7 de dez de 2013

77ª Capítulo - "Tudo por uma promessa"


Últimos capítulos

POV NARRADOR
Tanto Lua como Arthur pareciam estar a viver um lindo conto de fadas. Eles não queriam sair daquela história nunca. Mas o que depender deles, esta linda história de amor irá durar anos e anos. E a garantia disso, foi a tatuagem que fizeram ontem. Esperemos que aquele coraçao nunca se despedace, para o bem de todos.


Lua: ainda não caiu a ficha… - olhando para as suas mãos – Acho que não vai cair nunca!
Arthur: você ta falando isso em relação ao anel ou em relação à tatuagem?
Lua: aos dois claro… foi sem duvida a melhor data que eu já celebrei.
Arthur: muitas surpresas virão meu amor. Inclusive a nossa viajem
Lua: quando vamos?
Arthur ri: surpresa!
Lua: ahh não amor, fala onde é! – ela fez birra, ficando de joelhos em cima da cama, perto dele
Arthur ri: não, não vou contar
Lua: vou fazer greve então! – ela cruzou os braços e fez aquele bico conhecido
Arthur ri: não vai não…

Na hora de Arthur se levantar para ir pegar a Lua, a garotinha saltou da cama e começou a correr pelo quarto. Os dois pareciam duas criancinhas brincando.
Lua finalmente conseguiu escapar pela porta e foi para o quarto do Rodrigo, que já estava acordado. Ela pegou nele e colocou ele entre ela e Arthur.

Lua ri: filho, me protege do seu pai! – o garotinho riu
Arthur ri: ele só ri da sua figura
Lua ri: não, ele ri porque o seu sorriso contagia – Lua beijou Arthur
Arthur: cadê a greve?
Lua: grrr esqueci! – ela bateu o pé
Arthur ri: tolinha – ele tirou o Rodrigo do colo dela – A sua mãe come queijo a mais, e depois esquece das coisas.
Lua ri: nem gosto muito de queijo
Arthur: gosta sim. Ontem no café da manha eu coloquei e você comeu
Lua: porque foi feito com carinho, por isso eu comi…
Arthur ri: boba! – deu mais um selinho nele

Arthur sentou no tapete feito de esponja do Rodrigo, e sentou ele lá também entre as suas pernas. Depois ficaram lá os dois brincando e Lua admirava isso.
Enquanto os dois brincavam, ela tirava fotos aos dois.

Lua: tenho de fazer um álbum novo de nós os três.
Arthur: com a quantidade de fotos que você tira, um álbum não dá nem para metade
Lua ri: exagerado!
Arthur: realista… - encarou ela
Lua: eu gosto de fotografar. – os dois ficaram em silêncio, até que a Lua, enquanto admirava a sua tatuagem, corta – A minha mãe me matava se visse essa tatuagem
Arthur: ela não gostava?
Lua: não… o meu pai tinha algumas e ela nunca gostou. Ela chamava ele de drogado, dá para acreditar?
Arthur: a sociedade tem essa mania de criticar pela aparência.
Lua: é… - ela suspirou
Arthur: os meus pais são a mesma coisa. Eles vao se passar quando virem. Mas também ela é pequena, eles nem vao notar.
Lua ri: o seu pai vai notar sim. Vocês vao trabalhar na clinica juntos sabia?
Arthur: e por falar nisso, vamos dar uma passadinha lá? Quero ver como as coisas vão e precisamos de comprar umas coisas para levar na viajem, mas acho que isso pode ficar para amanhã.
Lua: amor, me conta por favor onde agente vai – ela juntou as mãos, pedindo
Arthur ri: não amor, eu quero que seja surpresa. Deixa que eu cuido de tudo.
Lua: mas e se faltar alguma coisa que você não sabe?
Arthur: posso apenas te falar que vai ser durante 1 mês e 2 semanas.
Lua ri: tanto tempo assim?
Arthur: não consegui encontrar nada mais pequeno…
Lua: hum? – perguntou sem entender
Arthur: você depois vê. Espero que você goste.
Lua ri: vou adorar vindo de você.

Os dois ficaram brincando mais um pouco com o Rodrigo. Ele se divertia vendo os pais ali com ele, os dois com aquele sorriso que como a Lua fala “contagia”. Ele é pequeno, mas se sente bem por estar naquela família.

Arthur: será que o Rodrigo vai enjoar por viajar?
Lua: ele provavelmente vai estar dormindo…
Arthur: agente vai apanhar talvez as quatro estações…
Lua: como assim? Agente vai para quantos lugares?
Arthur ri: surpresa amor, deixa de ser chata! – pediu
Lua ri: não amor, conta por favor
Arthur: naooo – ele disse e continuou rindo do jeito curioso de Lua

Ela ficou de bico de novo e roubou o Rodrigo do colo de Arthur. ela se deitou no tal tapete e colocou o Rodrigo por cima da sua barriga/peito. Ela ficou brincando com as mãozinhas dele, cantando e falando, como se ele percebesse tudo.
Arthur admirava o corpo da mulher que tinha. Aquele corpo era como um caminho, que ele pretendia seguir com rumo, com certeza, à felicidade.

Mais tarde, os três foram à clinica do Arthur e do pai.
Ele estava lá trabalhando, meio atarefado com tanta coisa para fazer ao mesmo tempo.

Leo: você faz muita falta aqui
Arthur: ahh pai, eu preciso de férias!
Leo: ferias Arthur? esses tempos você não tem feito nada de nada! Tá cansado de não fazer nada?
Arthur: pai, eu fiz muita coisa nesses últimos tempos. Ok que não foram trabalhos, mas fiz muita coisa. Quero sair um pouco daqui e espairecer.
Leo: mas é trabalho de mais para mim
Arthur: contrata um assistente uê. Daqui a algum tempo eu estou aqui e depois vai ser você que vai de ferias.
Leo: quero só ver – respondeu enquanto organizava tudo
Arthur: o que os médicos e pacientes disseram do estabelecimento?
Leo: eles gostam das condições e os pacientes gostam também do atendimento. Está tudo bem quanto a isso.
Arthur: ainda bem – sorriu

Depois de mais uns dedos de conversa, Arthur desceu até ao café que lá tem na clinica, onde Lua, Rodrigo e a dona Kátia conversavam.

Kátia: oi Arthur, como você está?
Arthur: estou bem mãe e você? – ele cumprimentou a mãe
Kátia: também estou ótima. Estava aqui falando com a Lua e soube que vao viajar…
Arthur: hum hum, faz parte da surpresa para ela. – sorriu para Lua, que contribuiu
Kátia: e o Rodrigo vai com vocês?
Lua: claro
Kátia: pensei que podia ser uma segunda lua de mel
Arthur: faremos uma quando o Rodrigo for maior. Por agora ele vai andar sempre juntinho da gente
Kátia ri: fazer bem. Aproveitem enquanto os vossos filhos são pequenos, porque quando eles crescerem, eles ganham asas e vao conquistar pelo mundo…

Um comentário:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo