25 de abr de 2014

Aprendendo A Amar II

Capitulo 24 ao 26


o dia amanhece ensolarado e os raios entram pela janela e incomoda os olhos de roberta q acorda pronta pra chingar quando ve diego com miguel em seu peito durmindo e manu de cabeça pra baixo agarrada em seu pe ela riu da situaçao e começo a fazer carinho nos cabelos da menina q por sinal ja estav grnadinho e ela foi se mechendo meio sonolenta e a mae a deixou depois passou pro seu marido e chegou no braço de diego q ficou arrepiado com o seu toque e foi acordando com o tmepo todos acabaram a cordando 


-bom dia amores da minha vida
-e filhos a mamae acordou espirada
-acordei mesmo
-q bom- deu um beijinho em seu rosto e nas crianças q estavam com sorrisos
-mamae 
-oi amor
-foi bom
-oq amor
-a gente dumindo aki
-dumindo? q linda- a menina balançou a cabeça
-amor?
-fala roh
-to carente 
-ai meus deus ela ta carente gente vamos dar muito carinho pra mae de vcs- eles a abraçam e beijam seu rosto e ela abre um sorriso enorme
-vamos ficar em casa
-vamoooooos
-eu ja falei q te amo
-hj nao
-ah hj nao entao eu t amo
-eu tbm te amo muito
-brigada por me proporcionar isso
-vc sabe q por vc eu faço tudo né?
-sei sim e eu tbm faço tudo por vc
-vamos tomar cafe
-é papai to com fome
-entao vamos



eles vao tomar banho e depois cafe e decidem ir pra praia . É  parece q o dia de hj vai se rmelhor sera?



continua...............



els vao pra praia e brincam diego leva manu no mar e a menina se diver te como nunca roberta fica feliz pela filha e fica paparicando miguel q brinca com a areia. deigo e manu voltam pra areia 

-eai amor vai entrar?
-nem vou 
-ue pq ?
-nao quero e pelo visto ta gelada
-ta nada ta uam delicia mas se vc nao quer- ele da um selinho nela- tudo bem
-mamae- a menina chama a tençao dos pais- dodoi - ela aponta pra cabeça lugar exato de onde ela caiu
-q foi filha da doendo é isso?- diego pergunta indo ate ela  e a abraçando
- papai dodoi- e a menina insiste em colocar a mao na cabeça
-filha fala direito pra mamae poder te ajudar- roberta vai ate a menina com miguel no colo
-mamae - e a menina começou a chorar desesperadamente
-o q é isso roh?- disse com ela no colo e tentando fazer ela parar de chorar
-eu nao sei mais deve tar insuportavel a dor pq ela nao é manhosa


diego sentiu anenina para rde chorar mas ao memso tmepo ela ficando mole em seus braços foi quando ele olhou pro rosto da menina e percebeu q ela avia desmaiado os labios da menina estavm roxos e roberta se desesperou e ele tenetou ser forte mas nao por muito tempo

- filha acorda , acorda filha nao faz isso vc ta assustando o papai
- filhinha corda por favor nao faz isso- roberta acariciou o rosto da menina
- vamos levar ela pro hospital agora
-vamos-


els juntaram as coisas e fooram embora diego teve ter passado por varias fiscalizaçaoes eletronicas e com certeza teria multas futuram masi nao ligou era a vida de sua filha q estava em risco ele chegou an emergencia pediatrica de um dos hospitais masi caros e eficientes da cidade o copador e a menina foi logo levada pra dnetro d euma sala e diego foi junto roberta deicdiu ligar pra mel e depois pra luh

ligaçao on

-mel - falou soluçando
-amiga o q q foi s eta bem 
-nao
-o q aconteceu a gente tava brincando e se divertindo na praia e do nada a manu reclamou d edor na cabeça e apagou no colo do dih
- amiga vc ta em q hospital eu to indo agora prai
- no copador
-cade o diego?
- ta la dentro com ela
-to indo amiga

ligaçao off

ela fez a mesma coisa com luh q por esta masi perto chegou masi rapido



-amiga cade ela - disse a braçando
- ai luh ela ta la dentro ja tem uma hora quase e nada
- ai gente desculpa o atraso o transito atrapalhou- disse abraçando roberta
- roh commo se ta
- ai pessima tomas ela caiu do nada no colo do dih



nisso o medico e diego entram a sala d espera com aparentemente noticias e


continua...............


a cara de diego estava indiscritivel ela nao sabia o q queria dizer e foram em direçao a todos e roberta começou



- cade a minha filha- roberta suplicou
- a manu ta bem?- carla perguntou aflita
-o meu filho fala alguma coisa- tomas se preucupou
- vai diego fala-agora foi a vez d luisa
- entao - o medico começou a falar - a sua filha teve uma crise de principio de convunçao
- que quer dizer q ela quase teve um ataque de convunçao
- nossa pelo q a medica dela falou vai ser uma coisa constante
-é depende de como o corpo da criança reage ela pode começar a se debater direto 
- q seria a convunçao ou pode ser como agora a manu pode desmair e vir a ter a convunçao depois
- exatamente como foi agora e sempre q acontecer vcs tem o dever d trazer ela aqui
- nossa
-eu nao pensei q seria assim
- e olha q vcs sao os tios e madrinhas e eu como mae?
- vai dar tudo certo roh- diego a abraça q chora em seu peito
- vcs sao oq da menina?- o medico perguntou curioso
- eu sou madrinha e tia - disse carla 
-eu sou padrinho e tio- disse tomas 
- eu sou a tia e madrinha do miguel
- ih a gent eesqueceu de avisar o pedro
- é verdade mas ela ja vai pra casa ne´ doutor
- infelizment elea ainda ta fraca entao vai ter passar a noite e o dia d amanha no soro
- eu fico a  noite - disse diego
- ih amanha nos tmeos reuniao- alertou luisa
-eu fico  e levo ela pra casa - disse carla
-brigada carlinha
- de nada, amiga é pra essas coisas
- entao roh vc vai agora
- nao luh se leva o miguel pra mim eu vou tentar ver ela pode ser doutor ?
-pode sim vem vcs dois
-tchou filho , tchau gente
- tchau filhao valeu galera


diego e roberta entraram pra ver a manu , na verdade diego nao queria muito q roberta visse a menina pq sabia q iria chocar ao ve -la. Luisa voi pra casa com miguel .  A cena q roberta iria ver seria muito triste? ela tera q ser muito forte pq isso pode ser pra sempre


continua...........




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo