23 de jun de 2014

Gêmeas Unlike 60º Capitulo






Últimos Capítulos!!!




Pov Arthur:

-Foi escutado doze disparos no local onde ele estão segurando a vitima.

Ele disse e eu me vi perder o meu chão.
E de repente tudo escureceu:

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~Algumas horas depois.

Abri meus olhos ainda um pouco grogue, passei o braço na boca, olhando a minha volta percebi estar em um quarto de hospital.
Como vim parar aqui?
Eu me perguntava mas quem ia me dizer a resposta?

Pov Lua:

Algumas horas antes~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~
-Te peguei.- disse Giovana de repente enquanto mirava uma arma para a minha cabeça.
-Giovanna abaixa isso.- eu disse tentando acalma-la.
-Abaixar por que Luminha? Não gosta dessa brincadeira?- falou a sequestradora.
-Eu já te disse Gio. Eu não sou a Luma.
-PARA! PARA de mentir pra mim sua.- ela começou mas foi interrompida por alguém falando em um alto falante.
-Senhorita Giovana Correia daqui quem fala é o Sargento Morales e eu exijo que solte a Jovem e se entregue junto a seus comparsas.
Disse o tal sargento.
-QUEM CHAMOU A POLICIA?- gritou Giovana em frustração.
-Eu não sei.- eu disse.
-O que eu faço? O que eu faço? Pensa.. pensa Giovanna. Já sei.- ela disse de repente e me puxou pelo braço.
-A..aonde vc esta me levando?- eu perguntei temerosa.
-Já já vc descobri.- ela disse com uma risada diabólica.
Giovanna saiu me arrastando por um longo trajeto até o que parecia uma garagem, ela pegou um controle pequeno que estava no bolso de trás da sua calça, e apertou o botão de abri a porta altomatica da garagem.
Assim que a garagem se abri foram expostos três carros velhos e amassados ela caminhou comigo ate o mas estável, abriu a porta e me jogou lá pra dentro.
-O que você pensa que esta fazendo?- eu perguntei começando a me desesperar.
-Fique quietinha Luma que nos faremos uma longa viajem.- ela disse com um sorriso diabólico no rosto.
-Você esta ficando louca?
Eu perguntei desacreditada com o que ouvia.
-Eu sempre fui.
-ela disse acelerando o carro.
O carro passou pela porta de acesso garagem para rua como um trem bala.
E saiu voando pela rua.
Menos de dois minutos depois haviam cerca de oito viaturas atrás do carro da Giovanna.
Quanto mas ela corria ,com mas medo eu ficava, e mas a policia corria.
Até que chegamos em um precipício e não havia mas saída para a Giovanna a não ser se entregar.

Algumas horas depois~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

E foi assim.- eu disse terminando pela décima vez a minha versão de como foi o sequestro.
-Ok.
-Estou liberada?- perguntei meio receosa.
-Sim senhorita Blanco pode se retirar.- disse o homem mas velho enquanto digitava.
Me despedi do Sargento  e fui em direção a saída.
Onde fui abordada por uma mãe louca e uma tia mas louca ainda.
Depois de mil paparicos dentro da delegacia fui levada para um hospital para cuidar dos meu ferimentos mas graves.
-Então você sente que quebrou algo?- me perguntou a enfermeira rechonchuda.
-Não. Pelo menos eu acho que esta tudo no seu devido lugar.- eu disse e ela riu.
Ficamos mas um tempo conversando enquanto ela limpava as feridas, ate que eu escuto batidas na porta.
Continua...


Esta acabando gente!!!
Estão gostando?
Mas 2 capssss.
Comentem em.
Bjsssssssssssss.

2 comentários:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo