar a qualquer custo, mas os meninos não deixavam de jeito nenhum e eu agradeci a Deus por isso.
        Os meninos que seguravam o Roland levaram ele para longe do Arthur que gritava com os garotos para que o soltassem, eu me aproximei deles.
 –  Tudo bem!  –   Falei para os meninos que estavam o segurando.  –   Obrigado!  –   Deu um sorrisinho triste, e eles saíram... Já não tinham mas pessoas ao nosso redor, muitos tinham ido atras do Roland que é o " Popular " e outros tinham se dado conta de que isso já tinha acabado.  –  Você tá bem?  –   Falei baixinho.
 –  Tô !  –   Ele falou, frio e seco.
 –  Vem, vou te levar na enfermaria .  –   Agarrei o braço dele, sem ao menos me importar com o que ele acharia daquilo, caminhamos pelos largos corredores sem dizer nenhuma palavra se quer... Mas eu já não estava aguentando de tanta curiosidade.  –   Porque vocês brigaram?  –   Perguntei mesmo correndo o risco de levar um fora.
 – Isso não te interessa!  –   Eu sabia que ele me daria um fora, mas eu não sou do tipo de garota que  desiste fácil.
 –  É claro que interessa, Arthur... Eu te conheço muito bem e sei que você é um garoto calmo... Nunca brigaria assim por qualquer coisa... Diga-me logo... Porque a briga?  –   Puxei-o pelo braço, fazendo parar no caminho e se virar para me encarar. 
 –  Porque ele tava falando de você, Lua!  –   Ele gritou, estávamos em um corredor vazio, mas eu me senti envergonhada assim mesmo.  –   Porque eu não suportaria que ele fizesse contigo tudo o que ele falava para aqueles marginais que ele chama de "amigos".  –   Ele só aumentou o tom de voz, meus olhos se encheram de lágrimas... Eu não sabia se eu ficava louca da vida por ele ter se machucado ' por mim' ou se eu ficava feliz da vida por ele ter feito isso ' por mim ' .  Optei pela segunda opção, sem nem pensar duas vezes empurrei ele contra os armários de alunos desconhecidos e o beijei com toda a voracidade existente em mim. 
        Arthur não teve nenhuma reação ruim como eu esperava, ele só correspondeu o meu beijo com a mesma vontade que a minha... Com o mesmo sentimento que o meu...
        Ele acariciava a minha nuca e eu segurava a sua cintura por baixo da blusa... Tudo estava ficando muito quente... Só então percebi que estávamos na escola, ele tinha acabado de entrar em uma briga e com toda a certeza do mundo seria punido. Tentei parar de beija-lo, mas era impossível... Parecia que algo estava me prendendo a ele. 
 –  Lua! ? –   Sophia chamou-me. Eu me separei rapidamente de Arthur. Depois de perceber a borrada que tinha feito mordeu os lábios e fez uma careta como se tivesse me pedindo desculpa.
 –  Tudo bem!  –   Eu estava muito brava por ela ter atrapalhado, mas estava muito feliz para me aborrecer com isso... Roubei mas um selinho do Arthur e sai ao encontro da minha que me esperava sorrindo a alguns metros de distância.

...

 –  Nossa, aquele beijo pareceu ser muito bom... Deu até vontade de beijar também!  –   Sophia comentou. Eu gargalhei, mas fiz uma careta logo depois.  –   Que foi? 
  –   Minha boca tá com gosto de sangue!  –   Ela fez uma cara de nojo.  –   Vamos lá no banheiro!  –   Chamei-a  e ela assentiu.

...

 –  Sério que vocês se beijaram?  –   Melanie perguntou empolgada.
 –   Sim!  –   Falei sorridente, mas sem muita animação.
 –  O que foi?
 –  Foi só um beijo, eu sei disso... O Arthur ainda esta bravo comigo!  
 –   Isso vai passar, amiga... Relaxa!  –   Sophia tentou me consolar .
 –  Assim espero!  

...

 –  Resolveu se vai ao baile ou não?  –   Melanie perguntou enquanto se sentava no sofá da minha casa, ela e Sophia iriam dormir aqui em casa hoje, afinal é sexta... E Sexta é dia de animação!
 –  Você sabe que eu não tenho o acompanhante que eu quero!  –   Reclamei e me sentei ao lado da morena
 –   Para, Lua... Você tem qualquer garoto da escola que você quiser... Faz uma força pra ir com outra pessoa, é só por uma noite !  –   Implorou Sophia enquanto jogava sua mochila em cima do sofá.
 –  Não quero...  
        Sophia bufou e se sentou também...
 –  Quem vê assim nunca diria que você tinha vergonha do Arthur!   –  Sophia falou por impulso... Eu sei... Mas isso me magoou... E muito! 



5 comentários:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo