19 de mar de 2014

2° Capitulo: O melhor amigo do meu amor // RELAXA.



Hey baby's ... Espero que gostem do capitulo dessa semana! ;)
Bjks ! : *





Estava a caminho da casa da Melanie, para me encontrar com o Arthur. Depois de contar o que eu pretendo fazer pra Sophia ela deu um chilique e nós discutimos, aposto que ela já deveria ter fofocado para Melanie o que eu vou fazer, mais tudo bem... Espero que a Mel também não fique com raiva de mim.
[...]
  Ao chegar na casa do Arthur, avistei ele na varanda de sua casa sentado com fones no ouvido, e teclando alguma coisa no notebook. Cheguei perto dele e ele nem notou a minha presença sentei ao lado dele, onde tinha uma cadeira bem próxima do mesmo. Dei um toque em Arthur e o mesmo me olhou abrindo um sorriso.
 -  Já aqui?  -  Ele perguntou tirando os fones de ouvido.
 -  Aham.  -  Falei e sorri.  -  Arthur eu posso...  -  Ele me olhou e eu fiquei meia sem jeito de falar. -
 -  Pode...?  -  Me deu força para que eu continuasse.
 -  Te pedir uma coisa ?  - Mordi o lábio inferior e vi que ele olhou para o outro lado.  -  Que foi?  -  Perguntei preocupada... Será que eu fiz alguma coisa errada ?  -  Se você não quiser fazer, tudo bem...  -  Comecei a tagarelar e Arthur voltou a me olhar sorrindo.
 -  Relaxa, Lua...  -  Olhou para mim, e eu respirei fundo tentando relaxar.  -  Pode!  -  Respondeu.
 -  É... então...  -  De nada adiantou eu ter respirado fundo. Nada. Já estou nervosa de novo, que droga! , Desviei o olhar do de Arthur e tentei falar.  -  É... Então... Eu ... Queria...  -  Não saia .
 -  Fala Lua...  -  Pediu, me olhando.
 -  EuqueriaquevocêfalasseproMikaqueeugostodele ! -  Falei tudo muito rápido e olhei pro Arthur que estava com uma cara confusa.
 -  Que?  -  Perguntou novamente .
 -  EU QUERIA QUE VOCÊ FALASSE PRO MIKA QUE EU GOSTO DELE ! -  Falei alto e em bom tom, Olhei para Arthur e ele estava sério, nunca fui muito amiga do Arthur, mais eu gostava muito dele. Ele era legal... Mais sei lá...
 - Há...  -  Suspirou, e abaixou a cabeça. Fiquei sem entender o porque de ele fazer isso.  -  Então é isso...  -  Falou.  -  Claro que eu falo!  -  Voltou a me encarar e eu levantei da minha cadeira eu fui pra dele sentei em seu colo e comecei.
 -  BRIGADOOO ARTHUR,  -  Depositei um beijo estalado em sua bochecha, ficando uma leva marca rosa dos meus lábios pintados de batom.  -  BRIGADO, EU VOU TE AGRADECER ETERNAMENTE !  - Dei outro beijo nele e pude ver a sua risada pairar pelo ar. Ele tinha uma risada igual a da Mel, que só de ouvir dava vontade de rir. Uma risada GOSTOSA.
 -  Menos, dona Lua... Bem menos!  -  Sai de seu colo e voltei a me sentar ao seu lado.
 -  Nossa... Como você é chato ! -  Fiz bico.
 -  Sabia que eu ainda posso desistir de te ajudar ?  -  Ameaçou.
 -  Desculpa, pessoa mais legal do mundo !  -  De novo a risada dele apareceu.
 -  Só você mesma, hein anã?!  - Aaaah, não! .
 -  Não sou uma anã !  - Quando eu e Arthur eramos pequenos, ele me chamava assim, ele era alguns centímetros mais alto que eu, mais mesmo assim me zoava. Aos 7 anos eu o passei na altura, e assim comecei a o zoar também, só que aí ele não gostou e nós nos distanciamos, bastante. Mesmo que a gente não tivesse muita intimidade, eu gostava muito dele, pois ele me fez feliz durante anos... Ele foi o MEU MELHOR AMIGO! .
 - é sim, e sabe disso !  -  Sorriu olhando pra mim.
 -  Arthuuuuur. Paraaa!  -  Fiz bico novamente e ele gargalhou de novo.  -  Você não é nenhum gigante !  - Debochei e sua risada morreu, ele me olhou e dessa vez eu cai na gargalhada.
 -  Sou maior que você !  - Se gabou.
 -  Corrigindo... Centímetros, maior!  - O corrigi.
 -  Okay, okay...  -  Se rendeu.  -  O que você quer que eu fale pro Micael ?  - Perguntou e eu corei.  -  Ixi, tá com vergonha?  -  Riu.
 -  Claro que não!  -  Tentei mentir.
 -  Claro que sim, te conheço muito bem, mocinha !  -  Falou e eu sorri.
 -  Tá, tá, tá...  -  Falei.  -  Fala, que eu to afim dele ! -  Dei de ombros.
 -  Ué... Você nem vai querer conversar com ele?  -  Olhei pro Arthur e ele tinha uma cara séria e ... Confusa? Não sei dizer !  -  Pelo que eu saiba vocês não se conhecem !  -  Se enganou.
 -  Ele não me conhece, mais eu conheço ele!  - Dei uma piscadela pro Arthur que sorriu.  -  Enfim... Fala com ele, se ele se interessar pede pra ele marcar um encontro, que aí a gente conversa !  -  Disse.
 - Tá...  -  Arthur falou .
 -  Cadê a Mel?  -  Perguntei.
 -  Saiu... Foi pra casa da Sophia, eu pensei que você também iria!  -  Falou, e eu bufei.
 -  Não... Briguei com a Sophia!  -  Falei, de cara emborrada.
 -  Nossa, vocês ainda brigam?  -  Ele debochou.
 -  Ahaha'  -  Fingi uma risada.  -  Ela falou que não era pra eu pedir a tua ajuda !  -  Falei.
 -  Ela tá certa.  -  Arregalei os olhos .  -  Só uma louca como você pra pedir a MINHA ajuda pra conquistar o Micael ! -  Riu, e eu fiquei com medo.
 -  Porque Arthur?  -  Perguntei séria querendo que ele me respondesse que era sacanagem, e que eu deveria confiar nele.
 -  Porque eu poderia não ter aceitado te ajudar!  -  Falou contando nos dedos.  -  Porque eu poderia te fazer passar vergonha, porque eu poderia falar alguma coisa errada pro Micael e...  -  Interrompo Arthur na mesma hora.
 - PELO AMOR DE DEUS ARTHUR NÃO FAZ ISSO COMIGO!  -  Meus olhos lacrimejaram e eu vi Arthur começar a rir. -  Ta rindo de que ? -  Perguntei já ficando com raiva.
 -  Lua, você é hilária!  -  Olhou pra mim, ainda rindo.  -  Tinha me esquecido, disso!
 -  Ahaha'  -  Dei uma risada falsa.  -  Quando você vai falar com ele?  -  Perguntei, me sentindo nervosa. Agora que o Arthur falou isso, estou me sentindo MUITO nervosa.




Um comentário:

  1. Ameii!!!Pena Ki So Eh Uma Vez Na Semana :(

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo