2 de dez de 2013

Meu vizinho Insuportável 3ª Temp.


Capítulo 45



Dany: o que é isso? – seus olhos lacrimejaram em emoção, assim que entrou em seu quarto e viu a surpresa de seu namorado, havia flores por todos os lados e corações escrito: “Dany, eu te amo.” E outros “Thays, papai te ama” ele estava sorrindo largamente deitado na cama, coberto por lençóis.

Kayke: apenas mais uma forma de te dizer o quanto você é importante para mim, vocês são – corrigiu sorrindo mais e se sentou para conseguir tocara barriga dela – quero demonstrar o quanto eu te amo desde que me entendo por gente – ele disse tirando  um enorme buque de flores de baixo do lençol, e assim mostrando que estava apenas de cueca e ela sorriu entre lagrimas, Kaike sentou-se a trazendo para perto e entregando-lhe o buquê

Dany: eu também te amo, desde a primeira vez que te vi em um supermercado – ambos riram, recordando – meu eterno príncipe – colocou o buquê de lado e entrelaçou o pescoço dele com os braços para logo beijá-lo com calma, assim que se separaram com selinhos, ela sentiu ele deslizar uma linda e brilhante aliança por seu dedo, assim que olhou o que ele fazia, sua boca abriu-se assim como seus olhos se arregalaram, em surpresa e emoção o olhando no fundo dos olhos – Kayke... – sussurrou emocionada

Kayke: minha vida... eu não me considero nenhum romântico, as vezes sou um idiota – riu admitindo – mas quero te dizer que o mais importante pra mim é você e nossa pequenina, vocês são tudo para mim e... como já vamos ser uma família, acho que chegou o momento... – segurou uma mão dela e se ajoelhou olhando nos olhos que estavam lacrimejados – enfim... casa com esse bobo papai apaixonado?

Dany: mas é claro que sim – respondeu prontamente – eu te amo mais que tudo no mundo – sentiu mais lagrimas inundarem seus olhos assim como os dele e mais uma vez se beijaram, mas não qualquer beijo e sim um beijo único, com algo a mais que os outros, ele a deitou na cama e ficou por cima dela e beijando, porem algo entre ambos se moveu e eles se afastaram rapidamente rindo – minha filha – sorriu largamente – se mexeu pela primeira vez... sente amor... segurou a mão dele sobre sua barriga, aquele momento poderia durar para toda a vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo