23 de jul de 2014

10°Capitulo: O melhor amigo do meu amor // Exorbitantemente e demasiadamente... Sim! - Último capítulo

Boa Leitura! :)


       Quando eu cheguei em casa fui direto para o meu quarto, eu já não conseguia mais chorar... EU só conseguia sentir vergonha de mim, e ódio dele... Por não ter feito nada, ele não foi atrás de mim... Ele nem riu do que eu falei, ele ao menos se levantou e me impediu... Ou seja eu fiz papel de ridícula na frente dos meus amigos, por que eu sou uma idiota, eu não deveria ao menos ter saído de casa, eu sabia que isso não acabaria bem... Mais eu pensei que o Arthur fosse menos rude e mais compreensível... Eu nem deveria ter me aproximado dele de novo, eu sei do que ele é capaz e eu sei que não foi por ele me chamar de " Tampinha " que nós não nos afastamos.

        Minha mãe e eu estávamos indo até a escola, eu usava um vestido novo... Eu e o Arthur estávamos namorando e ele me disse que tinha um presente para me dar... Então eu achei que eu deveria me arrumar mais nesse dia, para que ele pudesse ver o quanto eu gosto dele! 
        Quando eu e a minha mãe estávamos chegando na escola ela me deu a minha mochila e disse para que eu fosse rápido antes que eu me atrasasse . Então ela me deu um beijo e eu corri até a entrada da escola, já não tinham mais crianças nos corredores, estava tudo vazio, exceto uma sala onde estava o Arthur e uma menina. 
        Eu fiquei ali escondida por alguns minutos até ver que ele a abraçou e a deu um beijo, ela sorriu... Depois de alguns segundos ele pegou uma caixinha de dentro da mochila e deu para a menina que sorriu encantada e o agradecei com um selinho, a essa altura eu já não era mais capaz de enxergar nada, meus olhos já estavam tão lagrimejados que eu só via borrões... Eu sai dali o mais rápido que pude e sai da escola escondida... Sai pela rua a procura da minha mãe que a poucos metros eu encontrei... Ela me abraçou e disse que ficaria tudo bem... 

        E ficou... Dessa vez não vai ser diferente... Tudo vai ficar bem, mesmo que demore... Eu sei que um dia todo o meu sofrimento vai passar, o amor não... Mais a dor... Sim !
        Eu custava a acreditar que eu tinha caído de novo na mesma cilada só que agora eu tinha conseguido com que ela fosse maior e mais vergonhosa . 
        Eu coloquei um pijama e me deitei na cama... Seria mais uma noite de sono perdida por culpa do Arthur, e eu me sinto tão idiota por isso! 
[...]

        Eu sabia que não conseguiria pregar o olho a noite toda. E mesmo que eu estivesse morrendo de raiva do Arthur bastava só ele me olhar que toda a minha raiva contra ele iria desaparecer. Eu me levantei da cama, calcei as minhas pantufas e fui até o banheiro fazer a minha higiene  matinal. Tempos depois eu desci até a cozinha para pegar um pouco de café, ou algo que me esquentasse, já que o dia não era um dos mais quentes .
 - O que foi, querida ?  -  Minha mãe perguntou quando viu que eu ainda estava de pijama, e o pior com a cara completamente inchada e feia .
 -  Não é nada mãe !  -  Falei servindo um pouco de café para mim em uma xícara grande .
 - Eu vi quando você chegou ontem!  -  Ela falou e eu dei de ombros.  -  Porque chorava ?    -  Ela se aproximou e afagou os meus cabelos.
 -  Por amor!  -  Eu falei entortando os lábios, estava prestes a chorar...
 - Oh, querida !   -  Ela me  abraçou e eu chorei... Eu estava cansada ... Muito cansada!  -  Vai dar tudo certo!  -  Ela me falou e eu dei um meio sorriso me afastando de seu abraço.
 -  Eu sei que vai!  -  Falei e sequei as minhas lágrimas.  -  Vou ficar ali na varanda... Qualquer coisa me chama!  -  Eu falei, depois de crescida eu nunca tinha chorado na frente da minha mãe...Mais dessa vez foi preciso, porque o único garoto que eu amei de verdade é o mesmo garoto que me faz sofrer sempre... 
        Pego a minha xícara de café e saio de casa em rumo a varanda... O dia de hoje é frio e muito nebuloso... As nuvens carregadas por uma cor cinza escura. Eu me sentei no chão da varanda e coloquei a xícara de café ao meu lado,  cruzei as pernas e olhei para frente afim de achar alguma coisa que me fizesse tirar o Arthur da minha cabeça ou o fato de eu ter pagado um mico na frente de todos os meus amigos.
        É em vão porque tudo o que eu e o Arthur vivemos volta a tona na minha mente, desde o dia em que ele aceitou me ajudar com o Micael até o dia em que a gente ficou se agarrado no meu quarto... 
**
-   éé... -  Tentei pensar em alguma coisa, mais nada me vinha na cabeça. - Cade a Mel?  -  Droga... PORQUE EU PERGUNTEI ISSO ? Que idiota, Puta que merda!.

 -  Me diz você, né Lua?  -  Arthur perguntou achando graça.  -  Ela estava com você e a Sophia a uns 15 minutos atrás !  -  Falou rindo e eu corei na hora.  -  Fala logo o que você quer, REALMENTE .  -  Disse dando ênfase a última palavra.
**
        Ele é o único cara que me conhece de verdade... Ele é o único cara com que um dia eu falei de mim, sem me sentir envergonhada... Ele é o único cara com que eu me sinto bem, me sinto confortável.

**
 -  Porque eu poderia não ter aceitado te ajudar!  -  Falou contando nos dedos.  -  Porque eu poderia te fazer passar vergonha, porque eu poderia falar alguma coisa errada pro Micael e...  -  Interrompo Arthur na mesma hora.
 - PELO AMOR DE DEUS ARTHUR NÃO FAZ ISSO COMIGO!  -  Meus olhos lacrimejaram e eu vi Arthur começar a rir. -  Ta rindo de que ? -  Perguntei já ficando com raiva.
**

        Ele é o único cara que eu sinto raiva e ao mesmo tempo não sinto. 
        Eu não vou mais me martirizar mais, afinal a culpa não é só minha... Eu estou muito cansada de tudo isso...  - E as lágrimas voltaram a cair... Eu tentava parar de chorar mais eu fazia esse esforço em vão porque nunca adiantou. Então eu chorei, porque era tudo o que eu podia fazer naquele momento eu estava tão... Vulnerável! 

 - Lua ?  -  Meus olhos procuraram pela pessoa que falou... É o Arthur! . Eu não consegui falar, apenas abaixei o olhar para as minhas mãos frias...  - Posso me sentar com você?  -  Pude sentir ele se aproximar, um arrepio percorreu todo o meu corpo apesar do meu pijama ser bem aconchegante. Eu dei de ombros sem olhar para ele e continuei olhando as minhas mãos.  - Desculpa, por não ter feito nada ontem!  -  Ele falou, eu sei que ele está me olhando... E sei que ele sabe que eu estou chorando... E ele sabe que o motivo de eu estar chorando é Ele! 

         Ele se sentou ao meu lado e eu pude sentir os seus olhos em cima de mim, pude sentir a sua respiração ficar acelerada assim como a minha. 
 - Eu sei que fui um bobo por não ter, reagido !  -  Ele falou e eu olhei para frente... Para rua onde alguns carros passavam e a chuva começava a cair .  -  É que... Eu fiquei sem palavras... Eu não acreditei, eu queria ter te abraçado, te beijado... E ter dito o que eu sinto pra você !  - Meus olhos estavam marejados, eu queria chorar mais não deixava isso acontecer . Seja forte, Lua!  - Eu queria ter te dito que eu te amo exorbitantemente e  demasiadamente muito! - Ele falou e eu neguei com a cabeça dando um meio sorriso, eu não podia acreditar que isso está acontecendo...
 - Eu queria ter te dito que desde quando eramos crianças eu tinha esse sentimento por você, e quando a gente brigou eu sofri tanto... Foi uma coisa horrível ter que aprender a viver longe de você e eu não quero passar por isso de novo!  -  Eu mordi os lábios e fechei os olhos deixando uma lágrima solitária escapar .  -  Eu queria te dizer que os melhores momentos da minha vida eu passei ao seu lado, e que eu quero ter vários melhores momentos, mais só se for com você!  - Ele se aproximou mais e secou a minha lágrima com o polegar.
 -  Pare de chorar, por favor! Você não sabe o quanto eu estou sofrendo por te ver assim!  -  Senti meu coração se apertar e eu não conseguia mais respirar só em pensar vê-lo sofrer era demais pra mim... Eu posso sofrer por milhares de anos, mais não aguentaria vê-lo sofrer nem por um segundo.  E pela primeira vez eu olhei para os seus olhos estavam marejados assim como os meus eu vi que ele estava assim como eu... Triste, e isso fez com que o meu coração se despedaçasse. Eu toquei o seu rosto e seus olhos se fecharam deixando um lágrima cair, eu fechei os meus olhos por alguns segundos e deixei as minhas lágrimas saírem...
Todo o ódio, todo o arrependimento que eu estava sentindo sumiu, agora o que eu mais queria era que aquilo não tivesse acontecido para que ele não estivesse sofrendo assim... Se eu pudesse passaria todo o seu arrependimento e sofrimento para mim...Eu levaria um tiro...  E seria mais fácil do que ve-lo chorando... Por mim! . Eu me aproximei dele e selei os nossos lábios... Tudo parecia ter passado, todo o sofrimento, todo ciúme... Toda a briga... Todos os momentos bons passavam como um filme na minha cabeça, todas as risadas, todos os beijos... TUDO... Eu só quero ter ele pra mim... Se for possível, pra sempre !  -  Eu só tenho uma pergunta pra te fazer !
 -  Disse ele quando separamos os nossos lábios, eu pisquei algumas vezes e assenti.  -  Você me ama ?  -  Ele perguntou e suspirei calmamente .
 - Exorbitantemente e demasiadamente... Sim!   -  Eu para ele que sorriu comigo e então selamos os nossos lábios ternamente o meu coração batia tão forte que eu acreditava que o Arthur o ouvia, assim como eu ouvia o dele, eu só queria passar o resto da minha vida com ele, agarradinha... Enchendo-o de beijos. Será que é pedir muito? Eu só quero poder beijar ele sem me importar com os outros ao redor, quero poder abraçar ele quando eu quiser... E quero poder chamar ele de meu, porque eu o amo, e quero ter ele comigo... Sempre !
        Após alguns segundos nos beijando... Ou minutos... Talvez.... O celular de Arthur toca fazendo a gente se afastar um do outro, ele atendeu e eu pude ouvir a voz eufórica da Melanie e Sophia do outro lado da linha. 
 - FALA QUE AMA ELA, ELA É DURONA MAIS NÃO VAI CONSEGUIR SE FAZER DE FORTE SE VOCÊ DISSER ISSO A ELA!  - Arthur colocou no viva-voz e eu sorri baixinho.
 - Ela não quer nada comigo, gente... Acho melhor eu desistir, já estou aqui a muito tempo e ela nem me atendeu ainda!  -  Arthur mentiu e eu neguei com a cabeça.
 - PELO AMOR DE DEUS ARTHUR, NÃO FAZ ISSO ELA TE AMA CARA... E NINGUÉM MERECE ATURAR O MAL-HUMOR DELA QUANDO ESTÁ SEM VOCÊ... POR FAVOR, IRMÃO... NÃO SEJA UM FRACO, FIQUE AI ATÉ ELA TE PERDOAR !  - Melanie quase implorou, podia imaginar a cara que ela fazia nesse momento, o seu desespero.
 - Já tá bom, Arthur...  -  Sussurrei e ele negou com a cabeça.
 - Eu estou confuso, Mel... Não sei se amo ela, realmente... Já faz algumas noites eu tenho sonhado com o Chay! -  ele forçou um choro e eu não em aguentei cai na gargalhada.
 - SAFADOOOOOOOOOOOOS!  -  Melanie gritou e a Sophia sorriu comigo e com o Arthur...  - AAaaaaaaaaaaaai meu Deus, vocês tão bem? Tão namorando... Já se beijaram? Eu atrapalhei ?  Se sim desculpa... Eu já vou desligar... Mais só me respondam essas perguntas !  - Ela falou tão rápido que quase não entendi então eu olhei pro Arthur que deu de ombros.
 - Haam, tá!  -  Eu falei e comecei a responder as suas perguntas ...  -  Sim, nós estamos bem... Hmm...  -  Olhei pro Arthur e perguntei sem a menor vergonha.  - Estamos namorando?
 -  Sim... Se você quiser... É claro !  -  Ele falou e eu dei um meio sorriso. 
 -  Sim... Estamos namorando!  -  Pude ouvir os gritinhos eufóricos das duas e sorri.  - Sim nós já nos beijamos...  E você atrapalhou ... Agora tchau  e não liga mais!  -  Desliguei o celular e olhei pro Arthur que sorria, eu me aproximei dele e selei os nossos lábios.
 As vezes é preciso ter calma... Pois mesmo que demore para você encontrar a felicidade, um                                                                        dia ela vem até você! 
                                                                                     ✌

Hey amores, espero que tenham gostado da web, obrigado a todos que acompanharam do começo ao fim... Obrigado! ;')

18 comentários:

  1. fofodemais, pena que acabou

    ResponderExcluir
  2. Lindoooo... 2° temp??

    ResponderExcluir
  3. Aiii ti lindos. Parabéns, vc escreve muito bem.
    Aaaaah e se vc quiser fazer uma segunda temporada, aceito de bom grado!!! *-*
    Xx Beca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Asasuhsuasuahsuah, talvez mais para frente amr ! :) <3

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Que perfeitooo *O* Se você quiser fazer 2ª temp eu te agradeço eternamente.

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo