10 de mai de 2014

Ligações Perigosas: Cap. 3 - parte 3





Quando Lua se deu conta, sentiu seu corpo em contato com o mármore gelado da mesa. Os papeis que antes estavam alinhados ali, se encontravam agora no chão, no mesmo canto que estava indo a camisa de Arthur.
Os olhos dele flamejavam de desejo e ela sorriu, pois seu corpo também estava pegando fogo.
O paletó e a camisa dela, também sumiram num piscar de olhos. Ele andou até ela e se posicionou entre suas pernas, em seguida lhe beijando outra vez.
Levou a sua mão até o cabelo dela, tirando-lhe a peruca e fazendo-a sorrir.

- Eu prefiro te ver de cabelo Loiro, blode. – sussurrou no ouvido dela, mordendo o lóbulo, fazendo-a arrepiar-se ainda mais. Ela soltou um gemido quando sentiu ele morder a fina pele de seu pescoço.
- Você adora morder, hein?
- Fazer o que se você é deliciosa? – ela só gargalhou.
Soltou outro gemido, dessa vez mais alto, quando sentiu as mãos dele se apossarem de seus seios, após o sutiã ter sido retirado.
As roupas foram sumindo de seus corpos , enquanto beijavam-se e acariciavam-se. Os gemidos e sussurros foram ecoando cada vez mais dentro da sala.
Estavam loucos, necessitados e precisavam um do outro, oh sim, e como precisavam.

A necessidade falou mais alto quando encontravam-se nus.

Êxtase. Era o estado em que seus corpos se encontravam nesse exato momento.
Paraiso. Era onde eles iam parar, depois da explosão uníssona de seus corpos.
Perfeição. Era a melhor palavra que poderia descrever eles dois juntos.

- Dio mio! – ela sussurrou quando chegou ao ápice, agarrando o ombro dele – Che la perfezione! – suspirou quando sentiu a ultima estocada dele em seu corpo.
Tu mi uccide ancora! – ele sussurrou, mordendo o queixo dela.


- Você não quer me ver sair daqui presa, não é? – ela perguntou, deitada no peito nu dele.
- Porque está me perguntando isso?
- Por que você sabe... Se me interrogarem eu vou ser presa, e você não quer e nem eu!
- Ah entendi. E você veio aqui só para me seduzir! – ela soltou uma gargalhada.
- Bem que você gosta... Então, vai me ajudar?
- Estarei indo contra a lei!
- E quem disse que eu me importo?

Ele passou a fita-la por alguns longos minutos, o olhar dela estava implorativo e ele soltou um suspiro derrotado.

- Eu não deveria fazer isso... – ela sorriu sabendo que ele a ajudaria – Você vai sair desta sala e ir direto para a porta do lado esquerdo, é uma escadaria que vai dar direto no subsolo. Meu carro é o único C4Pallas do estacionamento. Pegue a chave e me espere lá dentro, estarei lá dentro de alguns minutos... Temos que ir rápido.

Ela apenas sorriu assentindo. Rapidamente começaram a se vestir. Ela acabou primeiro e deu-lhe um rápido selinho, colocando a peruca negra na cabeça. Respirou fundo e fez o caminho que ele lhe indicou. Seu coração batia acelerado, se alguém lhe visse agora, ela estaria ferrada. Assim que chegou ao estacionamento, correu até o carro dele, o local estava absolutamente vazio. Entrou no veiculo, ainda respirando fundo e esperou até ele chegar.

Arthur também respirava fundo quando entrou no carro.
- Estou me arriscando demais por você!
- Eu sei, bambino. E aprecio demais!
- Espero que valha a pena.
- Vale, você sabe! – ele apenas arqueou uma sobrancelha e ligou o carro.
- Vai, se esconde no banco de trás, a gente ainda vai passar pela portaria!
- Ok! – ela pulou no banco traseiro e se escondeu no lastro do carro.

Ele passou pela portaria e quando ela começou a ver os prédios, levantou a cabeça, sentando-se entre os bancos da frente.
- Pronto, fora da zona de perigo!
- Ótimo! – ela pulou pro banco da frente outra vez.
- Dá pra você pelo menos colocar o cinto de segurança? – ela revirou os olhos, fazendo o que ele pediu.
- Pronto, chato!
- Não é por nada não... Mas você será intimada outra vez!
- Eu vou dar um jeito!
- Certo, só não me meta mais nisso! – ele falou estacionando em frente ao prédio onde ela morava.
- Pode deixar. Quando nos vemos?
- Eu te ligo! Agora desce do carro.
- Você é muito chato! – bufou.

Eles se despediram com um rápido beijo e ela desceu do carro.

Estava se envolvendo demais com ele.
E aquilo era realmente muito, muito perigoso.

2 comentários:

  1. Você ta Plagiando essa web, e do blog da shai lá ela ta completa , e sei muito bem que ela não deixou você postar porq eu pedi pra postar no meu blog e ela não autorizou porq ela ja não tem mais o contato da menina que escreveu a web me deu ate o e-mail da garota !

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo