10 de jan de 2014

Meu vizinho Insuportável 3ª Temp. - Últimos capítulos.

 

Capítulos 68, 60 e 70. 


Seis meses depois... Véspera de Natal.

Mel: enfim vamos passar mais um natal juntos – disse contente, aos amigos dando um beijo na bochecha do esposo, Chay sorriu para ela, eram realmente um casal apaixonado.

Sophia: e o milagre desse ano foi Lua Maria e Arthur passarem seis meses inteiros e completos sem brigar – gargalhou deitando-se no peito de Micael que também riu junto com os amigos. Lua e Arthur não conseguiram e acabaram rindo junto, ela tinha razão, faziam exatos seis meses que nem sequer discutiam e isso poderia ser chamado de milagre, com certeza.

Arthur: não foi milagre – negou sorrindo e olhou Lua nos olhos – é amor.... simplesmente isso... – disse seguro e apaixonado.

Chay: awwwn que fofo, como ele é romântico – brincou gesticulando afeminadamente, imitando a maneira que sua filha falava, fazendo todos caírem na gargalhada novamente, adoravam estar os seis juntos, pareciam adolescentes.

Micael: mas e as crianças, como estão? – perguntou para Arthur e Lua.

Lua: depois de longos seis meses nos dedicando a eles, estão ótimos. – sorriu orgulhosa – a Mary e a Helo já se adaptaram completamente, estão muito felizes em nossa família, Guto é o melhor aluno do colégio – sorriu mais, orgulhosa do filho – e também é um ótimo filho.

Sophia: mas que mãe babona linda – apertou de leve as bochechas da ruiva – e a Vivi já superou tudo? – falou com cautela, sabia que a menina estava por perto com Clara, agora eram inseparáveis.

Arthur: minha estrelinha ainda está um pouco triste, ela não queria o bebê, mas quando soube que perdeu ficou muito abalada, disse que não era capaz de ser mãe – disse triste – mas ao meu ver, acho que ela está melhorando ... ficou muito confusa,, tadinha... mas o cara ainda está pagando bem caro o que ele fez com ela – cerrou os punhos, havia pagado a alguns caras para espancarem Matt na cadeia, aquele pedofilo miserável.

Helo: a Vivi já está ótima, ela já está implicando comigo – reclamou saindo da brincadeira com as outras crianças e todos riram ao ver as bochechinhas dela infladas por está emburrada.

Lua: ela faz isso porque te ama, meu amor... – sorriu – pode voltar a brincar em paz ok? – viu a pequena assentir e correr para o jardim da casa – graças a deus agora está tudo muito bem, o Nando conseguiu sair da enrascada em que os amigos meteram ele – suspirou.

Mel: você ainda não contou direito o que tinha acontecido, ele estava muito diferente, e a coitada da Julia sofreu com isso, mas ainda sim minha filhinha o ajudou... – sorriu orgulhosa.  

Arthur: e eu a agradeço muito May, a Julia deu muito apoio a ele . o Nando tinha se metido com os velhos amigos de quando era sequestrado pela Pérola e morava naquele local, ele estava ainda um pouco confuso e ligado ao passado, se meteu com drogas – falou baixo e todos olhavam surpresos e assustados – mas não se drogou, graças a deus, ele apenas vendeu uma única vez por que perdeu uma aposta idiota, ele estava viciado em jogos, então acabou sendo obrigado a vender mais e mais, até nossa aliança de casamento o meu filho pegou escondido para pagar umas dividas... – disse cabisbaixo

Lua: e isso bem em baixo do nosso nariz... mas conseguimos resolver a tempo, o Arthur conseguiu aos poucos afastar o Nandinho de vez desses garotos e tudo isso, a Julia o incentivando  ajudou ainda mais, meu filho agora é outro, e se depender de nós continuará sendo. – garantiu.

Chay: vocês são ótimos pais – disse sincero – e eu estou orgulhoso da minha filha – sorriu abertamente – sempre quis que ela se casasse com alguém que a amasse de verdade e se o Nando mudou por ela é porque ele realmente sente algo forte, ela ainda é muito nova mas torço pra que fique com Nando.

Arthur: valeu mano – bateu a mão com Arthur sorrindo.


Sophia: mas e os pombinhos apaixonados? Minha pequena e meu ex gordinho? – perguntou de forma carinhosa por Danny e Kayke.

Lua: Danny e Kayke sempre ligam e dizem que estão bem, mas meu coração diz que estão escondendo algo... – todos olharam preocupados – eu conheço os dois muito bem, mas não acho que seja nada grave ou mau, mas que eles estão com algum segredo isso estão – garantiu sorrindo, conhecia muito bem os filhos – mas fora isso, estão ótimos, aliais chegarão no dia do natal, ou seja,  amanhã de manhã – sorriu com os olhos brilhando, estava ansiosa de mais – estou morrendo de saudades

Arthur: falaram que vão trazer uma surpresa pra todos, algo me diz que eu não vou gostar... minha intuição não falha – disse preocupado

Vera: com licença – sorriu simpática, a empregada – a ceia de natal já está posta – avisou e já ia se retirando

Lua: onde pensa que vai, vera? – perguntou sorrindo docemente – você vai participar da ceia conosco – convidou e a senhora a agradeceu com um enorme abraço e logo chamou todas as crianças para a enorme mesa que estava no jardim da casa do Arthur.

A ceia não podia ter sido melhor, conversas, brincadeiras, risos, amizade, carinho, união e amor, nada faltava, a noite havia sido completamente perfeita. Após a ceia, as crianças correram para a grande arvore de natal onde ficavam seus presentes e com o consentimento dos adultos, ansiosas abriram logo os seus, os olhinhos de cada um brilhavam, sorriam e riam, felizes pelo que ganharam, enquanto compartilhavam aquele momento de alegria. Logo depois começaram a dançar, enquanto algumas luzes deixavam o clima ainda melhor, com o som de uma musica romântica. Lua e Arthur dançavam colados, com os olhos cerrados, e suas testas grudadas, sentindo a presença tão próxima um do outro.

Arthur: você está tão sexy meu amor... que tal fugirmos um pouquinho? – sussurrou no ouvido da esposa. Lua sorriu.

Lua: Aguiar, já te disse pra ser menos safado... – sorriu mais vendo um pequeno bico se formar nos lábios dele – depois teremos a madrugada inteira pra nos amarmos amor.... – acariciou as bochechas dele

Arthur: promete? – sorriu largamente vendo-a assentir rindo, grudou mais seu corpo no dela para beijá-la delicadamente e em seguida mirá-la nos olhos e dizer do fundo de seu coração – eu amo você, Lua...


Lua: eu amo você – o olhou completamente apaixonada, e não precisou mais palavras, se beijaram apaixonadamente, no meio do jardim, com crianças correndo, dançando e brincando, seus amigos próximos e aquela musica contagiante, jamais imaginavam que amariam alguém tão intensamente na vida e se amavam da forma mais simples e tão intensa que jamais haviam sentido ou imaginado.


12 comentários:

  1. maaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaais , pena q ja ta acabando :(

    ResponderExcluir
  2. Maisss eu fico triste em saber que ja ta acabando

    ResponderExcluir
  3. pena que já está acabando a web, mas amo demais

    Ana

    ResponderExcluir
  4. viciada por esta web
    ass Sofia

    ResponderExcluir
  5. Posta +++++++++++++++
    Ameeii *-*

    ResponderExcluir
  6. Continuuuua *-------* Sou nova leitora aqui <3

    ResponderExcluir
  7. Ana Clara s211/01/2014 23:12

    Essa web é muito perfeita...posta mais...

    ResponderExcluir
  8. perfeita, sem mais

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo