28 de fev de 2014

Você sabe que eu viajo em você meu Amor.






Capitulo Único

Estava organizando o meu apartamento, e acabei achando uma foto minha com o Thur e comecei a sorrir que nem uma boba, mas aquela não era uma foto qualquer era foto que ele tirou no dia em que agente se conheceu.

Eu não poderia esquecer aquele dia nem que eu quisesse.


~/ Flashback on /~


O aeroporto estava a maior confusão naquele dia, eu já havia chegado atrasada  pelo fato de ter ficado duas horas em um maldito engarrafamento.

A Luiza já me ligou dizendo que os acionistas estão loucos lá na empresa, parece que além de mim o novo sócio da empresa também não chegou , a minha mãe já deve estra me xingando  de tudo quanto é nome, mas a culpa é minha?

Não a culpa é da tia Vitória, na verdade ela é tia da minha mãe mas enfim.

Ela sabia que eu iria viajar, e fez a gentileza de sair e levar o motorista que a minha mãe PAGA.

Minha querida mãe diz que não, mas eu sei que ela me ODEIA, e tudo pelo fato de eu ser mas nova que ela.

Agora me responde se eu tenho culpa de ter nascido duas geração depois dela?

Mas enfim para melhorar meu dia, o avião que eu ia pegar e já estava com as passagens compradas já havia embarcado.

O próximo avião para Florianópolis só iria sair as 11:15 da manhã, troquei a passagem e fui me sentar na sala de espera do embarque.

Meu celular continuava a vibrar na bolsa, nem atendendo mas eu estava, da ultima vez quase fiquei surda dos gritos de desespero da Luiza, tadinha da minha irmãzinha minha mãe deve estar comendo os miolos dela neste momento.

Quando deu o horário do embarque ocorreu tudo bem, sentei na minha poltrona da primeira classe e ainda havia poucas pessoas, senti a presença de alguém ao meu lado e para a minha incrível sorte era um homem gordo, muito gordo.

Eu já falei que ele era gordo.

Pois enfim olhei para ele e sorri ,e ele me lançou de volta um sorriso MALICIOSO.

Eu ein!!

O avião decolou e eu comecei a sentir uma sonolência e acabei agarrando no sono.

~~~~~~~32 minutos depois

Estava chorando litros com o casamento da minha gatinha Lili com o gatinho da minha melhor amiga Mel e de repente comecei a sentir um aperto ao meu lado e ia cada vez apertando mais.

Quando abri meus olhos me deparei com aquele ser asqueroso quase em cima mim.

E pior me lançando aquele olhar de mas cedo.

ARGGGGG

-Meu senhor será que dá pra desgrudar?- eu perguntei para ele.

-Não eu estou melhor aqui.- ele disse me dando aquele bendito sorriso.

-O senhor está bem mas eu não estou.- eu falei sorrindo sarcasticamente.

-Ahh mais por que? Aqui esta tão bom. – ele falou estendendo a mão e alisando o meu braço.

Eu estremeci com aquele toque e retirei sua mão gorda do meu braço.

-Senhor isso é assédio o senhor sabia. E se o senhor não desencostar eu vou gritar.

-Gritar para quem ? – ele perguntou.

-Par...- Comecei a falar mas as palavras morreram na minha boca.

Não havia ninguém na classe, só uma senhora que estava dormindo com tampões de ouvido lá no fundo.

E mesmo que eu gritasse com o barulho do avião ninguém iria me ouvir.

-Então você não ia gritar?- ele falou avançando em cima de mim.

-Sai de perto de mim.- eu falei e ele sorriu me segurando.

-O senhor não ouviu a moça pedindo para o sair de perto dela.- uma voz masculina veio por trás da gente.

-Eu acho que você não tem nada a ver com isso.- ele falou saindo de cima de mim e virando ao encontro da pessoa.

CARACA!

ELE É GATOOOOOOO.

Ele tinha olhos castanhos e o cabelo formado em um topete, sua pele era clarinha e tinha um lindo rostinho de bebê.

AIN!

XONEI.

-E sabe o que eu acho que se o senhor não sair de cima da moça, eu irei até os seguranças do avião e o denunciarei de assedio.- ele falou.

E não precisou outra, o cara pegou a sua maleta e foi sentar lá no fundo da classe.

-Você esta bem?- o meu herói perguntou.

Quantos anos eu tenho em?

-Tud-ooo e obrigada.- eu falei gaguejando.

-Não tem de que Prazer meu nome e Arthur.- ele falou estendendo a mão.

-O prazer é meu. Meu nome É Lua.- estendi a mão e ele a virou a beijando.

Nossa que amor. Além de lindo é educado.

 -Será que eu posso- ele perguntou sentando ao meu lado.

-Claro.- eu falei sorrindo.

Ele sentou e nos conversamos a viajem toda

E vou contar um segredo para vocês girls.

Além de lindo, educado e Salvador de donzelas indefesas (URG! Que brega.) ele é bom de papo.

Quando desembarcamos nos trocamos telefones e tiramos uma foto juntos para colocar na chamada.

Nos despedimos e eu fui correndo atrás de um taxi.

Cheguei no hotel deixei minhas malas e fui para a empresa.

Peguei na recepção e peguei meu crachá e fui correndo para a sala da Lui.

-Ai meu Pai Santíssimo até quem fim Lua, bora o novo Sócio já esta ai.- a Luiza falou me arrastando pelo braço até a sala de reunião

Quando chegamos lá eu tive uma grande surpresa, o novo sócio era o Arthur.

Passamos toda a reunião trocando olhares e sorrisos.

Quando tivemos o mínimo tempo de trocar uma palavra o que falamos foi:

-Você?


~/ Flashback off /~


Sorri para a foto, e coloquei de volta na caixa, terminei de organizar o meu apartamento e fui me arrumar para me encontrar com o Arthur.

Hoje nos estamos completando quatro anos de namoro.

Os melhores anos da minha vida.

Quando cheguei no rol estranhei quando percebi que não era o Thur quem veio me buscar e sim o motorista dele.

-Por que você quem veio me buscar Cristian?- eu perguntei.

-O senhor Arthur me pediu para busca-la senhora.- ele falou todo tímido.

-E para onde você irá me levar?

-Não posso falar senhora.

-Por favor.- eu disse juntando as mãos.

-Só estou seguindo ordens senhora.- ele falou abrindo a porta do carro.

-Táaaaaa.

Entrei no carro e ele deu partida, logo chegamos ao local e eu reconheci a entrada

Era o meu restaurante favorito. Mas... ele parecia estar fechado, sai do carro e segui ate a entrada um rapaz de preto a abriu para mim e sorriu.

Entrei no restaurante e avistei Arthur sozinho em uma mesa, e não havia mas ninguém por ali.

-Eu não estou acreditando que você mandou fechar o restaurante Arthur.- eu falei indo ate ele, que riu ao ouvir o que eu disse.

-Tudo para a minha princesa.- ele falou levantando me dando um beijo e puxando uma cadeira para mim.

-Só você mesmo né Amor?

Conversamos, tomamos vinho tinto, ouvimos boa musica e jantamos, eu estava na lua quando o melhor estava por vir.

Ele se levantou e se ajoelhou na minha frente tirando uma caixinha do bolso do paletó.

-Lu você sabe que eu te amo né?- ele perguntou e eu balancei a cabeça em confirmação.

-Então hoje é um dia muito importante para nos dois. E a meses eu venho pensando por que não? E eu estou aqui nervoso e correndo o arrisco de você me dar um pé na bunda, mas só o que eu preciso e de você meu Amor, Então você aceita se casar comigo?

Ele perguntou e eu fiquei paralisada, e não disse nada de tanta emoção.

-Você não quer?- ele perguntou com angustia nos olhos.

-Ô meu amor é Claro que eu quero, é tudo que eu mas quero. Você sabe que eu viajo em você meu Amor.

Falei deixando as lágrimas caírem do meu rosto e pulando em cima dele.


                                                               FIM?

Gente to com medo até de perguntar gostaram?
Comentem por favor é meu primeiro capitulo único. Se tiver muitos comentários vou escrever mas

12 comentários:

  1. ótimo , você leva jeito pra coisa em menina

    ResponderExcluir
  2. amei,amei,amei!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Parabéns!!!!! Adorei :D Você escreve muito bem, poderia fazer tipo uma continuação dessa web, tipo, alguns anos depois :) Tenho certeza que vai ficar perfeito!

    ResponderExcluir
  4. Ameeeeeeeeeeiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  5. ameeeeei
    ass Sofia

    ResponderExcluir
  6. Nossa Ki Lindo!!!Arrasouuu!!!! Faz Continuação....Por Favor....

    ResponderExcluir
  7. Amei by: lyandra

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo