7 de ago de 2014

The war between popular! - 1°Capitulo

O primeiro capitulo demorou, mas chegou! rsrs' 
Espero que gostem  e comentem muito!
Beijinhos, meus amores ! 
Boa Leitura! 




        Hoje, o primeiro dia de aula... A primeira vez que Lua e Arthur iriam se ver depois do término tão drástico para ambos. 
        Lua estava mais disposta do que nunca, quem não a conhecia diria até que não se importava por estar solteira novamente. Mais quem a conhecia de verdade, sabia que ela não estava nada bem... Afinal ele havia a traído, mesmo que ele estivesse bêbado no dia... Mais ele a traiu e não foi ninguém que falou, ela mesma viu o rapaz aos beijos com a Lara.
        Agora você deve estar se perguntando: " Quem é a Lara?! " . Lara é a filha do diretor, mais conhecida com " A Megera " . A garota sempre tenta entrar para o grupo das " Patricinhas", mais nunca consegue pois é falsa e não tem nenhum pingo de carater.
        Lua, Melanie e Sophia haviam acabado de chegar... " Atenção, elas chegaram! " - Diziam. - As meninas eram populares por conversarem com todos, e não por serem mais bonitas ou coisas assim, mais... Se bem que elas são as mais bonitas de toda a escola. Elas sempre estam dispostas a ajudar a qualquer pessoa que precise, elas são do tipo de garotas com que você pode contar sempre.
        Lua é a líder do grupo, é firme e decidida não suporta falsidade e menitra, talvez Lua nem tenha ficado com tanta raiva de Arthur por ele ter traido-a em si, mais por ter escondido dela que estava afim de outra pessoa, ele mentiu para ela... É por isso que ela não o perdoa, por achar que ele tenha feito tal coisa a mais vezes... 
        Já Arthur, está com raiva por conta da Lua não acreditar no que ele diz: Dois teimosos, que se amam mais não querem dar o braço a torcer... Até quando duraria esse fim? Até quando eles aguentariam ficar longe um do outro?
      
[...]

        Lua avistou Arthur conversando com um grupinho de meninos do time de futebol e sorriu ao ve-lo. Ele parecia estar tão bem... Seria uma pena se ela estivesse bem melhor que ele... Ela estava disposta a fazer com que ele acreditasse que ela não esta sentindo nem um pouco de saudade dele.
        Arthur estava entretido na conversa com os amigos, mais por algum motivo os rapazes ficaram em silêncio e olhavam para algo, Arthur procurou para onde eles olhavam e seu olhar se encontrou com o de Lua que riu sarcástica, ele nem se deu ao trabalho de rir de volta, apenas virou o rosto. Não estava nem um pouco afim de olhar para ela, afinal ela não confia nele... E o que é uma relação sem a confiança? 
     
 – Amiga, ele te ignorou completamente ! 
 – Eu vi, Melanie... Não precisa falar em voz alta! 
  –  Nossa amiga, só queria te ajudar! 
 –  Desculpa, mas como ele pode ter feito isso, me ignorar ? Eu estou feia?  –  Lua perguntou olhando para si mesma e apontando para o corpo para que as amigas dissessem a ela . Mais elas negaram com  a cabeça, e Lua realmente não estava feia.... Muito pelo contrário ela estava linda! 
        Sua saia de prega azul-marinho, uma camiseta branca e um mini blazer da mesma cor e  usava nos pés usava um scarpin de camurça da mesma cor que a bolsa. Preto!. Ela estava muito bonita e isso Arthur não poderia negar, aquela saia deixava as belas pernas de Lua expostas, ela sabia que o Arthur odiava que ela usasse aquela saia, mais ela só fez isso para chamar atenção, Será que ele não gostou? - Se perguntava ela.
 – Vamos falar com os meninos!  –  Sugeriu Sophia.
        Lua a olhou com uma cara de poucos amigos e deu de ombros.
 –  Eu não vou!  
 –  Porque não? Vocês ainda podem ser amigos! 
 –  Me espanta como as vezes você consegue ser tão ingênua, Sophia!  – Falou Lua se estressando com a amiga, as vezes ela passava dos limites.
 –  Lua, até quando você vai ficar nessa ?  –  Perguntou Sophia colocando as mãos na cintura e a olhando séria.  –  Você gosta dele, o que custa dar uma segunda chance ? 
 –  Eu acho melhor, você não se intrometer nisso, Sophia...  –  Opinou Melanie.  –  Isso é um assunto que só desrespeito a eles, nós não devemos nos meter!  
  –  Exatamente !   – Disse Lua.
 –  Tudo bem!  – Disse Sophia se afastando das duas, Melanie encarou Lua que estava de cara feia.
 – Trate de melhorar essa cara, até porque quem escolheu isso foi você !  –  Melanie expôs sua opinião e como sempre Lua, não aceitou.
 –  Olhe Melanie, não se entrometa onde não é chamada!  –  Agora foi a vez de Melanie sair de perto da Lua, ela estava: Insuportável. Ela precisava do Arthur... O mais rápido possível! 
        Lua continuou parada no meio da entrada da escola, com uma cara nada boa... Algumas pessoas passavam e diziam um: " OI " , mais ela apenas ignorava, não queria falar com ninguém. Lua gelou quando viu Lara se aproximar dela. 
 – Ora, ora... Parece que a Luinha está sozinha, hoje!  –  Falou Lara debochando de Lua.  –  Ops, acho que ela está sozinha as férias inteiras, já que eu roubei o seu namorado!  –  Ela zombou e as suas seguidoras fiéis: Dani e Mari gargalharam de Lua, que deu um meio sorriso o mais debochado possível.
 – Larinha querida!  –  Chamou Lua, quando viu a garota se virar de costas .  –  Quem gosta de resto é cachorro!  –  Lembrou-a Lua.  – Agora eu sei que estava certa... Você realmente é uma cadela!  – vociferou Lua. 
        Lara se espantou ao ver Lua daquele jeito então tratou de sair dali o mais rápido possível.
 – Lua!  –  Chamou Melanie quando viu que a amiga estava prestes a ir atras de Lara.
         Lua procurou pela amiga e viu que ela estava ao lado de Chay, que por sinal estava perto de Arthur. Lua apenas ignorou e caminhou até a entrada da escola. Ela foi até o quadro onde informava aos alunos onde seriam sua devidas salas, ela procurou pelo seu nome e lá estava ele: Lua Blanco - 2001 . Ela saiu dali e foi até o segundo andar da enorme escola, em alguns minutos ela achou a sala 2001 e adivinhem? O grupinho de TODOS  os populares eram da mesma sala, tanto os meninos quanto as meninas... Esse ano vai ser difícil - Pensava Lua.
[...]
 –  Amiga, senta aqui!  –  Sophia apontou para uma cadeira ao lado dela e Lua se levantou e foi até ela.  –  Está melhor?  –  Perguntou Sophia.
 –  Acho que sim !  
 – Que ótimo!  –  Sophia sorriu e pegou o seu material dentro da mochila .
 – Falaram alguma coisa sobre mim... Ou... Sei lá... Perguntaram ?  –  Lua tentou ser discreta, mais Sophia mais do que ninguém sabia que ela queria saber se o Arthur tinha falado ou perguntado sobre ela.
 –  Ele não disse nada sobre você na nossa frente, até porque eu e a Mel somos as suas amigas!  
 – É eu sei... O Micael e o Chay não disseram nada ?  –  Lua perguntou um pouco nervosa, será que ele havia deixado de se importar com ela ? 
 – O Micael não me disse nada... Já o Chay eu não sei, pergunte para a Mel!  
 – Tá, depois eu pergunto!  –  Melanie tinha se sentado do outro lado da sala ao lado de Chay que estava na frente de Arthur, Lua quer estar perto dele, mais não quer... É algo tão confuso! 

       A mesma coisa era o Arthur, mal podia olhar para ela e já queria agarra-la, queria poder beijar cada parte do seu corpo... Ele a queria, mais do que nunca! 
 – Cara, vai lá e fala com ela !  –  Aconcelhou o Chay.
 – Chay, não se intromete !  –  Pediu Melanie 
 –  Relaxa, amor !  –  Falou Chay
 – Não, não se intromete mesmo!  –  Avisou Arthur.  – Isso é uma coisa minha e dela, não de vocês !  –  Falou ele olhando para frente onde haviam algumas pessoas sentadas na mesa esperando pelo professor.
 –  Valeu! 
         Arthur olhou para o lado e viu Lua conversando com Sophia, era muito ruim não poder  te-la em seus braços... Mas o que era pior ainda era não poder nem falar com ela...
                                                        A não ser que...  
[...]
 –  Vamos a fila do refeitório vai ficar enorme !  –  Lua apressou Sophia que guardava o seu material sem a menor pressa.
 –  Só um minuto, tenho que colocar tudo no seu devido lugar!  –  Avisou.
        Lua começou a bater o pé impaciente e então ouviu a voz do Arthur ecoar pela sala quase vazia, sendo preenchida apenas por ela, Sophia e Arthur.
 –  Assim vai acabar furando o chão!  –  Falou Arthur enquanto se levantava da sua carteira e ia em direção a Lua, que ficou com as pernas bambas só de ouvir a voz do ex.
 – E o que você tem haver com isso ?  –  Perguntou ela indignada, como ele ainda tem a coragem de dirigir a palavra a ela ?
         Arthur deu de ombros e se aproximou mais da garota que recuou um pouco. Ficar próxima a ele, seria um perigo! 
 –  Isso é pra você !  –  Arthur jogou um papel na mesa de Sophia que pegou o papel e abriu-o rapidamente e então levantou-se sorrindo e disse.
 –  Luh, leva as minhas coisas para o refeitório... Preciso fazer uma coisa, é muito importante !  –  Disse Sophia já saindo da sala, Lua bufou e revirou os olhos. Ela me fez esperar ela arrumar essas babacadas de materiais para no final ela sair eu eu ter que guardar essas porcarias ? . Lua pegou alguns lápis que estavam espalhados sobre a mesa e Arthur a observava atentamente.
 –  Vaza, garoto!  
 – Não tô nem um pouco afim!  
 – Não estou perguntando se você está afim ou não, só quero que você saia... Afinal o recreio é lá fora e não aqui dentro!  –  Lua disse o mais ríspida possível, mais Arthur estava disposto a irrita-la ao máximo.
 –  Eu saio se eu quiser e quando eu quiser !  –  Respondeu Arthur grosseiramente.
         Lua respirou fundo e guardou o material de Sophia na mochila, e então se virou para sair daquela sala. Mais isso não foi possível pois Arthur estava no meio da sua passagem.
 – Sai da minha frente !  –  exigiu ela.
 – Não!  –  Arthur deu um sorriso cínico e então Lua largou a mochila de Sophia pelo chão e começou a estapear o garoto.
 –  Seu. Idiota. Me. Deixa. Em. Paz!  –  Ela não parava de agredi-lo e então ele segurou os pulsos de Lua e a olhou bem nos olhos, e então os dois tiveram certeza de que se amavam, mais esse não era o problema, o problema era... Quem cederia primeiro?  . Arthur tentou se aproximar mais da garota, mais foi surpreendido por um tapa, ele sentiu seu rosto queimar na hora e então perdeu o mísero de paciência que ainda o restava.
 – VOCÊ ESTÁ LOUCA ?  –  Perguntou ele com a mão no local onde ela havia acabado de dar o tapa.
 –  Louco está você, que achou que eu deixaria você me beijar novamente !  –  Ela respondeu e agachou para pegar a mochila de Sophia .
 –  ISSO NÃO VAI FICAR ASSIM!  – Ele disse furioso.
 –  Vai me bater? Agora além de traíra é um covarde ?  –  Lua debochou e Arthur bufou de raiva
 – EU NUNCA BATERIA EM UMA MULHER, MAIS EU VOU ME VINGAR DE VOCÊ LUA, PODE ESPERAR !  – Ele avisou e Lua negou com a cabeça achando graça.
 –  Você não passa de um babaca, Arthur, some da minha vida!  –  Pediu ela. 
         Lua estava sendo muito ruim para o Arthur, mais ele precisava disso. Precisava saber que com mulher não se brinca, e ele brincou com os sentimentos da mais teimosa e durona de todas. Lua saiu esbarrando em Arthur que agora já não tinha mais tanta certeza de que irritar a Lua seria a ' coisa ' que os juntariam novamente.
                          Se é guerra o que ela queria, era guerra que ela iria ter!


...

E aí gostaram?
Até semana que veem meus amores! 💓

10 comentários:

  1. Hahaha ja shippei *yasmim

    ResponderExcluir
  2. Ta tipo, muito boom!! Posta maiiis!!!
    Xx Beca

    ResponderExcluir
  3. Adore quero mais

    ResponderExcluir
  4. Ameiiiiii de maisssssss..... Posta maissss!!!!!

    ResponderExcluir
  5. ♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥♥

    ResponderExcluir
  6. Nossa
    Muito bom

    ResponderExcluir
  7. mirella vasconcelos08/08/2014 19:16

    Posta mais

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo