24 de fev de 2014

Plano B - Capítulo 20


Plano B - Capítulo 20


Lua Pov. 
Eu não acredito! O Arthur mentiu para mim, me magoou e ainda falou que as filhas não são dele. Ok, de sangue elas não são, mas e o coração poxa?

Arthur: Não foi isso que eu disse.. 
Perola: O Arthur sempre disse que não queria ter filhos. - Arthur a encarou bravo.
Arthur: O que você ainda tá fazendo aqui? - Ele falou um pouco alto demais, chamando atenção da maioria da feira. Aquela vadi* da Perola levantou as mãos, indicando defesa e saiu dali, com o rabo entre as pernas.
Lua: Agora eu entendi.. Aquele seu ataque! Não se trata do dinheiro, é simples, você não quer! 
Arthur: Teve uma época em que você estava insuportável, a gente brigava por tudo ou por nada. Eu não deixei você! Acha mesmo que eu não quero elas?
Lua: Certeza. 
Arthur: Você não ta pensando direito Lua, olha bem o que você está dizendo!- se zangou.
Lua: Vamos fazer assim, nós dois, precisamos de um tempo, separados, para esparecer.. 
Arthur: Você tá querendo terminar? 
Lua: Basicamente!
Arthur: Eu não quero deixar você! 
Lua: Por que?
Arthur: Por que eu te amo oras.. Amo você e essas duas meninas ai dentro!
Lua: Ok, eu estou nos meus últimos meses de gravidez. Nós terminamos e você continua lá em casa, até porquê eu sei que não tem aonde ficar por aqui e eu to passando muito mal ultimamente. Não posso ficar sozinha.
Arthur: Vem, vamos pro carro. 

Nada estava como antes, a gente estava sem se falar a 1 semana, era um simples "Bom dia." "Boa tarde" "Boa noite" e só!  Ele tentava se aproximar de mim, mas eu não queria, sabia que não resistiria e agaria aquele homem. Ele fazia de tudo, não me deixava fazer nada, lavava roupa, limpava casa, fazia comida e quando não fazia arrumava alguma comida! A única coisa que não mudou, foi as horas maravilhosas em que fazemos amor. Qual é, eu to carente.. Grávida, e quando se tem um homem gostoso, que ainda por cima é o cara que você ama, dando em cima de você não tem como resistir. Fomos para cama umas 3 vezes, é impossível não se arrepiar quando me lembro dele, de como ele me toca enquanto deliramos, nas palavras doces que ele diz. 

M. Claudia: Alerta tia avó na área! Cheguei!! - falou minha vó entrando em casa, ela simplesmente não aceitava que ia ser bisa e falava que as meninas a chamariam de tia vó! 
Lua: Veio me visitar ou contar alguma novidade? - falei ao ver ela tirar uma garrafa de champanhe da bolsa. - Vó, eu não posso beber lembra? 
M. Claudia: Olha, eu to velha mas nem tanto, eu sei que não podes beber! Quem disse que é para você? 
Lua: Vai beber tudo sozinha? - me assustei. 
Cris: Na verdade.. Eu vim beber com ela! - falou entrando pela porta. 
Lua: Reunião? 
Mel: FALTA EU! - entrou atrapalhada. 
Lua: Que isso gente? Virou a casa da mãe Joana agora? 
Mel: Na verdade, é da mãe Lua.. - riu, acho que antes de vir ela bebeu um pouco.
Lua: Então, vamos comemorar o que mesmo?
M. Claudia: Eu vou casar! 
Lua: Tá vovó, eu já sei, só caiu a ficha agora? Coitado do Albert, ele está te esperando a quantos anos mesmo? 13 ou 16?
M. Claudia: Na verdade são 22!
Mel: VOCÊ TÁ ENROLANDO O COROA POR 22 ANOS? - se assustou.
M. Claudia: Ele disse que esperaria.. Mas, me conta Lu, como vai você e o Arthur?
Lua: A gente não voltou! Mas nós transamos ontem... De novo. 
Mel: Coitado dele, daqui a pouco tá igual ao Albert!
Lua: Eu estou livre e ele está livre! Eu posso muito bem me relacionar com outros caras! 
Arthur: Legal.. É assim que você pensa Lua? Eu aqui, todo carinhoso, fazendo tudo para você, o babaca aqui trouxe até flores para você. - mostrou as rosas vermelhas. - E você vem dizer que vai se relacionar com outros caras? Maneiro! - Sorriu sínico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo