30 de jun de 2014

6°Capitulo: O melhor amigo do meu amor // DIGA PARA MIM O QUE VOCÊ QUER DIZER A ELE! + CAPA NOVA

           
Está de volta e agora é movida a comentários, quanto mais comentários, mais rápido eu posto ela e quanto menos comentários eu demoro mais a postar, beijokas e comentem muuuuuuito! : **


   Acordo com o celular tocando freneticamente embaixo do meu travesseiro, olho na tela e vejo o nome do Arthur e sorrio atendendo.
-  Você é louca de ir embora sozinha  ? -  Me espreguiço e bocejo.
-  Não faz drama, Arthur... Eu estou bem! -  Tirei o cobertor de cima de mim e me sentei na cama.
-  Drama? Eu não estou fazendo 'drama', você saiu sozinha tarde da noite... Porque não me acordou? -  Ele estava realmente zangado, eu preciso ter calma... Só isso, Lua... CALMA! 
-  Não tem porque você ficar zangado, eu estou bem, não te acordei porque... Sei lá... Você estava dormindo e ninguém gosta de ser acordado no meio do sono ! -  opinei, ouvi ele bufar do outro lado da linha.
-  Não tem porque você ficar zangado... -  Arthur fez uma imitação muito da mal feita da minha voz, ele já estava começando a me irritar também! 
-  Que droga, Arthur está fazendo um dilúvio em tampinha de xarope. -  Meu tom de voz agora já tinha mudado eu estava brava, nós estávamos brigando por uma coisa muito da idiota e isso me deixava uma fera! 
-  Eu ? -  Ele se indignou. -  Você é a louca e eu é quem estou errado agora ? -  Ele me perguntou e eu revirei os olhos.
-  Olha, Arthur... Eu vou desligar porque se não a gente vai acabar discutindo feio ! -  Mal esperei ele dizer alguma coisa e desliguei. 
       Não sei porque mais depois que eu briguei com ele, fiquei com uma vontade imensa de chorar e ligar de novo pra ele pedindo desculpa por ser tão teimosa... Mais isso com certeza não vai acontecer, ele está errado... Ele é quem tem que me pedir desculpas, não o contrário.

        Me levantei da cama e caminhei para o banheiro, tomei um banho, escovei meus dentes e separei uma roupa fresquinha pra mim, sendo ela, um vestido preto repleto de flores vermelhas e e alguns detalhes brancos de alcinhas e um decote em ' V ' pra completar o look, coloquei um cinto fino preto marcando a minha cintura, prendi o meu cabelo em um rabo de cavalo e desci para tomar o meu café. Assim que cheguei na cozinha meus pais estavam lá, começando a tomar seus devidos cafés .
-   Bom dia! -  Meus pais disseram juntos. 
-  Parece que a noite foi boa ! -  Falei me sentando na mesa .
-  Lua! -  Minha mãe me repreendeu e eu dei de ombros.
-  Mãe... -  Fiz o mesmo com ela.
-  Foi ótima querida! -  Meu pai falou e a minha mãe ficou mais vermelha que um pimenta. 
-  Billy ! -  Minha mãe deu um tapa em seu ombro e eu ri negando com a cabeça. 
-  Que horas a senhorita chegou ontem ? -  Perguntou o meu pai. -  Veio sozinha ? 
-  Por volta das 22:00 ! -  Falei e depois assenti pegando uma torrada e passando geleia por toda ela. 
-  Sozinha ? -  Minha mãe quase teve um treco.
-  Relaxa, mãe... A casa da Mel nem é tão longe assim !  -  Falei... Porque eu não usei esse argumento com o Arthur, talvez a gente estivesse de bem agora .
-  É mais poderia ter acontecido alguma coisa de mais grave... Imagine!  -  Droga vai começar, já estou farta de tantos sermões .
-  Tá mãe, mais não aconteceu... Droga... Hoje tá todo mundo querendo dar uma de conselheiro pra cima de mim... Ai que saco! -  Me levantei da mesa empurrando tudo atras de mim, a cadeira voou longe e eu sai quase que correndo pela casa, voltei para o meu quarto e bati a porta com força a trancando em seguida .
        Isso só pode ser alguma piada, já levei dois esporros hoje, e olha que o dia mal começou, primeiro o Arthur querendo dar uma de pai e  agora a minha mãe ... Arrg' sinceramente eu não tenho nem um pingo de paciência . Caminhei até a mesa do meu notebook e me sentei nela o ligando, entrei no meu facebook e dei de cara com um status do Arthur.

Porque você tem que ser tão teimosa ? :@ - Se sentindo irritado.

        Curti e comentei:

E Porque você tem que ser tão dramático? :@

        Ele estava bravo, mais eu também estava. Não quero ficar por muito tempo sem falar com ele, não quero que a gente se separe de novo em pouco tempo ele se tornou muito mais que só um amigo... Ele se tornou quase um irmão !  Alguns segundos depois ele respondeu o meu comentário.

:(

        Como não se sentir culpada por brigar com ele? Ele consegue ser fofo até em um comentário que só tem uma mísera carinha. Digitei a minha resposta, mais depois a apaguei e resolvi só o imitar.

:(

        Alguns segundos depois ele comentou de novo.

                                                       Desculpa! :( '-'

        Eu respondi:

                                        Só se você me desculpar também! :) 

        Sorri só de imaginar ele lendo a minha resposta e caindo no riso... 

                                        Combinado! ;) <3

                   Sorri e respondi:

                                <3

        A uns 3 minutos depois o intruso do Chay aparece:

                        Tô dizendooo! É namorooo! kkkkk'...'

        Esse Chay é um retardado, se a Sophia vê isso ela vai querer comer o meu fígado.

                        Sai fora!

        Comentou o Arthur e eu curti. Fiquei alguns minutos no facebook e depois resolvi ver um pouco de televisão e acabei caindo no sono...
[...] 
        Acordei com algumas batidinhas na porta .
 - Entra!  -  Gritei ainda com a cabeça tapada, não queria ver ninguém... Só queria dormir.
 -  Dormindo a uma hora dessas ?  -  Arthur? Tirei o edredom da minha cara e olhei para porta onde ele estava parado olhando para mim e sorrindo.  - 
 -  Oi !  -  Falei sorrindo e chamei ele pra deitar comigo.  -  É a segunda vez que você me acorda hoje!  -  Reclamei e ele se deitou ao meu lado e depois se cobriu.
 -  Tanto faz  ! -  Ele falou e eu dei um tapa de leve em seu braço.
 -  Você é um nojento!  -  Dei língua para ele que riu.  -  Que horas são?  -  Sentei na cama e me espreguicei depois
 -  Não sei!  -  Ele falou olhando para o teto.
 -  Nossa, você não sabe de nada !  -  Eu falei e ele deu de ombros, peguei o meu celular que estava em cima do criado mudo que fica ao lado da minha cama e já se passavam das 14:00, eu estou morrendo de fome, preciso almoçar !   -  Já são duas horas, vamos lá embaixo eu preciso comer !  -  Falei me levantando, mais Arthur continuou no mesmo lugar.
 -  Vou ficar aqui !  -  Ele falou e eu dei de ombros estava morrendo de fome e precisava comer o mais rápido possível, sai do quarto as pressas e quando cheguei na cozinha pedi que o meu almoço fosse esquentado, e lá almocei em paz .
[...]

        Quando terminei de almoçar subi direto para o meu quarto e quando entrei lá percebi que o Arthur dormia como um anjo, fui para o banheiro escovar meus dentes e uma ideia mirabolante assombra a minha cabeça, ' preciso trollar o Arthur ' . Começo a escovar os dentes e quando termino volto para o quarto, mais com a pasta na mão e pronta para ser usada contra ele. Ajoelho perto da cama ao lado dele e passo um pouco da pasta no meu dedo  -  rio baixinho  -  passo um pouco em suas bochechas e um pouco em sua testa, depois corro até a minha mesa de estudos e pedo a minha caneta de penas, volto até ele e passo as penas por todo o seu rosto e como eu previ ele se sujou todo de pasta, cai na gargalhada e ele acordou assustado.
 -  PUTA QUE PARIU LUA !  -  Ele gritou e eu gargalhei mais ainda, me sentei no chão para não cair de tanto rir. Ele se levantou apressado para lavar o rosto, depois de um tempo tentando parar de rir finalmente eu consigo e vou até o banheiro ver como ele esta. Me encosto no batente da porta e fico olhando o reflexo dele no espelho, ele lava o rosto com sabão tentando se livrar do cheiro forte do creme dental e eu não me controlo, rio sem dó.  -  Um dia é da caça e o outro é do caçador !  -  Ele me lembrou e eu neguei com a cabeça ! 
 -  Esse não vai ser o seu caso !  -  Ele enxaguou o rosto e o secou, eu coloquei a pasta em cima da pia e voltei para a cama e ele veio logo atras e fez o mesmo, se deitou ao meu lado. -  Mais então, o que devo a honra desta sua ilustre visita ?  -  Perguntei e ele riu.
 -  Nada, só queria vim te atentar um pouco !  -  Você não me ' atenta ' .
 -  Fale logo o real motivo: Estava com saudade ?  -  Perguntei me sentindo.
 -  Talvez, um pouco !  -  Ele sorriu e eu também... A gente está tão apegado !  -  Mais eu vim pra te ajudar com o lance do Micael, já sabe o que vai falar pra ele ?  -  Droga, esqueci completamente do Micael e amanhã as aulas voltam , como eu pude esquecer ? 
 -  Esqueci completamente !  -  Mordi o lábio e me virei para o Arthur que me olhava. Sorri para ele que negou com a cabeça .
 -  O que você pretende dizer a ele ?  -  Ele me perguntou e eu dei de ombros .
 -  Sei lá, vou improvisar !  -  Ele negou com a cabeça e eu revirei os olhos.
 -  Você vai gaguejar se for improvisar, então é melhor ter alguma coisa em mente !  -  Ele me falou e ele estava certo, nunca que eu iria falar alguma coisa que preste sem treinar . -  Então, o que você vai falar pra ele?
 -  Isso ele vai saber amanhã !  - Ele revirou os olhos e eu ri... Ele é tão fofo! 
 -  Não, querida... Me fale agora para eu ver se está bom !  -  ' Querida ' meu coração acelerou quando eu ouvi ele me chamar assim... Ele é tão romântico... Tão charmoso... Meu Deus o que está havendo ? 
  -  Eu não vou conseguir falar pra você !  -  Fiz um charminho e ele torceu o lábio.
 -  Então... Imagine que está falando com ele e não comigo!  -  Eu apenas assenti e tentei ver o Micael na minha frente, mais eu mal lembrava do seu rosto, afinal não vi ele a dias então não disse nada ao Arthur, mais falei imaginando ele mesmo!
-  Hmm, bom...  -  Limpei a garganta e comecei a falar .  -  Eu quero te dizer que você é o cara que eu sempre quis, o cara que eu sempre sonhei, você pode até não saber disso mais eu acordo pensando em você, eu durmo pensando em você eu faço tudo pensando em você, e quando eu te vejo triste eu entristeço também... Você pode até pensar que eu sou só mais uma menina boba que ama qualquer um, mais isso não é verdade eu amo você a tanto tempo, mais acho que só agora eu me deixei acreditar.  -  Suspirei e os meus olhos se encheram de lágrimas, não era o Micael? Era o Arthur ? O Arthur é o cara que eu amo?... Ele tem tudo o que eu sempre quis, ele me faz sorrir com as suas piadas idiotas, ele se irrita comigo quando eu faço uma coisa errada, ele largou tudo para me ajudar a ficar com o amigo dele e mal ele sabe que isso tudo vai ser em vão porque eu quero ele, e só ele! 

11 comentários:

  1. Eu estava com sdds dessa web,posta mais :D

    ResponderExcluir
  2. Luh ta xonada no Thur,que lindo

    ResponderExcluir
  3. mirella vasconcelos30/06/2014 23:15

    Posta++++++++++++++++++++++++++

    ResponderExcluir
  4. Quee amr esses dois ♥ Posta maais! ✔

    ResponderExcluir
  5. Ameiiiiii!!! Posta mais please!!

    ResponderExcluir
  6. xonada nessa web posta mais hoje por favor

    ResponderExcluir
  7. Posta + essa Web é Perfeita

    ResponderExcluir
  8. ai meu deus posta mais depressa

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo