2 de jul de 2014

Gêmeas Unlike 62º Capitulo




                                                                "Felizes finalmente!"


Ultimo capitulo:


Pov Lua:

As lágrimas começavam a sair de meus olhos, assim que vi minha imagem naquele espelho.
-Awnt gente ela esta chorando!- disse a Sophia secando os olhos.
-Achou feio? Err... porque eu posso concertar.- disse Fred meio desesperado e eu ri da cara de espanto dele.
-Esta perfeito Fred. Eu amei.- disse ainda emocionada.
-Então minha irmã linda agora esta morenaça- disse a Luma rindo mexendo em meus cabelos.
-Pois é o Arthur que se segure porque agora que a Lua está mas gatona do que nunca. Vai fazer fila de caras gatinhos na sua porta.- disse a Chelle rindo.
-Nossa que bela irmã é você em Michele?- falou sarcasticamente a Mel.
-Melzinha quem?
-Quem o que Chelle?- ela perguntou ingênua.
-Te perguntou alguma coisa.- ela disse dando uma gargalhada.
-HAHA. Que engraçado.- disse a Melzinha e entre gargalhadas e risos passou-se mas um dos meus últimos dias aqui nos Estados Unidos, com a minha família e amigos que guardarei para sempre em meu peito.

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~Algumas horas 
depois.

-Você não gostou do meu visual novo?- eu perguntei bicuda e emburrada.
Afastando-me dele.
-Não é que eu não gostei Lu. Eu só disse que amava seus cachinhos dourados minha linda.- disse o Arthur me puxando para ele.
-Sim! Você praticamente me disse que não gostou.- eu disse e ele riu.
-Lua minha pequena. Você é linda de qualquer jeito e eu vou te amar do mesmo jeito.- ele disse.
-Serio?- eu perguntei indecisa.
-Serio! Ate se um dia você decidir aparecer careca na minha porta eu vou te amar do mesmo jeito princesa.- ele disse e eu gargalhei alto.
-Ei! O que foi?- ele perguntou confuso.
-Nada de mas, é que em menos de um minuto você me chamou de Linda, pequena e princesa.- eu disse rindo mas ainda com o bico que ele montou em seu rosto.
-Muito obrigada Maria.
-Não me chama de Maria. – eu disse rápido parando de rir.
-Sim Maria, eu aqui sendo romântico e você rindo da minha cara.- ele disse.
-Primeiro: Para de me chamar de Maria.
Segundo: Eu ri mas que você fofo sempre ah isso você sempre é.-eu disse depositando um selinho em sua boca.
-Uh você me acha fofo?- ele perguntou me dando outro selinho.
Só que mas demorado.
-Sempre.- eu sussurrei em sua boca.
Não foi nem mas um segundo e nossas bocas se encontraram.
E seus braços cercaram minha cintura me puxando para ele.

Um dia antes da viajem para Manchester:

Eu estava em meu quarto na casa de meus pais quando o meu celular tocou:
Atendi sem prestar atenção em quem ligava.
-Alô?- eu perguntei.
-Err... oi Lu!- disse a voz do Matt.
-Oi Matt. – eu disse tirando uma das malas de cima da cama e sentando com as pernas dobradas.
-Iai como anda? – ele perguntou.
-Muito bem.- eu disse sorrindo ao lembras do Thur.
-Faz tempo né que agente não se fala.- ele disse meio receoso.
-É Matt?
-Oi Lu.
-Eu queria me desculpar com você. Por tudo- eu disse.
-Se desculpar porque Lu? Por não ter se apaixonado por mim?
-Bem. É.
-Lu, você é a pessoa que menos tem culpa. E eu fiquei feliz por você estar fazendo um dos meus amigo muito feliz.
-Serio? Você é tão compreensível Matt que eu nem sei o que dizer.
-Não precisa dizer nada. Lu?
-Oi?
-Você sabe se a Luma tem saído com alguém?- ele perguntou e eu estranhei.
-Que eu saiba não! Porque?
-NADA!- ele disse rápido e alto.
-Ok.
-Então Lu eu liguei mesmo para te desejar boa viagem.- ele disse tímido
-Awnt Matt. Obrigada.
-Não tem de que. Então Lu eu tenho que desligar.
-Tá Matt. Tchau beijos.
-Tchau Lu beijo.
E nos desligamos e eu sorri aliviada de saber que eu tenho realmente um, mas um amigo ao em vez de um inimigo.

Dia da viagem para Manchester:

5 minutos antes do voo.

-Mãe para de chorar.- eu disse com os dentes cerrados.
-No dia em que você for mãe você vai me entender.- ela disse soluçando.
-Esta bom mãe.
-Está bom o que? Você que não me invente, esta ouvindo Lua Maria Blanco?
-Invente o que mãe?
-Engravidar do Arthur.- ela disse simplesmente me deixando roxa de vergonha enquanto o Arthur gargalhava alto.
-Que fofo minha gatinha com vergonha.- ele sussurrou em meu ouvido.
-Cretino!- eu disse só para ele com os dentes cerrados.
E ele levantou as mãos em sinal de rendimento.
Terminamos de nos despedir de todos, tanto nossos pais quantos amigos.
-Vamos?- ele falou segurando a minha mão firme.
-Sempre.- eu disse apertando forte a sua mão e nos embarcamos para a nossa vida.
Para a nossa NOVA vida.
Para o nosso futuro juntos, para a nossa felicidade que estava finalmente por vir.

                                          Fim...

Ai chorando litros!
Gostaram?
Querem epilogo?
Se tiver muitos comentários eu posto um.

9 comentários:

  1. Posta epilogo
    Please

    ResponderExcluir
  2. Ameii

    Ass: Patricia

    ResponderExcluir
  3. AHHH....ameiiii lindo de maissss... perfeita de maisss pena que acabou

    ResponderExcluir
  4. Awnt que lindo!

    ResponderExcluir
  5. Amei a web, pena que acabou

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo