22 de ago de 2014

Por favor, me ajude! - Capitulo 2

Hey meus amores, espero que esse capitulo tenha a mesma (ou até mais) repercussão que o anterior teve, então comentem muito, deem ideias, opiniões... Boas ou ruins... Enfim... É isso e espero realmente que vocês curtam ! (y) :) :D
Bjks! : **
Boa Leitura! 



2° Capitulo:  Eu sempre vou te ajudar!

         O dia já tinha amanhecido, Lua nem pregou os olhos durante a noite. Ela não parava de pensar em uma solução para isso tudo que está acontecendo, ela nem sabe como engravidou... Pode ter sido na noite em que ela saiu para ir em uma balada da cidade com os amigos e acabou bebendo muito, talvez ela tenha feito coisas por lá... Até porque ela não se lembra de ter feito sexo com os seus parceiros anteriores sem a camisinha... E que ela se lembre, ha tempos não transa!
        Sua noite tinha sido muito difícil, não tinha mas para onde correr ou tentar se esconder. Ela tem que encarar os fatos... O Arthur não ajudou ela, seus pais iriam a matar, mas pelo menos ela estaria com o seu bebê. Ela está muito feliz por estar grávida, mas diante de tudo de errado que ela fez acaba sentindo raiva de si mesma por ter sido tão irresponsável, ela sempre quis ter um filho, mas não tão cedo... Mas se Deus quis assim, quem  seria ela para querer o contrário?!
        Lua se levantou e tomou um banho demorado, lavou seus lindos cabelos negros e pensou até em desistir de tudo e fugir com o seu bebê, afinal, quando os seus pais descobrissem que ela está grávida e que ainda não sabe quem é o pai, eles iram matá-la ou melhor... Eles irão escorraça-la de lá... E ela não queria isso.
        Ela então saiu de seu banho e vestiu um vestidinho branco e calçou o chinelo, penteou os cabelos e então ouviu o seu celular tocar... Era o Arthur.
 – Oi...  –  Disse ela desanimada.
 – Oi, querida !  –  Sua voz era tão calma, isso a confortava tanto!  –  Já estou a caminho da sua casa, me espere... Okay?  
 –  Tá!  –  Ela falou sem muita certeza de que o esperaria mesmo.
 – O que está acontecendo, Lua? 
 –  Nada
 – Como nada... Sua voz me parece trêmula... O que está tramando?
        Lua mordeu o lábio inferior e revirou os olhos... Ele a conhecia como ninguém!
 –  Eu estou bem... Não vou fazer nada... Venha logo!  –  Talvez o que ela tivesse pensado no finalzinho do banho fosse uma terrível loucura, o Arthur estaria com ela, Sempre!  – Beijos! 
 –  Beijos 
         E então desligaram...
        Alguns minutos depois Lua ouviu o carro do amigo estacionar na frente de sua casa e se levantou rapidamente de sua poltrona e foi ver se era ver ele mesmo, e ela estava certa... Era ele mesmo. Ela correu até o andar de baixo de sua casa e quando ouviu a campainha tocar ela gritou.
 –  EU ATENDO!  – E assim que ela abriu a porta, viu Arthur ali... Parado... Tão lindo... Ele estava tão descontraído que nem parecia saber o que ela estava prestes a contar aos pais. 
        Arthur aproximou-se de Lua e a deu um abraço tão apertado que a menina nem conseguiu se controlar, começou a chorar... É tudo o que ela precisa... Um abraço... Não de qualquer um... Mais do seu amigo e dos seus pais!
[...]
        Lua já tinha chamado os seus pais para conversar com eles, todos estavam sentados na sala, Cláudia e Billy sentados um do lado do outro no sofá e Lua e Arthur em uma poltrona que ficava ao lado do enorme sofá vermelho.
 – Vamos, Lua... Diga!  –  Cláudia já estava nervosa e ao perceber que a filha não conseguia falar ficou mais nervosa ainda... Ela sabia que tinha algo de errado!
 –  Então... Dona Cláudia!  –  Vendo que eu não tinha nenhuma coragem de falar o Arthur tomou as rédias da história .
        Minha mãe assentiu encorajando-o a falar e ele então limpou a garganta falou.
 – A Lua tá grávida !  

POV LUA:       
Minha mãe ficou intata, já o meu pai me encarou e negou com a cabeça. Eu busquei a mão do Arthur e quando encontrei-a a apertei forte, eu suava frio e tremia. Eles iram me matar !
 – Quem é o pai?  –  Meu pai perguntou, não consegui distinguir se ele estava ou não com raiva, até porque ele não veio para cima de mim para me dar uns bons tapas. Então levei isso como um não, ele não está com raiva
         Eu olhei para o Arthur com os olhos cheios de lágrimas e ele me olhou também, em alguns segundos eu fechei meus olhos e então respirei fundo e esperei o Arthur dar  a notícia.
 – Eu!  –  Falou o Arthur um pouco receoso.
        Naquele mesmo momento meu coração parecia querer sair de dentro de mim, pelos tantos pulos que ele dava. Eu olhei para o Arthur que ainda olhava para frente e então dei um meio sorriso. Eu o amo tanto! . Eu já não estava com um peso sobre minhas costas; 
        Todo mundo deveria ter um amigo como o Arthur Aguiar .
        Deixando toda a minha emoção de lado, voltei a prestar atenção na feição dos meus pais, minha mãe parecia ser a mais assustada, meu pai apenas mexia a cabeça negativamente e passava as mãos pelo rosto de 10 em 10 segundos. Minha mãe então se levantou e veio em minha direção. 
Agora que ela vai me matar! 
[...]

– Parabéns, filha! –  Ela deu um meio sorriso e então eu soltei a respiração que eu mal tinha notado que prendia.
Eu me levantei para abraça-la. Nunca imaginei que seria tão fácil assim! 
– Obrigado, mãe! –  Agradeci a soltando do abraço e então ela foi cumprimentar o Arthur.
– Parece que você era bem mais que um " amigo" dela, certo? –  Arthur ficou pálido no mesmo momento.
E eu fiquei vermelha no mesmo momento.
–  Esse safado, engravidou a minha filha! –  Meu pai que até então se mantinha calado se levantou do sofá e veio em direção ao Arthur, mas então eu entrei na frente.
– Pai! –  Repreendi-o
– Saia da frente, Lua. –  Ele ordenou e eu continuei. –  Saia! –  Berrou.
–  Não! –  Respondi ele, que virou as costas e voltou para o seu lugar.
– Isso foi falta de umas palmadas, Cláudia! –  Ele respirou fundo passando as mãos grandes pelo rosto.– Moça descente não engravida antes do casamento! – Minha mão bufou e foi para perto dele e passou a mão pelo seu cabelo.
– Não há mas nada o que fazer, Billy! 
Meu pai apenas assentiu e se levantou novamente .

–  Você vai ter que se casar com a minha filha! –  Meu pai falou, e todo o meu alívio que por alguns minutos haviam passado, foram substituídos pelo meu nervosismo. Eu olhei para o Arthur e ele continuava pálidoEu tenho que ajuda-lo, sei que ele adora essa vida de mulherengo !
–   é pecado casar grávida ! – Menti
–   Como é que é? –   Minha mãe perguntou.
–   Isso mesmo! – passei a mão pela minha barriguinha ainda pequena. –  Hoje em dia é considerado, pecado! –   Repeti a mentira mais mentirosa do mundo... Claro que não é pecado, até porque hoje em dia o que mais se vê são mulheres grávidas casando!
–  Você só pode estar achando que eu sou algum idiota, não é mesmo, Lua? –   Meu pai parecia estar furiosa, mas sei que no fundo ele iria acabar aceitando.
–   Não, pai... De jeito nenhum! 
–  Você já pecou, minha filha... Um pecado a mais não faz mal!         –   E eu achando que minha mãe iria me ajudar.
–   Mãe! –   A repreendi. –   EU não vou me casar, antes de ter o bebê! –   disse por fim.
–  Então, aqui você não vai morar ! –   Meu pai completou dando um risinho irônico.
–  Tá! –   Falei e peguei a mão do Arthur. Levanto-o até o meu quarto.
[...]
  Narrador:
 – Pra onde você vai?  –  Arthur perguntou um pouco confuso, porque a menina não tinha muitos lugares para ir... 
 – Pra sua casa !  –  Lua falou com a maior naturalidade possível, mas Arthur se espantou... Ele quer privacidade e com uma mulher na sua casa e ainda por cima grávida, ele não teria! 
 –  Mas Lua...  –  Lua nem deixou o rapaz terminar de falar.
 –  Eu sei, eu sei... Você quer privacidade para ficar com mulheres na sua casa, mas comigo lá isso não vai rolar e blá, blá, blá...  –  Revirou os olhos.  – Eu juro que não atrapalho, se alguma das suas garotas toparem comigo na cozinha, digo que sou sua irmã!  –  Arthur estava incrédulo.         
        Ela havia pensado em tudo! 

 *********

Minha nossa, que proposta indecente essa da Lua eim....
Foi um baque pro Arthur, tomara que dê tudo certo mesmo.
Adoreeei
Resposta: Ahaha, sério que tu achou indecente? *o* Ela só tava pedindo uma ajudinha... ahahaha' ... Obg por comentar! Bjks! : ** 

mirella vasconcelos08/08/14 20:38
To amando sua web ta boa demais
Resposta: Obrigado amore, espero que continue gostando e acompanhando! ;) Obg por comentar, bjks! : **

Eu achei simplesmente P-E-R-F-E-I-T-O, sério, ta muito bom!! Posta maiiis!!!
Xx Beca

Resposta: Aaaaaaawn, obg amore... Espero que continue gostando e acompanhando, bjks! : **


13 comentários:

  1. Ta simplesmente perfeita, em outras palavras... Tá muito foda, vc tá se superando a cada capítulo, pena que quase não posta. Então posta mais gata
    Xx Mila Mozart

    ResponderExcluir
  2. Erica Vasconcelos22/08/2014 20:05

    Amei..ta maravilhosa...posta +++++

    ResponderExcluir
  3. Cara eu já quero os dois se pegando , tipo a lua vai ficar morta de ciúmes quando ver o thur com outra Xx adaline

    ResponderExcluir
  4. Q Divoo!!! Ta demais!!! Vai demorar muito para eles perceberem q gostam um do outro??? To anciosaa!!
    Continuaa
    Xx Beca

    ResponderExcluir
  5. Não Viih num é nesse sentido kkkk do indecente é que pegou ele de surpresa kkkk
    É todo mundo devia ter um amigo desses *O*
    Kkkk Lua pecadora u.u sera que vai rolar sentimentos com ela morando com Arthur? *O*
    Ta de maaaaais de boaa sua Fic, Viih ❤

    ResponderExcluir
  6. mirella vasconcelos23/08/2014 12:19

    Bem que o thur podia se apaixonar pela lua e pedir ela em namoro ia ser tao lindo.posta +++++++++

    ResponderExcluir
  7. Mais, Lua é Arthur tem que começar a se gosta logo. mais tomara que não apareça uma piriguete pra atrapalhar
    xxAdriana

    ResponderExcluir
  8. Maiiiis *---* Tá super fofo o capítuloo <3 Posta mais durante a semana :(

    ResponderExcluir
  9. ++++++++++++++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo