27 de mar de 2014

23° Capitulo: Unidos por uma criança. // POSSO DAR UMA CHANCE PRA ELE!

Boa Leitura! ;) 





- A receita dos remédios dela estão na geladeira, não esquece de dar !  -  Falei com Arthur que estava sentado no sofá beijando a Elena e eu corria feito louca pegando as minhas malas.  Mais nem pra me ajudar? Arrg' esse é o Arthur de sempre... Acostume-se Lua !  -

 -  Tá Lua, eu sei o que fazer quando se tem uma criança com o pé quebrado em casa!  -  Ele se virou e olhou pra mim com uma cara impassível. Mais que droga é essa agora ?  -

 -  Arthur, eu tô falando sério...  -  Ele nem deixou eu terminar de falar.

 -  Foi brincadeira!  -  Ele falou levantando as mãos, como se rendesse .  Uffa!

 -  Sem brincadeiras sem graça, por favor !  -  Falei e ele revirou os olhos e voltou a sua atenção para a televisão, então eu caminhei até o sofá e abracei a minha bebê.

 -  Filhinha, a mamãe vai voltar em três dias, okay?   -  Perguntei dando beijinhos na bochecha dela, o que por um momento a fez rir.

 -  Tá, mamãe...  -  Ela revirou os olhos e falou.  -  Che dé vem antiss tá ? -  Ela perguntou, mexendo na ponta dos meus cabelos e me olhando no olho. Eu apenas assenti.

 -  Promete que vai ficar bem?  -  perguntei.

 -  Plometu !  -  Ela beijou a minha bochecha e eu a abracei bem apertado, não quero ir viajaaaaar !

 -  Aaaaaaaai, eu não quero ir !  -  Fiz bico e ela riu.  -

 -  Vaaai mamãe o papai vai cudar deu !  -  Ela olhou pro pai dela que via um desenho qualquer na televisão, e o cutucou depois.  -  num vai papai?

  Ele assentiu e continuou a sua atenção pra droga da tevê. [...]

Eu odeio ficar longe da minha pequena, mais eu realmente precisava tratar desses negócios, já adiei umas 3 vezes, acho que eles já estavam se irritando comigo, o que não é nada bom !

[...]

Toda viagem foi bem tranquila, já tinha chegado no hotel onde ficaria. Tudo aqui é muito calmo, mais não vou poder aproveitar nem um pouco a minha viajem vai ser breve e muito estressante, até porque não tenho paciência pra ficar em uma sala de reuniões o dia inteiro, conversando sobre o que fazer na próxima coleção... Ainda mais agora que estou sem nem um pingo de inspiração. Mais por um lado até vai ser bom, vou poder ver desfiles de outros estilistas e com isso pode me inspirar um pouco... - Caio na cama do hotel e tento relaxar, mais nem por um momento minha cabeça sai do Rio. O que será que a Elena tá fazendo agora? E o Arthur? E o Mika?  - Impressionante. Acho que o Mika é um cara legal, não sei se é o melhor pra mim mais... Acho que se ele quiser eu posso dar uma chance pra ele.  -  Levanto da cama e caminho até a minha bolsa que está ao lado da mala perto da porta de madeira. Procuro o meu celular dentro da bolsa e quando o acho disco o número de lá de casa. Cinco toques e o Arthur atende.

 -  Oi?!  -  Ele falou calmamente, acho que tentando passar pra mim que estava tudo bem !

 -  Oi...  -  Falei.  -  Como estão as coisas por aí?  -  Perguntei não parecer muito preocupada.

 -  Tá tudo bem...  -  Ele falou um pouco ofegante.

 -  E a Lena?  -  Perguntei sentindo já saudade da minha bebê.

 -  Tá no banho!  -  Falou com a maior tranquilidade.

 -  Arthuuuuuuuur, você deixou ela tomando banho sozinha ?  - Até então eu estava parada, mais agora eu estava andando de um lado para o outro de tanto nervosismo .

 -  Calma, já tô aqui no banheiro com ela, só sai pra pegar o telefone.  -  Se explicou e voltei a me acalmar .

 -  Já deu os remédios dela?  -  Perguntei sentando na cama.

 -  Sim...  -  Falou e pude ouvir a Elena perguntar com quem ele estava falando.

 -  Ela já comeu?

 -  Hmm...  -  Mordi o lábio inferior e cerrei os olhos, será mesmo que o Arthur não deu comida pra ela?  -  Claro né Lua, acha que eu deixaria a minha própria filha morrer de fome?  -  Ouvi ele bufar, e revirei os olhos.

 -  Não sei...  -  Respirei fundo, e continuei.  -  O que você deu de comida pra ela?  -  Certamente ele pediu alguma coisa, porque o Arthur não sabe nem fritar um ovo.

 -  Pedi comida !  -  Hmm, até que ele tá se saindo bem.

 -  Ata, e como ela tá?  -  Mordi o lábio de novo, com certo nervosismo.  -  Tá com dor ...  -  Nem terminei de falar e já ouvi o Arthur me interromper.

 -  Não... Lua, tá tuudo bem!  -  Revirei os olhos.

 -  Ah, então tá !  -  Suspirei.  -  Tchau !  -  Me joguei na cama .

 -  Tchau.  -  Desliguei o celular e joguei ele ao meu lado, já que está tudo bem, eu vou dormir.

8 comentários:

  1. poata maiiiiss please <3

    ResponderExcluir
  2. Posta ++++++++++++
    Ameeii *-*
    A Lua parece paranóica !!

    ResponderExcluir
  3. Posta Mais.
    Queria que Arthur falace pra Lua que ele ama ela quando ele tivesse bebado,e a Lua ajudase!!!

    ResponderExcluir
  4. Medo da Lua em deixar a menina com o pai kkkkkkkkk
    Acho que Arthur vai armar um plano pra Lua, ja que ele ta todo ciumento por conta do Micael
    Xonada nessa web <3

    ResponderExcluir
  5. Posta logo
    por favor

    ResponderExcluir
  6. Pelo visto vai demorar pra eles ficarem juntos

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo