3 de dez de 2013

" De Repente é Amor "


16ª Capítulo - Jantar, conversas e provocações...



Chay e Lua estavam na piscina da casa da loira. A partir do dia em que viraram "Amigos coloridos" não se desgrudaram um minuto. A loira se sentia segura e confortável ao lado do rapaz. Não sabia porque, mas se sentia bem ao lado dele. 
O rapaz a beijava de uma maneira suave, calma e doce. Segurava na cintura dela, apertando-a de leve enquanto a trazia ainda mais para ele. Já a garota de concentrava somente em puxar os cabelos dele de leve, e descer e subir as mãos pelas costas de Chay. Ele finalizou o beijo com um selinho demorado e segurou o rosto dela com as mãos a olhando nos olhos. 

- Linda! - sorriu. Ela sorriu de volta sentindo as bochechas esquentarem - Já disse que fica ainda mais linda com vergonha? 
- Chay.. - deu um soquinho no braço dele. Ele riu. 
- Eu só disse que você é linda - falou achando uma graça ela toda envergonhada. 
- Sabe que eu fico com vergonha e ainda provoca - riu se separando dele e cruzando os braços. Ele a puxou de volta - O que a gente faz agora? Já estou cansada de ficara aqui. 
- A gente pode dar mais uns beijinhos - beijou-lhe na trave, ela riu. 
- É sério Chay.
- Você ficou sabendo do jantar que vai ter lá na Kátia? - a loira negou com a cabeça - Parece essa semana ela faz aniversário e ela quer viajar. 
- Ela falou pra onde ela vai? 
- Acho que ela vai pra Fernando de Noronha. 
- Pernambuco? - Chay assentiu - Dizem que é lindo as ilhas de lá. 
- E é mesmo - sorriu. 
- Conhece lá? 
- Não. Mais já vi fotos - riu - Então... Você vai pro jantar? 
- Vou ver se dá - ele fez bico - Ta bom.. Eu vou - sorriu junto à ele - Mais só porq é aniversário da Kátia. 
- Ok, ok..

A puxou para outro beijo, esse era mais agitado e caloroso. Chay inverteu os lados e a encostou na borda da piscina colando seus corpos. O beijo foi ganhando mais intensidade, até ouvirem uma tossida "discreta" vindo da porta do jardim. Eles se separaram assustados e olharam para Claudia que continha as mãos na cintura. 

- Posso saber o que está acontecendo aqui? - ela disse olhando para Chay que coçava a nuca. 
- Ah o que D. Claudia? Vai dar uma de mãezona agora? - rolou os olhos. 
- Quem é esse rapaz? - apontou para Chay. 
- Prazer senhora, me cham... - Claudia o cortou. 
- Senhora só se for a sua avó - ele ergueu a sobrancelha - Eu não quero saber seu nome, quero saber quais são suas intensões com a minha filha. 
- Ah, por favor né?! - Lua rolou os olhos - Vamos Chay - saiu da piscina junto à ele.
- Ei, onde pensa que você vai? - parou Chay. 
- Embora!?! 
- Espero que vá mesmo e só volte quando EU convidar - deu ênfase. Lua bufou e puxou Chay para o quarto. Claudia ficou bufando lá embaixo e Lua trancou a porta. 
- Não liga pra minha mãe - falou entrando no banheiro - Ela é insuportável - falou um pouco mais alto para que ele ouvisse. 
- Tudo bem - riu - Foi até engraçado. 
- Jura?! - ergueu a sobrancelha saindo do banheiro com o roupão. 
- Juro, e acho melhor eu ir embora antes que sua mãe venha me buscar pela orelha - eles riram. 
- Eu te levo até a porta - destrancou a porta e eles desceram. Claudia começou a falar e Lua ignorou a mãe abrindo a porta para Chay. 
- Te vejo no jantar? - ela assentiu - Fechado - ele olhou para o lado e viu que Claudia encarava os dois, então se inclinou para beijar a bochecha da loira, mas Lua foi mais rápida e virou o rosto. O beijo se tornou em um selinho demorado. Ele riu e negou com a cabeça quando se separaram. Lua deu de ombros e fechou a porta quando Chay foi tomando distância da casa. Ignorou Claudia que continuava a falar e subiu para o quarto. 

[...]

- Ficou bom? - perguntou Lua enquanto se olhava no espelho. Look: clica
- Ta linda, maninha - falou Mel enquanto retocava o gloss - Como que eu estou? - look; clica
- Ta uma gata, agora vamos antes que a gente se atrase - falou pegando a bolsa. Mel deu a última olhada no espelho e as duas saíram. Lua mandou uma mensagem para Chay avisando que já estava chegando, o almoço seria em um restaurante, então as duas seguiram de carro até o local combinado. As duas adentraram no local. Chay veio ao encontro de Lua e lhe deu um beijo terno nos lábios, enquanto Mel sentava na mesa. Kátia sorriu para a loira que sentou de frente pra ela, ao lado de Mel e Chay. (N/A: Tipo, tava a Lu sentada de frente para Kátia, o Chay a sua direita e a Mel a sua esquerda. Entenderam? :/) Arthur ainda não havia chegado, para o alivio de Lua. 
- Posso saber o que foi isso? - perguntou a Lua que escondeu o rosto no pescoço de Chay, a senhora riu e Chay também - Vocês tão namorando? 
- Não - o rapaz respondeu. 
- Não? - Kátia e Melanie perguntaram juntas. Lua tirou o rosto do pescoço do rapaz um pouco mais "confortável" com a situação. 
- A gente é amigo.. Amigo com benefícios - ela respondeu calmamente enquanto tirava uma madeixa do olho. 
- Ah... Tipo uma amizade colorida? - Kátia perguntou. 
- Conhece é? - ela perguntou maliciosamente.
- Em que época você acha que eu vivo? - Kátia perguntou. Todos riram - Vocês ficam bonitinho juntos - sorriu. 
- Também acho - Mel comentou sorrindo para a irmã. O casal sorriu e deram um selinho demorado. 
- Opa..! Perdi alguma coisa? - chegou Arthur. Ele tinha um olhar malicioso para Chay que entendeu o olhar do amigo e negou com a cabeça dando uma risada baixa, ele sentou ao lado de Kátia e só então percebeu a presença de Melanie. 
- Arthur? - a morena perguntou - O que você... Lua... - foi interrompida por Lua que lhe deu um beliscão no braço, ela olhou a irmã sem entender e a viu fuzilando-a com o olhar. Entendeu que era pra ficar quieta. 
- Sem querer ser grosso, mas o que faz por aqui Mel? - Arthur perguntou meio sem jeito. 
- Mel é minha sobrinha de consideração - sorriu para a morena e a loira que agradeceu Kátia pela "ajuda". 
- Que mundo pequeno - riu. Lua rodou os olhos, Chay pegou em sua mão e sorriu para a loira que sorriu de volta - Mais então... Perdi alguma coisa? - disse olhando para Lua e Chay. 
- Perdeu sim - a loira respondeu calmamente - a oportunidade de ficar calado - ele riu. Lua bufou, garoto insuportável, pensou ela. 
- A gente não vai discutir no restaurante - deu uma piscadela para Lua que revirou os olhos - Aliais... Gostei da sua roupa, da um ar de criança, que é o que você é. Criança!
- Gente vamos pedir? - Chay interrompeu o início da discussão. Eles assentiram e Chay pediu o cardápio. 

O jantar acabou sendo divertido. Lua e Arthur se ignoravam completamente o que afastou o clima tenso daquela mesa. Eles conversaram, deram risadas, fizeram brincadeiras... Enfim, o que parecia um campo de guerra no início, acabou se tornando uma mesa agradável e divertida. 



Falta pouco para o Arthur descobrir que é a Lu #Oba

4 comentários:

  1. posta mais hj por favorrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr

    ResponderExcluir
  2. Maiis, não demores tanto a postar

    ResponderExcluir
  3. Aaaah que bom, to loca pra qur esse dia chegue, postaa maais!???? Amo a web :)
    By: Paula

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo