25 de abr de 2014

25° Capitulo: Unidos por uma criança. // DIZER NÃO AO SEXO!


Olá olá, amores ! 
Unidos por uma criança ATUALIZADA!
Desculpem-me por não postar a maratona... Mais como eu já expliquei, fiz coisa errada! :(
Bom... Mais espero que gostem do capítulo, como podem ver ele não é um dos mais pequenos... Até que ficou meio grandinho, talvez eu poste amanhã... NADA CONFIRMADO, isso vai depender da minha inspiração... Mais eu já escrevi muito... Então... Boa Leitura ! ;) eee... Bjks! : * haha'




Já havia voltado a quase uma semana de viajem e por mais incrível que pareça, Arthur e eu estamos mesmo nos esforçando para manter a " Paz " na frente de Elena, não era nada bom para ela ter que ficar ouvindo nossas discussões. Nada bom mesmo!

Ele tem tomado conta dela esses dias,  e olhe... Por incrível que pareça, até gosta. Nós temos conversado bastante a respeito de tudo o que ele faz com ela, sempre quando chego do trabalho, pergunto sobre o dia dos dois e eles apenas morrem de rir lembrando das palhaçadas que vivem ... O pé de Elena estava do mesmo jeito, já que o prazo mínimo pra ela tirar o gesso é 1 mês . Eu e o Micael não nos encontramos mais, até porque eu ando muito ocupada, no trabalho mal posso ficar em casa com a minha filha, quem dirá para sair com ele. Minha vida está uma correria que só!

É um pleno sábado e o Arthur ficou de passar por aqui, ele não quer mais desgrudar da Elena... Meu Deus... É um grude...  - Encontro-me deitada na minha cama, ao lado da minha pequena e dorme tranquilamente apesar de ter uma das pernas engessadas. Me levanto devagar, sem querer fazer muito barulho, não quero acordar ela. Pego o meu celular que estava em cima da poltrona ao lado da porta  e vejo a hora,  -  Ainda são 6:30? Porque diabos eu acordei a essa hora ?  -  Bufo só de pensar que poderia estar dormindo, mais o pior é que eu já estava despertada e não conseguiria voltar a dormir tão cedo... Vou até o banheiro e faço as minhas necessidades, quando volto Elena está do mesmo jeito, então desço e vou preparar o meu café, assim que ele está pronto eu vou até a sala, ligo a tevê e procuro algo que passe de bom, acho um filme que eu amo! - Guerra é guerra - Eu sempre via quando eu e Arthur namorávamos ele começou a odiar esse filme por eu ver ele sempre, mais depois que nós nos separamos eu nunca mais tinha o visto. E para a minha sorte estava começando. Uma hora depois ouvi a campainha tocar e me levantei correndo para não perder muito do filme, abri a porta e pude ver que era o Arthur .

-Entra, entra, entra! -  Falei rápido, dando alguns pulinhos, ele me olhou espantado e entrou. Eu fechei a porta e voltei correndo pro sofá, voltando a minha atenção pra tevê .

-  Nossa, que recepção ! -  Ele reclamou e eu revirei os olhos ofegante por ter corrido.

-   Bom dia, Arthur. Tudo bem? -  Perguntei e ele apenas assentiu e se sentou no sofá ao meu lado e então começou a assistir o filme comigo... O que era estranho já que ele o odiava, passou uns quinze minutos e foi para o comercial e eu olhei para Arthur que já me olhava. -  Que foi? -  Perguntei curiosa, era difícil ele me olhar mais quando me olhava alguma coisa tinha.

-  Nada... -  Suspirou e voltou a olhar para frente.

-  Fala logo Arthur... -  Forcei ele a me falar, mais nada saiu.

-  Relaxa... Eu acho que não é nada ! -  Deu de ombros e eu revirei os olhos.

-  Bom... Já que não é nada... -  Mudo completamente de assunto. -  Sabe do Mika ? -  Perguntei e ele voltou a me olhar novamente .

-  Não, não sei. Você deveria saber, não é a namoradinha dele ?-  Eu franzi o cenho e virei o meu corpo para Arthur no sofá . -

-  Isso é sério ? -  Perguntei, eu não estava acreditando que o Arthur estava com ciúmes de mim!

-  Isso o que ? -  Ele se fez de desentendido, mais eu tenho certeza de que ele sabe do que eu estou falando.

-  É sério que você está me perguntando se eu sou a namorada dele ? -  Ele deu de ombros e então eu resolvi provocar um pouco. Afinal não é todo dia que eu tenho o privilégio de ver o Arthur com cíúmes de mim. -  Se ele quisesse ser meu namorado eu com toda a certeza do mundo, seria a namorada dele... Ele é um cara super legal, interessante... Enfim ele é TUDO o que eu sempre sonhei ! -  Isso é mentira, mais o Arthur não precisava saber, o cara com quem eu sempre sonhei foi ele, mais o que eu posso fazer se o meu sonho com ele virou um dos meus piores pesadelos ?

-  É sério que você está apaixonada por ele ? -  Arthur perguntou me olhando nos olhos... Aqueles olhos que sempre me fizeram estremesser, agora já não estavam mais fazendo tanto efeito, eu quero ele de volta, mais primeiro quero que ele me ame, e para isso terei que ser muito forte .

-  Pode ser que sim... Não sei como é estar apaixonada ! -  Falei e ele franziu o cenho um pouco confuso, afinal o que eu sentia por ele?

-  Mais... -  Eu o interrompi quando ouvi que o filme voltaria .

-  Shiu, voltou! -  Voltei a minha atenção para a tevê e senti que Arthur ainda me olhava, o que era um pouco estranho, mais eu até que gostava, eu estava tão próxima dele, nós já não estávamos mais brigando com tanta frequência, nós até poderíamos ser amigos, eu com certeza queria que ele ficasse perto de mim... Bem mais perto, mais como isso não é possível!

Eu gargalhava com o filme além de eu adorar o ator: Chris Pine eu amo filmes do gênero comédia romântica, então para mim esse filme é mais que perfeito, não demorou muito até que o comercial voltasse a aparecer, então Arthur retomou ao antigo assunto.

-  Não tem falado com ele ? -  Arthur perguntou desfazendo aquele silêncio constrangedor que se instalava ali.

-   Não... Estou meia sem tempo ! -   Respondi, sem dúvidas eu estou adorando essa história de saber que o Arthur está tão curioso sobre a minha vida amorosa, por um lado quero pular em cima dele e dizer que não amo Micael e que ele é e sempre vai ser o amor da minha vida, mais por outro lado eu lembro de tudo o que ele me fez passar e então volto a pensar que ele tem que passar por tudo o que eu passei e mais um pouco... Não sou ruim, só acho que...

-   Você não me ama mais ? -   Meu coração se acelerou ao ouvir essa pergunta, todos os meus pensamentos e crenças foram apagados da minha memória no momento em que eu olhei Arthur ao meu lado. Ele estava completamente tenso, talvez pela minha resposta, ele me olhava com um olhar triste e eu tive vontade de o agarrar ali mesmo e nunca mais soltar... Só que eu sei que não depende apenas de mim, eu preciso que ele também queira, então pra começar a fazer ele passar por tudo o que eu passei; Minto, sem dó e nenhuma piedade !

-   Mais é claro que não, Arthur  !-   Soltei um riso debochado, mais qualquer um poderia perceber que aquele riso não era nem um pouco verdadeiro. Qualquer pessoa poderia perceber... Esse não foi o caso de Arthur, pois ele virou o rosto para a televisão e dessa vez foi eu quem fiquei o encarando, mais diferente de mim ele voltou a me olhar, e eu pude ver todo o medo em seus olhos, toda a tristeza... Decepção talvez? O que ele quer? Porque ele está assim? Ele mesmo disse que não sentia nada por mim... Sempre foi apenas desejo. Mais agora... Essas perguntas ... Ele está me deixando completamente louca !

-   Olha nos meus olhos e diz que você realmente não sente mais nada por mim! -   Ele falou se aproximando mais de mim, e eu comecei a ficar nervosa, a custo de que ele queria saber o que eu sinto por ele ? * Mais que diabos!!! * Isso não pode estar acontecendo... Justo comigo! . Me levantei do sofá e caminhei até a cozinha rezando para que ele não fosse atras de mim, mais parece que as minhas rezas já não eram mais atendidas, pois ele me seguiu e o pior segurou o meu braço me virando brutalmente contra o seu corpo, um arrepio correu por todo eu e minhas pernas ficaram bambas... * Isso não pode estar acontecendo * Nossos olhos se encontraram e por um momento me permiti olhar para sua boca, que estava entre aberta, podia ouvir sua respiração também ofegante * Isso eu posso assegurar que não poderia estar acontecendo... Eu estava indo tão bem!. Seja firme Lua, seja firme! * Esse virou o meu mantra, mais não pude mais me lembrar de nada quando ele soltou o braço e colocou sua mão por minha cintura, o meu mantra aparentemente não existe mais! -   Diga! -   Eu abri a minha boca para falar a mentira mais inacreditável, mais não consegui deixar nenhuma palavra sair, a minha voz sumiu, minha coragem também, a quem eu quero enganar ? Eu o amo e sou uma fraca por isso!.

Olhei em seus olhos e não consegui mais mentir, o que eu pude fazer foi negar com a cabeça, dando-lhe assim a vitória em me ver fraca e impotente, esse homem tem o poder de me deixar assim, não penso mais em nada quando estou com ele, tudo a minha volta perde o total sentido, porque motivo isso deve acontecer ? - Um meio sorriso se forma em seus lábios e então ele se aproxima mais de mim, * não sei como isso foi possível, mais ele fez * e então colou os nossos lábios, eu como sempre deixei que ele assim fizesse. Minhas mão voaram até a sua nuca e ele subiu a mão até meu cabelo e lá agarrou as raízes do meu cabelo em punho, soltei um gemido em resposta... Isso não pode acontecer, então eu caí na real ele só quer mais uma transa e isso está fora de cogitação, não mesmo! - O empurro para longe e passo pelo mesmo tentando não chorar ou ao menos olhar em seus olhos, quase subo as escadas correndo, isso não pode acontecer... Não vai! - Entro no quarto e lá está a minha princesinha, acabando de acordar... O que é ótimo! - Pelo menos ele não vai mais usar seus golpes baixos contra mim! -

- Bom dia, pequena! -   Disse assim que me aproximei e depositei um beijinho em sua testa.

-   Bom dia! -   Sorriu e então se sentou com um pouco de dificuldade na cama.

-   Como se sente ? -   Perguntei e ela logo respondeu.

-   Bem! -   Sorriu .

-   Que tal um banho? -   Perguntei e ela assentiu, então a peguei e a  levei até o banheiro... E lá a lavei... Mais sinceramente ? Eu não sabia o que eu estava fazendo... Minha cabeça estava lá em baixo... Aliás o meu coração também!

14 comentários:

  1. posta ++++++++ um hoje por favor.
    http://minhavidaeoluar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. nao nos abandona por favor

    ResponderExcluir
  3. tadinha da lua

    ResponderExcluir
  4. humm....saudade de um momento mae e filha

    ResponderExcluir
  5. sua web ta maravilhosa

    ResponderExcluir
  6. maratonaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

    ResponderExcluir
  7. Eitaaa tentação viu Lua :S que dó dela '-'
    adoreeeii o cap *-*

    ResponderExcluir
  8. Posta longo ta com muitas saudades dessa web ela é otima!!! Lua tem que ficar com mica!!!

    ResponderExcluir
  9. ah lua tem que tentar mesmo viu? mais por favorrrr

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo