25 de mai de 2014

Tudo Por Ela


Capitulo 17 (HOT)
Á noite as meninas já estavam dormindo e Arthur deitado,eu estava e costas pra ele e ele de frente pra mim agarrado a minha cintura quando sinto ele se aproximar mais e colocar as mãos em meus seios
-Arthur
-Calma Luinha,você não disse que resistia?
-Eu re...resisto - Gaguejei quando senti ele os aperta
-Ótimo - Ele ainda de costas beijou meu pescoço e massageou meus seios e um gemido escapou de minha boca. Cacete - Isso foi um gemido?
-Não é que er...Bem eu -Arthur me fez ficar de barriga pra cima na cama e subiu em mim me beijando e colando nossa intimidades,me fazendo arfar de prazer,tirou minha camisola com rapidez e jogou em uma parte do quarto,eu havia me esquecida do castigo - Arthur para,eu estou de greve
-Tá na hora da greve acabar - Beijou meus seio e os chupou com toda vontade do mundo me fazendo gemer como uma louca,desceu os beijos por toda extensão da minha barriga e chegou a minha calcinha de renda,deu um beijo ali e a abaixou,depositando mais um beijo
-Adoro quando se depila,dá pra fazer tantas coisa - Arthur me fez corar,beijou novamente,era um beijo sereno,parecia os beijos que dava em mim antes de ir trabalhar,devagar ele passou a língua no meu clítoris e eu gemi alto,mais uma vez devagar e lambeu toda minha intimidade e lentamente fazia um movimento de cima para baixo na minha entrada me fazendo gritar
-Arthur,por favor
-Vamos com calma docinho - Beijou minha entrada e abriu um pouco mais minhas pernas e quando pesei que ele ia me penetrar ele se deita ao meu lado e eu soltei um gemido de frustração- Eu j á disse pra ter calma - Ele deitou virado pra o meio e ainda com a minha perna aberta ele tocou minha intimidade me fazendo gemer - Assim que eu gosto,gosto quando geme meu nome,geme meu nome Luinha - Ele ficou alisando minha intimidade - que ele já conhecia melhor do que eu mesmo então não tem nada de intimo -gemia seu nome em seu ouvido e as vezes gritava,ele pegou minha mão e levou até onde estava a sua,parou de fazer as caricias e gemi em protesto,ele colocou minha mão como estava sua e segurando meu punho me "ensinou" a me fazer caricias,com as pontas dos meus dedos levemente eu me acariciava e gemia pra Arthur que gemia também olhando á cena
 


8 comentários:

  1. Aaaaaaa eu tava com saudades dessa web, por favor não para de postar mais please

    ResponderExcluir
  2. Aaaaaaaahhhhhh posta mais . Thur vc é muito malvado cara kkkkk ta torturando a luh

    ResponderExcluir
  3. Que saudades dessa web :-) posta maisss amando cada vez mais

    ResponderExcluir
  4. safadinho, torturando a lua.
    maissssssssssssss

    ResponderExcluir
  5. Mulher quando diz que ta de greve, permanece na greve ate o fim... Deixa o Arthur sofrer mais uns dias pra ela poder liberar. Fora isso a web ta legal.

    ResponderExcluir
  6. Lua e a greve kkkk

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo