14 de dez de 2013

Cap. Único: "Amor de Natal"



Capítulo Único - #Especial de Natal 

Era
véspera de Natal e só de pensar meu coração batia forte.  Eu queria muito que chegasseamanhã, mas ao mesmo tempo não queria. Eu tinha medo de encontrá-lo e acontecer o mesmo que o Natal passado. Ele havia trago sua namorada, muito simpática sem dúvidas, mas eu o amava. Tinha medo de me declarar e nossa amizade nunca mais ser a mesma.
Todo Natal, a família Aguiar vinha passar aqui em casa, a convite dos meus pais. Eles moram na Califórnia, perto daqui de Nevada. A irmã do Arthur era a minha melhor amiga, a Bella. Somos grandes amigas e bem antigas. Ela sabia do meu amor pelo Arthur, mas mantinha segredo, a meu pedido e achava até engraçado de pensar em um dia sermos cunhadas.
Bem, são 23h15min. Estou ajudando meu irmão, o Miguel, a fazer os últimos ajustes na árvore de Natal e colocar os presentes em volta, enquanto mamãe prepara o frango e papai ajuda a arrumar a mesa.  A neve caia forte, e eu ficava admirando-a pela janela. Amava neve, principalmente fazer bonecos de neve.
Olhei as horas e meu coração disparou ao ver que já eram 23h40min. Faltava 20min para eles chegarem. Será que eu estava preparada? E se ele trouxesse sua namorada novamente? Eu não aguentaria, definitivamente.
-Então, o frango tá quase pronto. Vamos todos nos arrumarem e esperar os Aguiar chegarem. – Mamãe disse isso e meu coração acelerou ainda mais.
Respirei fundo, subi para meu quarto e vesti um calça jeans com uma blusa branca de manga comprida e um casaco cor de pele por cima.
- Lu! – Alguém me chamou na porta do meu quarto, era meu irmão. – Porque você está tão ... assustada?
- Nada Miguel! Eu não estou assustada.
- Sempre quando falamos dos Aguiar você fica estranha de uma forma inexplicável, tipo agora por exemplo, olha a sua cara de espantada. – Senti uma tremura.
- Não é nada.
- Lu, eu tenho 20 anos, você tem 18 e eu te conheço muito bem, aposto que está apaixonada hahahaha, mas se não quer falar, não fale. – Quase joguei meu travesseiro na cara dele, mas ele estava certo, eu estou apaixonada mesmo.
No momento em que ele saiu do quarto, eu tranquei a porta, enfiei debaixo do cobertor e comecei a escutar música. Lágrimas começaram a se formar em meus olhos. Talking To The Moon – Bruno Mars, essa era a minha música, minha e do Arthur.
At night when the stars
Light up my room
I sit by myself
Talking to the moon
Try to get to you
In hopes you're on
The other side
Talking to me too
Or am I a fool
Who sits alone
Talking to the moon

Momentos dos Natais passados, passavam em minha cabeça, o rosto do Arthur aparecia tão claramente em minha mente, em todo momento. Ele era tão lindo, simpático, atencioso, e tinha uma alma pura, o que me dava orgulho. Sabe quando você sente que uma pessoa te completa? Eu estava sentindo exatamente isso! Tudo o que eu mais queria durante o ano, era que chegasse o Natal, pra eu reencontrar meu amor. Pensava em mandar cartas, mas desistia no mesmo momento. Eu tinha que dar um jeito de alguma forma.
Escutei a buzina, interrompendo meus pensamentos. Mais uma vez respirei fundo e levantei da cama.
- Lua, desce já daí, vem receber as visitas! – Escutei meu pai gritando lá debaixo.
Desci imediatamente. A porta já estava se abrindo, quando eu vejo aquele rosto que aparecia tanto em meus sonhos.
Bella veio correndo em minha direção. Retribui o abraço e ouvi ela sussurrando em meu ouvido: “ Prepara-se para a surpresa.” Fiquei confusa, que surpresa poderia ser? Terminei de cumprimentar o pessoal e o Arthur veio até mim, me dar um abraço. Quando vi, já estava o abraçando mais forte do que nunca. “Senti saudades Lu, muitas saudades!” O quê? O Arthur sussurrando aquilo? Só faltou eu desmaiar em seus braços. “Também Thur.” Foi o que consegui falar.
- Ei vocês dois ai, esqueceram da vida? – Mais uma vez meu irmão me deixou sem graça e atrapalhou o momento.
Olhei para meu pai que retribui um olhar meio estranho. Senti vontade de rir, mas deixei pra lá.
- Mas como você está linda Lua.
- Ah, obrigada Sr.Paula.
Paula era a mãe do Arthur. Vivia me chamando de nora e eu até que gostava.
- O Arthur não via a hora de chegar, queria vir pra cá semana passada. Não parava de falar que queria ver a Lu e essas coisas! – Obrigada Sr.Daniel, não só deixou o Arthur sem graça, como eu também. Abaixei a cabeça e dei um leve sorrisinho.
Papai ficou conversando com o Daniel, pai do Arthur e mamãe foi mostrar seu caderno de receitas para a Paula. Eu não sabia se ia falar com o Thur ou com a Bella, tudo havia mudado. Sentei no sofá e o Arthur veio falar comigo.
- Ei Lu, nem falou comigo direito. Tá tudo bem?
- Claro.
- A Biby mandou um abraço.
- Sua namorada?
- Não estamos mais namorando, mas somos amigos.
Senti uma alegria subindo em meu corpo.
- Entendi.
Mamãe chamou para comermos a refeição. Arthur sentou ao meu lado e não parava de me olhar.
- Cuidado para não babar Arthur. – Todos riram. Dei um leve chute no pé do meu irmão. Será que ele não ia me deixar em paz?
A mesa virou um falatório. Cada um falando com o outro. Vários assuntos. Contamos piadas, rimos bastante. E passaram-se duas horas.
Fomos nos deitar. Bella ia dormir no meu quarto. Arthur no quarto do Miguel e seus pais no quarto em que mamãe havia arrumado.
- Boa noite Lu. – Disse Arthur atravessando para o quarto do meu irmão.
Eu e Bella nos deitamos. Eu em minha cama e ela no colchão. Insisti para trocarmos de lugar, mas ela adorava dormir no colchão.
- Bella, qual a surpresa?
- Ah Lu, eu não posso te contar agora.
- Porque?
- Depois você vai saber.
- Ai Bella, então tá né. Porque o Thur e Biby terminaram?
- Porque o Arthur descobriu que amava outra pessoa e era essa pessoa que estava ocupando seu coração há alguns anos e só este ano que ele foi descobrir isso.
Senti um arrepio daqueles bem fortes. Fiquei ter sem o que falar.
- Boa noite Bella.
- Boi Noite.
Custei a pegar no sono, fiquei pensando, quem será? Quem será a sortuda que está ocupando o coração do Arthur? Do meu Arthur?
Virei para um lado, virei para o outro e nada do sono chegar. Fui escutar música e novamente comecei a chorar. As músicas me faziam lembrar o Arthur. Se ele já estava apaixonado por outra pessoa, eu podia desistir. Do jeito que a Bella disse, o espaço do coração do Thur já esta ocupado.
9h30min
- Bom dia, dorminhocas! - Abri um olho apenas e vi o Miguel na porta berrando pra variar.
Levantei e fui ao banheiro. Escovei os dentes, arrumei meu cabelo e troquei de roupa. Logo em seguida entrou Bella. Fiquei deitada mais um pouquinho na cama e Arthur chegou na porta. Estávamos sozinhos em meu quarto.
- Lu, eu queria te dizer uma coisa!
- Pode falar.
- Eu demorei muito tempo pra descobrir isso. Quando parei pra escutar meu coração, vi que tinha algo diferente, havia uma pessoa lá dentro e fui perceber quem era, quando comecei a sentir muitas saudades dessa pessoa e não parar de pensar nela um só segundo. A vontade de reencontra-la novamente era muito grande. Lu, me perdoa se eu demorei muito tempo. Agora eu vejo, quando estou com você, estou completo.
Uma lágrima se formou em mim. Abracei-o forte e chegue meu rosto bem perto do seu. Nossos lábios estavam quase se encontrando. Era uma vontade intensa. Todo o tempo que perdemos, podíamos recuperar. Agora tudo estava tão bom. Esqueci que em volta de nós há um mundo. Naquele momento parecia que éramos só nos dois ali, no meio do nada, era um momento mágico. Nos beijamos e ficamos ali, curtindo o momento tão bom.
Descemos para a cozinha e a Sr. Paula nos recebeu com um belo sorriso no rosto. Fizemos o lanche da manhã e fomos até a neve. Comecei a fazer um boneco, Arthur me ajudou. Não deu muito certo.
Eu estava tão distraída fazendo a cabeça do boneco quando Arthur me chama a uns três metros e eu só vejo uma bola de neve vinda em minha direção.
- Hahaha, você tá linda sabia?
- Engraçadinho.
Fiz uma bola de neve e joguei nele também. Aquilo virou uma guerra de neve e meu boneco foi pro chão.
-Olha só Arthur, o que você fez. Ah não, meu boneco que demorei tanto pra fazer.
- Ai gente, que dó de você minha linda. Você fica linda com raiva. A partir de agora eu sou o seu boneco, pode ser?
Ele me puxou para a pequena floresta que tinha atrás da minha casa. No meio da floresta, tinha um espaço todo coberto de neve, maravilhoso e eu avistei uma cabana.
- Que isso Arthur?
- Preparei pra gente enquanto você dormia.
- Awn, que lindo!
Corremos até a cabana. Entramos e ele me deu um beijão. Esperei muito tempo por esse momento, e esse Natal foi realmente muito especial. Ficamos nos beijando um tempão. Abracei-o bem forte.
- Lu, eu tenho um presente pra você!
Ele tirou um papel do bolso e me entregou. Era uma carta.
Lu, não sou muito bom em escrever cartas.
Mas preciso te dizer que você é muito especial pra mim.
Demorei muito tempo pra perceber que eu te amo!
Me desculpe por perceber tão tarde isso.
Quando estou com você, me sinto mais forte, completo como eu já disse!
Só tenho que te agradecer por não ter desistido de mim!
Obrigado por fazer parte da minha vida!
Forever!
Arthur Aguiar
Li a carta com os olhos cheio de lágrimas. Ele me abraçou e me deu um selinho. Em seguida me entregou um colar de coração que abria e tinha uma foto de nós dois juntos. Fiquei muito emocionada e quando olhei pra ele, vi aquele sorriso tão sincero e perfeito em seu rosto.

- Lua, aceita ser minha namorada?

- É claro que sim.

Dei um sorriso e nos beijamos. Deitei em seu braço e ficamos abraçadinhos, admirando a neve cair do lado de fora.

- Obrigada por completar meu coração! – Eu disse.

Ele olhou pra mim.

- Obrigado por me mostrar o amor!

Forever!

Escrito por: Débora - @Butterfly_LuaB
Retirado do: Portal CSI LuAr

10 comentários:

  1. Ameeeeiiiiii!!!!!!!!!!!!!
    Muito Lindoooo

    ResponderExcluir
  2. Ana Clara s214/12/2013 20:44

    Acho que tem um olho na minha lágrima....#Adoreiiiii

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. desculpe mas nao seria uma lagrima no meu olho. nao me entenda mal foi so uma observaçao ta kkk

      Excluir
  3. que coisa mais linda
    ass Sofia

    ResponderExcluir
  4. owwwwww que lindooo amei

    ResponderExcluir
  5. own, que lindo *_* Amei a web, faz outra?!

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo