27 de abr de 2014

A Resistência IV







-Fico feliz que tenha pensado direito sobre aquilo, mas se você fizer alguma coisa contra essas pessoas eu juro que estouro seus miolos -Disse Jaime segurando firme a espingarda que tinha nas mãos acompanhando Lua e Arthur até a cela...digo, o quarto onde Arthur ficaria.
-Pai, ta tudo bem, ele não vai fazer nada -Disse Lua com confiança fazendo Jaime se preocupar ainda mais com o instinto rebelde da filha.
-Lua, podemos conversar?...A sós? -Perguntou o homem para a filha que assentiu deixando o buscador sem saber direito para onde ir 
Eles foram para um túnel afastado do quarto onde tinham certeza de que Arthur não podia ouvi-los e Jaime tentava achar palavras para não magoar os desejos da filhas mas aquilo já estava indo longe demais.
-Lua você tem que parar com isso -Ele disse
-Isso oque pai? Não é grande coisa querer salvar a nossa especie -Ela disse sentindo que tinha rasão mas Jaime sabia que era um pouco mais complicado que isso
-Filha, a Mel, sua tia, ela tentou isso, conseguiu em partes porque ganhamos uma irmã, uma companheira á qual amamos nossa vida inteira mas só a Peg não foi o suficiente para que todas as outras almas se rendessem também -Ele disse mas a loira continuou na mesma postura de sempre.
-Não se renderam mas vocês conseguiram ajudar quase todas as pessoas que ainda estavam vivas e diminuirão o numero de Almas no planeta. Estamos em vantagem agora -Ela sorriu falando entusiasmada para o Pai que só achava que a filha estava louca. Ela sabia que ele pensava isso mas não ligava, queria ver a redenção das Almas com seus próprios olhos e queria ser a causa dela.
-Você pode almenos confiar em mim e acreditar que a historia vai se repetir do melhor jeito possível? -Perguntou a loira olhando terna para o pai 
-Você é igualzinha á sua tia -Sorriram juntos e depois se abraçaram 
-Você nunca me contou o que aconteceu com a Tia Mel, Tio Jered  e o Tio Ian -Ela pensou em voz alta fazendo o senhor contrair os ombros e olha-la com o olhar firme
-Não é hora de saber -Disse

Um Ano depois

-Como ele está? -Perguntou Arthur beijando a cabeça da loira que tinha orelhas de tanto chorar em frente á figura desacordada do pai numa maca sendo cuidado pelo curandeiro 
-Ele não aguenta mais tanto tempo Thur -Disse ela apontando para outra cadeira para o moreno sentar
-Você não quer que eu tente arrumar remédios? -Arthur perguntou realmente preocupado 
-Não, ele implorou pra não fazer isso...e eu nem mesmo sei porque ele quer me deixar -Ela disse chorando e colocando a cabeça no peito de Arthur que tentava conforta-la com aquilo
-Lua... -Ouviram uma voz fraquinha e a loira olhou para o pai quase sem cor alguma no rosto que olhava para ela com compreensão e amor no olhar.
-Sim? -Respondeu ela escondendo as lágrimas nas costas das mãos
-Oque aconteceu com Seus tios...Foi uma busca por remédios, Peg iria ajudar mas acabou caindo numa armadilha das almas...Melanie tentou ajudar mas acabou sendo morta, Jered não aguentou e se entregou, Ian tentou salvar Peg e o corpo desfalecido de Melanie mas acabou tendo o mesmo destino da minha irmã...Peg jurou que viveria pra mim e que iria cuidar de mim mas eu via o quanto ela estava triste e disse que ela tinha que fazer o que a deixasse feliz...Ela mandou o doutor mata-la. -Contou o pobre homem entre soluços -Eles morreram da maneira mais nobre possível, morreram por amor. Minha filha, se você tiver que escolher algo em sua vida, escolha viver, escolha lutar...Escolha amar
Lua chorava ao ouvir aquilo e ainda mais ao sentir as mãos se Arthur apertando-lhe mais á cada batimento cardíaco que deixava de ser anunciado pela maquina acoplada á maca...até que Jaime se foi dando lugar para as lágrimas da loira.

Oito meses depois

-Onde a gente ta indo Arthur? -A loira sorria sendo guiada pelo rapaz para fora da caverna
-Porque tão curiosa?Anda logo molenga -Ele disse ouvindo as risadas dela até que pararam em um lugar não tão específico do deserto onde não se via nada além de areia e provavelmente não poderia ser encontrado por nem um buscador.
Ela ficou olhando para ele sem entender o porque daquele sorriso animado até que ele a puxa e beija com tanta intensidade que deixa a loira sem fôlego quando finalmente se soltam e ela o olha com duvida no olhar
-Eu te Amo Lua -Ele falou e ela engoliu a seco tentando recalcular tudo aquilo no seu cérebro
-Me ama? Como?Quando?Porque? 
-Eu não preciso responder isso tudo, só...você acreditou na minha redenção, na nossa redenção...você é a pessoa mais corajosa que eu já conheci -Disse ele 
-Não, eu não sou nem um dos meus tios -Ela respondeu com indiferença 
-Realmente...mas você herdou a sabedoria dos seus pais, não conheci sua mãe, mas conheci o Jaime e sei que tudo o que ele te ensinou foram seus tios que ensinaram á ele...Eu amo isso em você Lua, amo quando está pensando em mais uma maneira de salvar o mundo, amo quando acha que não vai conseguir, amo quando acha que vai conseguir, amo quando ninguém consegue tirar nem uma ideia da sua cabeça...droga Lua, eu te amo 
Ela permanecia imóvel, nunca imaginou que a Historia de Peg e Ian se repetiria...com ela, achava que era impossível o amor entre Humanos e Almas...Mas ali estava uma alma declarando todo o seu amor por ela...e o que ela poderia fazer? O amava com tanta sinceridade que se sentiria mal por ofuscar tanta admiração comparando o seu amor ao dele. 
Amar uma alma só iria impedi-la de começar a revolução pois para isso teria que matar partes da família dele...Tinha uma escolha á fazer.
-Eu escolho amar...Eu escolho você, eu amo você -Ela disse 


Eu:: Sem noção? sim ou claro? Mas como vocês não devem saber eu estou de cama, doente, com uma gripe do cão e sem conseguir sair da cama (exagerei) ok talvez eu saia um pouco mas são ordens médicas.

Anônimo 2 e 3:: Não preciso explicar, é só ver o filme ou ler o Livro... o que vai perder se tomar apenas 2 horas da sua vida para ver um maravilhoso filme sobre esse maravilhoso livro que é a Hospedeira, não vai se arrepender. E quanto á Percy Jackson...Faça qualquer coisa, mas não veja o filme.
Anônimo4:: Mas a intenção do projeto "The Sagas" é essa, é colocar LuAr em outro mundo e outro contexto, onde a gente possa imaginar eles perto de outros personagens e ídolos que amamos. É só uma brincadeira gente, temos muitos leitores de sagas no blog e a gente só ta se divertindo fazendo essa mistureba pra divertir vocês.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo