26 de fev de 2014

2°Capitulo: Nenhuma ajuda minha... // Unidos Por Uma Criança



Heey' baby's como vocês conseguem ser tão perfeitos ? Nossa... Amei os comentários de vocês, tanto que vou responder alguns ... 

MARCIA CASTRO: Sim, sim... Postava! :) Rs'  Acalme esse coração, mulher ... ahaha' bjks.

MINA LOKA: Primeiramente obrigado, e sim, posso fazer uma maratona, só que vai depender dos comentários... Enfim, se der tudo certo amanhã faço a maratona, pro cês ! >< Bjks

DANI:   Awwn, linda é tu! <3 Pois é... Ele tem que mudar, porque se não a Luinha vai cansar, né?! ( Ixxi, falei demais ) ahaha' Bjks.

Bom, é isso... E como eu disse: A maratona só depende dos comentários de vocês, então comentem muito, que amanhã quando eu tiver um tempinho posto pra vocês ! :) Aaah, e algo me diz que ainda hoje posto mais um capitulo, então... Aguardem! ;)   - Boa leitura!



Relembrando: Elena como sempre caiu no sono na minha cama e eu fiquei com pena de tirar ela da mesma então deixei ficar do jeito que estava . E assim dormimos, juntinhas.

Em pleno sábado acordo com Emilly ( A empregada ), batendo na porta como uma desesperada, assustada me levanto rapidamente para atende-la .
– Que foi? – Pergunto abrindo a porta, com uma preguiça que só Deus.
– O sr. Arthur está lá em baixo! – Droga, esqueci que ele viria pegar a Elena. 
– Tá bom, Emilly obrigada por avisar, diz pra ele que já, já a gente desce ! – Respondi.
– Sim senhora! – Assim que Emilly saiu, fechei a porta novamente.
– Filha! – Caminhei até a cama e a descobri, ela apenas me respondeu com um “ Hum?”, mais nem abriu os olhos. – Seu pai tá lá em baixo te esperando, pra sair ! – Sorri, e como num passe de magica ela já estava acordada e sorrindo, o que era muito raro, porque ela só acorda de mal humor! . – Vai escovar os dentes e tomar seu banho, daqui a pouco a mamãe passa no seu quarto pra escolher a sua roupa, okay?! – Ela assentiu e correu pro quarto sem ao menos me dar um beijo... Mais tudo bem, vou até meu banheiro, escovo meus dentes e lavo meu rosto depois o seco. Saio do banheiro em rumo a sala, onde tenho a leve impressão que Arthur estaria.
– Bom Dia! – Hmm... Hoje ele tá muito sexy. Ai Arthur, Arthur. Ele usa uma calça jeans, uma blusa Pollo branca, uma jaqueta de couro preto e um tênis também na cor branca. Está um gato! – Desço as escadas correndo pelo hábito de sempre estar atrasada. 
– Bom Dia! – Disse depois que desligou o celular, parece que hoje está com um humor razoável.
– Emilly?! – Gritei e vi que a moça veio correndo em minha direção. – Vai lá em cima escolher uma roupinha pra Elena?! –Emilly assentiu e subiu as longas escadas.
– Eu disse que viria pegar ela cedo ! – Arthur disse me seguindo, estava indo até a cozinha para poder fazer o café. – Já era pra ela estar pronta ! – Falou, e com certeza me enganei ao achar que ele estaria com um bom humor . 
– Eu sei Arthur, mais eu esqueci de por o celular pra despertar! – Justifiquei, colocando água na cafeteira e depois o café. – Vai levar ela pra onde ? – Perguntei indo até a geladeira e a abrindo logo depois para pegar: leite, geleia e uma vasilha com morangos. 
 –Bom pensei em levar ela ao shopping e depois ao parque ! – Respondeu.  Coloquei o leite a geleia e os morangos em cima do balcão apontei rapidamente pra uma cadeira, dando a entender que era pra Arthur sentar. 
– A essa hora ? – Perguntei, parando no meio da cozinha e o olhando séria, ele me olhou confuso e eu logo me adiantei. – Ir ao shopping com uma criança não é nada legal, ainda mais essa hora. No parque até que é uma boa ideia, mais acho que ainda tá muito cedo. – Afirmei andando até o armário e pegando a embalagem de sustagem e logo a colocando também em cima da mesa. – Um ótimo programa seria levar ela pra ir no zoológico. – O olhei e ele prestava bastante atenção no que eu falava. – Já tinha prometido de a levar a algum tempo, mais como quase nunca tenho tempo... Você pode levar ! – Parei de tagarelar e voltei a me preocupar em por o café na mesa .  
– é uma boa ideia ! – Afirmou. 
Voltamos ao silencio e assim, ficamos até a mesa do café estar totalmente pronta e Elena chegar, como sempre muito escandalosa .
– Paaaapaaai ! – Adentrou a cozinha correndo e com um sorriso de orelha a orelha.
Arthur se virou um pouco pra poder pega-la no colo e começar os ataques de fofura  dos dois. Elena o abraçava e dava vários beijinhos em suas bochechas, Arthur sorria e também a enchia de beijos. Eu por fim, fiquei sozinha como sempre acontecia quando Elena se juntava com o pai. – Peguei um pedaço de bolo e levei até a boca. – Continuei a olhar os dois, que conversavam sobre o que iriam fazer hoje, e por um momento me senti excluída, mais esse momento não durou muito, pois Elena me olhou e logo estendeu os braços para que eu a pegasse, sorri e assim fiz, ela fez o mesmo que fez com o pai, me encheu de beijos e abraços e começou a tagarelar, sobre o que ela iria fazer hoje.
– Eu vou ver a gilafa, mamãe ! – Sorriu, empolgada e eu não pude deixar de a acompanhar pelo riso.
– é meu amor?! – Falei. – Que legal ! – Afirmei a colocando na cadeira que estava no meio. ( entre eu e Arthur. ) e comecei a preparar sua sustagem. Assim que pronta a dei para Elena que deu um gole e começou a tagarelar com Arthur novamente. Peguei uma torrada e passei por ela geleia de uva, também entregando nas mãos de Elena. Uns 15min. Depois eles saíram e eu fiquei em casa sem nenhuma ideia do que fazer .
[...]
Acordo, e rapidamente me levanto assustada, por ter dormido tanto, talvez Arthur tivesse ligado, nossa como eu sou louca! – Me levanto completamente estabanada e procuro por todos os lados meu celular, saio do quarto e caminho até o quarto de Elena. Sabia! – Assim que chego no quarto avisto o celular, em cima da caminha dela, caminho até a mesma pego o celular, digito a senha e NADA! – Arthur, nem deu sinal de vida ! – Bufo, preocupada, mais também com um pouco de raiva, por ele não ter precisado de nenhuma ajuda minha. Saio daquele quarto rapidamente pisando firme sem motivo nenhum, estou brava por que ele não precisou da minha ajuda ?! Acho que estou ficando meio louca ! – Com certeza. – Enfim, desço as escadas correndo e vejo que Emilly ainda está arrumando a casa.
– Ainda aqui ? – Perguntei me aproximando .
– Sim, hoje é dia de faxina ! – Disse varrendo o chão da sala. 
– Não precisa, só dá um jeitinho no meu quarto e no do da Elena? E pode ir embora! – Falei caminhando até a cozinha.
– Okay! – Emilly respondeu ainda na sala.
Caminho até o armário pego um copo e logo após vou até a geladeira, pegando de lá uma jarra de suco de laranja e depois me servindo. Guardo a jarra e me sento no balcão da cozinha, só pensando no que eu poderia fazer pelo resto do dia afinal – Dou uma olhadela no celular que está em cima do balcão e vejo a hora. – ainda são 11:00hrs. 

9 comentários:

  1. Ate quem fim uma atitude de pai da parte de Arthur.
    Faço votos que Lua faça ele comer na mão dela ahaha
    Adoreiii Viih *O* ja quero maratona.
    Web é perfeita *-*
    Bjos linda.
    Ass: Dani

    ResponderExcluir
  2. acho q vai dar treta isso kkkkkkkkkkkk amando posta mais

    ResponderExcluir
  3. Tmb acho que o Arthur deveria comer na mão dela, uma cena de ciúmes.

    Adorei o capitulo! Posta mais

    ResponderExcluir
  4. Humm...Adorei o capitulo e a ideia da maratona!!!Posta mais hoje??!

    ResponderExcluir
  5. web perfeita
    ass Sofia

    ResponderExcluir
  6. Tbm acho que o Thur devia ficar nas maos da Lua, e uma ceninha do Arthur com ciumes da Lua cairia bem

    (Fer)

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo