24 de jun de 2014

64° Capítulo - A ladra e um segredo



Lua tentava acompanhar os passos de Arthur que andava apressadamente em direção ao casa dos Lozanno.

Arthur. Lua  o pegou pelo braço o impedindo de continuar. Dá para andar mais devagar, eu não estou conseguindo te acompanhar. murmurou ofegante.

Vc sabe que temos que ser rápido, ou o magistrado pode pegar nós dois.

Tem certeza que quer participar disso?

Claro que tenho. !Jamais deixarei vc fazer isso sozinha, ainda mais grávida.

Vc sabe o que fazer?

Sei sim Lua, repassamos essa lição umas dez vezes. falou ele frustrado.

Então mãos a obra. ambos entraram na casa que era desprovida de uma boa segurança.

Foram direto ao cofre do duque e Lua abriu com a maior facilidade do mundo.

Retirou de dentro um lindo par de brincos de rubis e deu a Arthur que o guardou, Lua jogou o bilhete dentro do cofre e o fechou novamente, suspirou se sentia aliviada e apreensiva ao mesmo tempo, aliviada por finalmente acabar com os roubos e apreensiva se alguém a pegasse tudo estaria perdido para sempre.

Vamos. Arthur a chamou.

Vamos.

É por aqui. eles ouviram alguém no corredor  e Arthur  se apressou  a esconder ele e Lua.

Arthur tapou a boca de Lua e ficou só ouvindo o que eles falavam.

Eu quero a maldita ladra enforcada. o duque dizia. Ela teve a audácia de me roubar e eu quero justiça.

Claro que sim vossa graça,ela será capturada.

Assim espero. falou o duque se voltando para o quadro onde escondia o cofre.

"A não murmurou Arthur ,essa não." Sentiu o coração de Lua disparar dentro do peito, ela também pensava o mesmo que ele.

Vou pegar o seu pagamento Eduardo.

Claro vossa graça.
O duque abriu o cofre e fitou em choque  o bilhete e a falta dos brincos de rubis.

É parece que a maldita ladra andou me visitando novamente, pegou o bilhete e começou a ler.

" Você teve a honra de ser visitado pela ladra mais famosa de Londres, por uma ultima vez, estou saindo de Londres para sempre aqui não tem mais nada para mim, por tanto senhor duque pode dormir tranquilo...

Ass: Ladra Rubi.

O duque amassou o papel e se voltou para Eduardo.

No que ela me disse sairá de Londres, e espero que suma de uma vez mesmo, nas não precisamos de nenhuma ladra aqui.

Jogou o papel na lareira e sorriu.

Os brincos era valiosos, porém se eles significam que ela não vai mais voltar aqui e sumir para sempre, que faça bom proveito deles.

Deu o dinheiro a Eduardo e ambos sairam do escritório.


Lua e Arthur respiraram aliviados assim que eles se foram.

Deu certo amor. falou Lua abraçando Arthur.

É parece que sim. ele a apertou em seus braços. Agora temos que ir antes que ele retorne.

Se mandaram da casa dos Lozanno e fez esse mesmo procedimento em todas as casas a qual Lua roubara e no final da noite a missão estava comprida.
Quando chegaram em casa já passava das quatro da manhã.

Eu vou cuidar dos cavalos, já, já eu te encontro. falou Arthur se dirigindo ao estabulo.

Vou estar te esperando. falou Lua e entrou



Desculpe não ter postado a Caminhos Traçados, então vou postar mais dois capítulos da A ladra e um segredo.

Um comentário:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo