20 de fev de 2014

Dentro de um Mundo


Capítulo 2



P.O .V Lua


Primeira aula professora estava usando para apresentar os alunos novos e falando como o 3°ano é o mais importante,nada de interessante.Então usei essa aula para pensar,meus problemas eram poucos já tinha destruído a marra de Pedro mesmo que por um blog,sim ele era meu.Mas o que eu podia fazer?.

Não podia destruir minha fama,mas tinha dar uma lição naquele traste,assim feito,agora é só utilizá-lo como arma mas não queria só isso, queria poder mostrar para as pessoas tudo que acontecia naquele lugar, que todos fingem ser alguma coisa, que ninguém é de verdade o que  mostra, e ia começar a destruir máscara por máscara, que fui obrigada a aturar minha vida inteira, assim comecei a olhar pela classe,todos estavam ali os fingidos,as periguetes ,todos tinham um rótulo próprio ou eram simples cópias de quem seguiam até parar em uma pessoa que eu não sabia como definir, Arthur Aguiar.

Não sabia como defini-lo e isso me intrigava ele era diferente,nunca tivemos nada,foram poucas as ocasiões que nós conversamos,ele era o garoto perfeito para muitos,sorriso lindo,inteligente,tinha estilo,mas particularmente já tinha ficado com garotas demais ,não sou apaixonada por ele,mas algo diferente nele me atrai,eu não sei o que é.

- Lu..Lu...Lua!- Sophia me beliscou
-Ai isso dói -sussurrei para ela
-Então acorda...vamos fazer a dupla- ela falou
-Dupla pra que? -perguntei
-A professora mandou fazermos uma lista de exercícios de revisão,pra essa aula ainda -explicou.
- A tá!E o Chay vai fazer com quem?
- Olha lá -ela falou segurando o riso - Chay já tava atacando de pegador para as meninas novas tava sentado com uma ruiva de cabelo longo,era magra com um vestido curto e chamativo algo bem típico.

- Ok!-falei e me virei para fazer exercícios com Sophia e tentar tirar alguns pensamentos da minha mente. 
. . .

Finalmente o sinal tocou como de praxe do primeiro dia o diretor faria uma palestra onde era obrigatória a presença já que contava como aula  então fui junto com Sophia ao anfiteatro, Chay estava um pouco ocupado nesse momento.
- Sophia? - Chamei
- ...
-Sophia!-praticamente gritei -Depois sou eu que durmo??
-Ah,desculpa eu me distrai- ela falou olhando para o lado que por acaso estava Micael  conversando com a Melanie.

-Jura que é só distração Sophia?Nada de ciúmes ai não?
-Ciúmes? que ciúmes Lua desde quando se tem ciúmes de algo que não é seu?-Retrucou
-Desde quando existe sentimento - comentei

- Tanto faz não tem importância, não tem sentimento e muito menos ciúmes -ela disse e saiu andando em direção a porta do anfiteatro  é difícil assumir o que  se sente mas o que eu posso fazer?Fui em direção a ela.

( PS autora: não vou descrever a reunião isso que vai acontecer agora é na hora da saída depois das atividades.)

P .O. V Arthur

Na hora da saída estava conversando com Mel encostado no muro,Micael já tinha ido embora,tinha ensaio da banda.

-Mas Romeu e Julieta caraca essa é das antigas! - comentei com Mel depois que ela terminou  de explicar como era a peça desse ano.

-Eu também achei mas o que eu posso fazer ela quer assim então que seja - deu de ombros
-Mas vocês já não fizeram essa peça?- perguntei.

-Já isso é que é o mais estranho mas ela falou que ia ter uma surpresa mas não me deu nem uma pista- fez um bico.

-Mas uma hora ela vai contar não vai ué,você não é a estrela dela? - fiz um sim com a cabeça.

-Pode ser -ela concluiu -Meu pai chegou! -ela falou - Tchau Thur!!-ela me disse me dando um beijo na bochecha.

-Tchau morena- retribui o beijo.

Me encostei no muro e fiquei vendo o carro de Mel ir embora e do nada tive uma sensação de estar sendo observado deixei pra lá.

Já fazia uns 20 minutos que estava ali encostado esperando algum ser humano aparecer, fui em direção ao lado de dentro do colégio estava distraído no celular não tava prestando atenção até que trombei muito forte com alguém não tinha visto quem era até encontrar seus olhos castanhos.

-Desculpa Lua - consegui dizer- Estava distraído.
-É...não tem problema,também não estava prestando atenção -ela respondeu
-Então tá - falei e sai andando

-Só isso? é sério?-ela perguntou e eu me virei para ela.
-Só isso o que?-não tinha entendido
-Sem cantada barata,sem sorrisinho sem nada?-ela perguntou
-Porque teria isso?- perguntei
-Por que você é você!Mas fico feliz de não ter conhecido o cafajeste e sim o lado que presta de Arthur Aguiar - respondeu
Então era assim na base da ofensa?
-Todos meus lados prestam cara Lua -Falei me aproximando daquela garota.
-Se você diz quem sou eu pra discordar da sua enorme sabedoria!-ela disse em um tom de sarcasmo e saiu andando.
-Vai sair assim?-imitei ela fazendo a pergunta

-Pois é!-ela riu e deu um sorriso divertido e foi para a saída ,continuei andando em direção a cantina aquela menina era meio maluca,esperei mais um pouco e o motorista chegou fui pra casa,tomei banho e me organizei para o outro dia comecei a mexer na internet até que aparece algo na tela,que eu não podia acreditar.

Um comentário:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo