10 de jul de 2014

8°Capitulo: O melhor amigo do meu amor // EU MEIO QUE FIZ DE PROPÓSITO

Comenteeem, até mais! :)


        Eu me tranquei dentro de uma cabine do banheiro e cai no choro, certo eu não tenho um motivo pra isso, mais eu gosto dele e ver ele com uma vadia qualquer me da raiva e eu não gosto de sentir raiva e pior não gosto de chorar... - Os soluços começam a aparecer - O Arthur sempre foi o último cara que eu pensei que me faria chorar algum dia, mais eu estava mesmo enganada ele foi o primeiro... Eu não acredito. - Ouço alguém me chamar e tenho quase certeza de quem seja, mais custo a acreditar.  - 
 - Lua?!  -  A Sophia bate na porta da minha cabine e eu prendo a respiração pedindo em uma oração silenciosa que ela não perceba que eu estou aqui.  - Vamos Lua, eu sei que você está aqui!  -  Bateu novamente e eu não consegui mais segurar cai no choro novamente e coloquei a mão na boca para não fazer tanto barulho, mais eu não posso me esconder, se ela quiser brigar, vamos brigar ! 
 - O que ?  -  Falei ainda de dentro da cabine a minha voz saiu mais alta e grosseira do que eu imaginava, talvez seja por eu tenho esse dom de descontar a minha raiva nas pessoas que não tem nada haver com o assunto, esse é um dos meus piores defeitos.
 - Sai já daí e não se atreva a chorar por um homem!  - A Sophia me pareceu a Sophia minha amiga e não a rival. Eu sequei o meu rosto com as costas da minha mão e assoei o meu nariz com um papel higiênico, descartando-o depois de usado dentro da lixeira. Abri a porta e vi a Sophia me esperando, e tive certeza de que era a minha amiga de volta. Eu queria não ter voltado a chorar mais isso foi impossível eu só queria um abraço e queria chorar até as minhas lágrimas secarem.  Como se tivesse lido o meu pensamente Sophia abriu os braços e eu caminhei até ela, a abraçando o mais forte que podia, não sei se essa nossa ' reconciliação ' vai durar muito tempo após eu dizer que estou completamente e incessavelmente.  -  Pare de choramingar está molhando toda a minha roupa, e ela é nova!  -  Eu a soltei e sorri, ela pode até parecer uma patricinha fútil, mais eu sei que ela é tudo menos isso, ela é acima de tudo minha amiga, não pode me ver chorar que já deixou as brigas de lado e veio me consolar...   Eu voltei a secar o meu rosto e por um momento me olhei no espelho, que estava atrás da Sophia, e olha... Eu estou horrorosa, minhas olheiras estão visíveis, minha maquiagem não existe mais, minha boca está completamente inchada... É um desastre! - 
 - Desculpa!  - Eu falei com a voz calma e baixa, como quase em um sussurro.
 - Porque você está assim? Foi por minha culpa não foi, eu sei que você gosta do Mika e tal. Eu meio que fiz isso de propósito, beijei ele assim que chegou... E desculpa eu não devia...  - Ela tagarelou e eu neguei com a cabeça.
 -  Não estou chateada com isso!  -  Deixei claro.  -  Estou chateada por estar apaixonada por um idiota, que não consegue enxergar isso... E eu devia ter te escutado, não devia ter me aproximado do Arthur...  -  Ela me pareceu chocada, agora a nossa amizade vai acabar para sempre, porque eu tô apaixonada pelo mesmo cara que ela e lá vamos nós duas rivais novamente.
 - Você tá apaixonada pelo Arthur ?  -  Ela perguntou mexendo no cabelo tentando disfarçar o nervosismo, mais eu a conheço...E sei que ela não gostou nada de saber disso, eu não tive coragem de falar eu apenas assenti e esperei que ela me xingasse ou algo do tipo, mais ela não fez, apenas assentiu com a cabeça e desviou o olhar.  - Eu sabia que uma hora isso iria acontecer... Por isso tratei de dar o meu jeito, eu acho que também estou meia que apaixonada... -  Eu assenti, na verdade eu já sabia que ela estava afim do Arthur.  - Pelo Micael!  -  Que? Isso tá meio confuso.
 -  Não consigo entender !  -  Falei, um pouco receosa .
 - Bom... Eu tenho quase certeza de que você reparou que eu estava afim do Arthur, mais desde quando vocês voltaram a ser amigos eu venho conversando com o Mika e achei que ele tem mais a ver comigo do que o Arthur, eu ainda gosto do Arthur, mais não é uma paixão ou algo assim, eu só gosto dele como um amigo, eu comecei a ver o Micael com outros olhos no dia em que eu sai da casa do Arthur chorando por ele ter me expulsado de lá. Ele foi a primeira pessoa em que eu pensei ligar e quando eu liguei ele me ajudou tanto, foi até a minha casa me consolou...E ele ganhou meu coração... Assim, cuidando de mim e de uma hora pra outra o meu encanto pelo Arthur se apagou e o brilho da paixão que eu sinto pelo Micael se acendeu e eu não quero que se apaguei ou desapareça tão cedo! ...  - Ela mordeu os lábios e depois sorriu ao ver a minha cara espantada, eu não imaginei que ela estava sendo... ' amiga ' do Micael assim como eu ' era ' ? do Arthur.
 - Isso é muito bom...  -  Eu sorri, estava mesmo muito feliz por ela, mais por mim estava numa tristeza incrível... Não sabia que era possível uma pessoa ficar tão triste, agora eu sei porque as pessoas se ' trancam ' para o amor, se tornam mal-amadas ou coisa assim... Essa dor é insuportável e ninguém a não ser quem a causou consegue faze-la passar .  -  E eu espero que vocês sejam muito, muito felizes !  -  Falei, talvez eles já estivessem namorando... Ou sei lá... Ficando assim como eu e o Arthur, talvez se a vadia não tivesse beijado e abraçado ele, nós estaríamos nos agarrando por ai... E só de me lembrar dos beijos dele, já sinto uma vontade imensa de voltar a chorar, faço um bico indicando o choro e a Sophia fecha a cara como se não fosse para eu voltar a chorar.
 -  Sossega aí!  -  Ela falou e eu parei imediatamente, ninguém quer ver a paty brava!  - Eu vou dar um jeito no Arthur, você fica tranquila que tudo vai dar certo pra você... E não eu e o Mika só estamos... Ficando!  -  Falou e eu assenti.
 -  Não quero que você fale nada sobre eu estar apaixonada por ele, e nem diga nada a Melanie afinal ela é a irmã dele e não conseguiria ficar com a boca fechada, então se for falar com ele diga que ele é um idiota, imbecil, que eu não quero nunca mais ver ele, nem pintado de roxo!  - Falei e depois quis concertar .  - Quer dizer diz a ele que eu não queria ter chamado ele de idiota, foi só uma brincadeira!  -  Falei, afinal eu não quero perder o contato com ele... A Sophia sorriu e negou com a cabeça - 
 -  Você realmente está apaixonada !  -  Ela afirmou e eu dei um meio sorriso envergonhado.  -  Lave o rosto e vamos sair do banheiro antes que alguém entre aqui.  - Eu apenas assenti e lavei o meu rosto e depois sai do banheiro e voltei para o refeitório, graças a Deus o Arthur não estava mais lá, mas em compensação eu tive que ficar com a Mel e o Chay, a Sophia e o Micael em um maior chamego, ou seja... Uma vela, triste e solitária

2 comentários:

  1. Maiiiis <3 Amo essa web <3 Continuaa <3

    ResponderExcluir
  2. posta mais por favor to amanado a web ++++++ ♥ ♥ ♥ ♥

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo