26 de fev de 2014

Plano B - Capítulo 27


Capítulo 27 - Penúltimo capítulo



Arthur Pov.
Eu ainda não acredito no que a Lua fez por mim.. Hoje de manhã bem cedinho, eu acordei com o choro das meninas, olhei para o lado e Lua dormia feito um anjo. Tava cansada, tadinha!
Me levantei rápido e fui até o quarto delas, que assim que me viram pararam de chorar. Acho que era saudade, lindas!

Arthur: Oi amores do papai! Estão com fome? - eu falava sozinho e brincando com elas, como um retardado. As coloquei no carrinho e fui até a cozinha preparar o café da manhã. Como no carrinho tinha alguns brinquedinhos, elas ficaram distraídas e nem choraram mais!
Quando terminei de fazer tudo as levei até o quarto, junto com o café e coloquei o carrinho ao lado da cama. Sentei ao lado de Lua e comecei a fazer carinho no seu rosto, como ela não acordava eu fui distribuindo selinhos em sua boca, que logo abriu um sorriso.

Lua: Bom dia. - falou sonolenta.
Arthur: Só vai ser bom quando você abrir os olhos. - rimos e ela os abriu.
Lua: Tá bom?
Arthur: Ótimo.. Olha o que eu fiz para você, para te agradecer por ontem!- mostrei a bandeja.
Lua: Awn, lindo! - me beijou. - Só agora eu percebi que elas estavam aqui! - riu, mostrando as meninas.
Arthur: Elas acordaram cedo, para não te acordar eu fiquei lá um pouco brincando com elas.
Lua: Obrigado!
Arthur: Pena que você não deixou eu te recompensar ontem.. - beijei seu ombro, enquanto ela comia uma torrada.
Lua: Eu estava muito cansada.
Arthur: Então não precisava fazer aquilo. - falei sério. - Lua, você não pode se cansar!
Lua: Mas eu me cansei depois que eu fiz.. E depois que eu acabei eu dormi, não foi?
Arthur: Vou perdoar só porque eu amei tá?
Lua: Ok ok! - falou se inclinando para me beijar.

3 meses depois..

As coisas não podiam estar melhor. As meninas estão com quase 4 meses, eu e Lua quase não brigamos, só de vez em quando temos aquelas discussões que sempre acabam na cama. Por falar nisso, eu e Lua não aguentamos nem uma semana depois daquele dia em que ela.. Bom, ela.. Aaah, vocês lembram! Quando eu vi, já estávamos com a respiração ofegante e ela com cabeça em meu peitoral. 
Nesses meses também eu aproveitei para construir aquele projeto, lembram? Da mercearia sustentável? Então, hoje seria a abertura dela. Eu consegui fazer tudo que eu queria, ficou do jeitinho que eu planejei. 
Mas, hoje não ficará marcado na minha vida como o dia em que eu abri o meu próprio negócio, acontecerá também, se Deus quiser.. 

Lua: Vamos? - falou vindo até mim com Mag e Estrela no colo. Ela estava simplesmente perfeita. Os cabelos, agora longos estavam cacheados, e mesmo com uma maquiagem leve, continuava perfeita. (Imaginem o look daquela foto lá em cima ok?)
Arthur: Agora! - lhe beijei e peguei Estrela, pegamos as bolsas em cima do sofá e colocamos as meninas no carrinho e fomos empurrando até a porta. 
Lua: Antes de ir, perai! - falou e voltou até o sofá com o carrinho. Ela pegou o celular colocou as meninas no sofá e tirou o dedinho de Mag da boca, sim, ela tava com essa mania agora. 


"@Lua_Blanco: Prontas :)♥" 

Estavam tão lindas.. Lua colocava todo dia uma tiara nelas, e o pior, elas amavam quando as enfeitávamos. 

Lua: Agora sim, vamos. - me deu um selinho. Fomos andando até lá, era bem pertinho, na verdade, era no outro quarteirão. 
Arthur: A parte boa, é que você pode vir almoçar aqui todos os dias. Sabe como é.. Me fazer companhia.
Lua: Olha amor, tá lotado. - apontou. 
Arthur: Caramba. - me surpreendi. - Mal posso esperar. - Só foi eu e a Lua entrarmos que todos começaram a me parabenizar, estavam todos lá. Sophia, Mika, Chay, Mel, Cris e os filhos, Maria Claudia, Albert, Mamãe, papai.. Todos!
Chay/Micael: Discurso, Discurso! - fizeram o combinado e eu pisquei agradecendo. 
Arthur: Ok ok, gente! Eu quero pedir um minuto da atenção de vocês! Obrigado por todos virem, esse lugar é um sonho muito antigo meu. - me envergonhei, mas continuei. - Hoje é um dia muito especial para mim. Mas, antes de tudo, eu queria agradecer para uma pessoa em especial. - olhei para Lua, que sorriu. - Lua! Naquele momento em que ela roubou o meu táxi.. No dia em que ela me insultou na feira natural, eu cai completamente sobre os seus feitiços. Eu te amo. Você fez de mim o homem mais feliz do mundo. - todos fizeram um coral de "Awwn" . - Obrigado. 
Lua: O táxi era meu. - falou séria e todos riram. 
Arthur: Lu, vem aqui! 
Cris: Me dá. - falou para Lua que lhe entregou a taça de vinho e veio até mim.
Lua: O que foi isso? - riu. 
Arthur: Como a gente faz tudo de traz para frente, - peguei a caxinha com Diego. - Eu, eu pensei da gente fazer o que é normal depois das gêmeas. - me ajoelhei e abri a caixinha.
Lua: Ah meu Deus. - falou baixinho. 
Arthur: Quer casar comigo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo