23 de jun de 2014

Meu Cunhado: Capítulo 9



Lua acordou sentindo que sua cabeça iria explodir. Levantou e olhou-se no espelho, sua maquiagem estava toda borrada, certamente por que chorou a noite toda. O relógio já marcava 14h15min, então foi tomar seu banho. Chorou outra vez, ela não podia ter se deixado levar por seus instintos sexuais. Ficar com Arthur é como transar com um estuprador, comparação pesada, mas ficar com o cunhado, é o que? LOUCURA.
Ana: Como foi a festa? – perguntou assim que Lua saiu do banheiro. A loira estava com uma toalha enrolando o seu corpo.
Lua: Foi boa. – forçou um sorriso. – Conheci uns amigos seus... Chay, Daniela, Pablo... – foi interrompida.
Ana: Pablo? – arregalou os olhos. – Eu sabia que eu já tinha visto aquele carro. – passou a mão no rosto. – Não se aproxime do Pablo, nunca mais. – ela disse séria.
Lua: Por que não? – perguntou confusa.
Ana: Por que eu estou mandando. – dito isso, ela saiu do quarto.
Lua ficou sem entender a reação da irmã, mas deu de ombros, com certeza ela não veria ele nem tão cedo. Não pegou seu número do celular, nem o e-mail, não tinha como se encontrarem de novo.
Arthur: Lua? – batia na porta do quarto da loira. – Abre essa porta, precisamos conversar. – pediu.
Ana: O que está fazendo no quarto da minha irmã? – perguntou desconfiada.
Arthur : Eu... Eu... – disse tentando encontrar uma bela e boa desculpa. – Eu vim ver se a Beatriz já chegou, ontem ela saiu com o namorado dela.
Ana: Lua abre essa porta. – bateu na porta do quarto da irmã. Logo Lua abriu. – Onde está Beatriz? – perguntou.
Lua: Já foi fofocar? – perguntou irônica ao Arthur . – Ela foi encontrar o namorado dela. – respondeu á Ana . – Me enviou uma mensagem dizendo que estava hospedada em um hotel com ele.
Ana: Se algo acontecer com essa menina, a responsabilidade será minha. – disse preocupada.
Lua: Não vai acontecer nada. – acalmou a irmã. – Beatriz tem juízo, ela sabe se cuidar. A mãe dela não vai saber que ela deu uma fugidinha. – sorriu de leve.
Ana: Assim eu espero. – falou mais aliviada. Parecia que Lia tinha um dom, qualquer coisa que a loira falava, Ana se acalmava.
Lua: Fica despreocupada, está bem? – perguntou e a irmã assentiu, saindo em seguida. – Fofoqueiro. – deu língua para Arthur . – Parece uma mulher fofocando.
Arthur : Mulher? Eu? – Lua assentiu, dando de ombros. – Pergunte á sua irmã o que a mulher aqui faz toda noite. – sorriu safado.
Lua: Eu não quero saber o que vocês fazem de noite. – disse chateada. – Idiota. – dito isso, ela fechou a porta, a batendo com toda força.
Arthur é muito cara de pau mesmo, é um safado, cafajeste, cachorro, idiota, sem-vergonha, lindo, gostoso, sexy e atraente.

Autor(a): LiliCabral
Retirado do blog: Nada Pode Nos Parar 2

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo