27 de nov de 2013

Meu vizinho Insuportável 3ª Temp.


Capítulo 34.


Mel: er... eu vou lá fora ver se o Chay já vem – saiu deixando-os a sós

Arthur: Lua... – se aproximou dela com um sorriso e segurou os ombros da mesma que continuava inexpressiva – eu preciso te dizer tantas coisas....

Lua: não, não temos nada pra conversar, Arthur, você já disse tudo – disse séria vendo que ele continuava sem aliança e o olhou – eu já cansei...  não quero mais ouvir suas ofensas, depois eu passo na nossa.. digo na sua casa pra pegar minhas coisas, vou ficar aqui por enquanto.

Arthur: que? - perguntou incrédulo – mas Lua, lá é sua casa também, eu não entendo, sei que dissemos coisas que não devíamos um para o outro mas...

Lua: mas essas coisas não serão esquecidas – baixou a cabeça e ele tocou seu rosto. ela colocou sua mão por cima da dele que se afastou segurando a mão dela e a olhou

Arthur: Lu... onde está sua aliança? – perguntou em um fio de voz.

Lua: não fazia mais sentido usá-la – disse com os olhos repletos por lagrimas – nem você a usa mais...  eu a guardei como uma boa lembrança que ficará para sempre...

Arthur: não fala assim.. você fala como se fossemos nos separar... eu não quero isso, eu te amo, não quero terminar com tudo que construímos... não faz isso meu amor

Lua: não parece... você é muito diferente, você não confia em mim... tudo bem eu falhei, mas eu tentei concertar... e você nem se quer me deixou falar... você se desfez da aliança – baixou a cabeça respirando fundo e o olhou –  significava muito para mim Arthur.... – soluçou liberando as lagrimas – é melhor você ir embora... eu quero ficar sozinha.

Arthur: meu amor... – segurou os dois lados do rosto dela, sentia- se frágil diante aquelas palavras – você precisa me ouvir...

Lua: não me chama assim... – sentiu os dedos dele enxugar suas lagrimas – eu não quero te ouvir.

Arthur: tudo bem, eu vou respeitar... mas nem pense que vou desistir de nós dois, essa conversa não para por aqui – disse certo e deu um beijo na testa dela antes de sair disposto a provar que a amava e nada mais que isso importava, chegou em casa e ligou para a fazenda pedindo pra que todos procurassem aquela aliança que significava tanto para ela, ainda que estivesse disposto a provar que aquele objeto não era tão importante quanto o amor que sentia por ela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo