14 de nov de 2013

Meu vizinho Insuportável 3ª Temp.


Capítulo 18



Lua: entra – disse com um bico ao ouvir alguém bater na porta, desde a hora que Arthur saiu, ela estava trancada no quarto com um travesseiro no colo e emburrada, ele definitivamente tinha o dom de deixá-la assim, sem vontade pra nada, sorriu fraco ao ver que era a filha com uma bandeja de comida

Vivi: mamãe, trouxe pra você jantar, passou o dia inteiro aqui – reclamou e só agora Lua percebeu que já estava de noite e nem sinal do Arthur

Lua: onde está seu pai? – colocou a bandeja no travesseiro esperando a resposta

Vivi: não sei... – mordeu os lábios – ele não me disse pra onde ia – viu a mãe assentir e começar a comer um pouco em silencio – mamãe, o que está acontecendo hem? Que vocês sempre foram brigões eu sei, mas agora está passando dos limites

Lua: onde está o seu irmão? Faz um bom tempo que anda sumido – mudou de assunto vendo a filha rir

Vivi: fugindo do assunto como sempre, o Nando é um idiota, parece uma sombra, vive sumindo e aparece nos momentos inoportunos pra me perturbar, mas ele está bem – viu a mãe sorrir fracamente – agora para de me enrolar, o que está acontecendo, eu não sou mais criança, e não vou ficar brava com você, só quero ser sua amiga e sei que precisa de alguém pra desabafar. – segurou a mão da Lua que sorriu

Lua: obrigada filha... eu preciso mesmo... – sorriu triste – é que seu pai e eu estamos discutindo sempre por culpa do... – foi interrompida – é normal um casal discutir

Vivi: por causa do Renan? – sorriu – vamos mãe, pode confiar

Lua: como sabe? – perguntou e a filha riu contando que estava evidente e que sabia que ele tinha algo a ver com os ciúmes do pai – até você, Vivi – suspirou – o que acontece é que... que.. bom, eu amo o seu pai – deixou bem claro – de verdade eu não tenho duvidas, eu amo o Arthur, mas o Renan é uma cara bem... bem bonito e.... bom e...

Vivi: e você sente atração por ele? – riu pela cara da mãe – eu sei mãe, até eu – riu novamente quando Lua arregalou os olhos – hey calma, só acho ele gostoso, mas é muito velho pra mim

Lua: que susto – riu um pouco – bom, não é apenas isso, é que seu pai é muito ciumento e cabeça dura – bufou e viu Vivi concordar com ela – ele não vai me perdoar se souber que o Renan me beijou – pausou ao ver a filha arregalar os olhos surpresa – é ele me beijou e o pior... eu acabei correspondendo... e eu achei melhor...  – paralisou ao ver Arthur bufar na porta

Arthur:  achou melhor o que? Me fazer de otário? continua Lua - fechou os olhos – eu vou matar esse cara... mas responde... não me contou porque? Porque achou melhor me fazer de idiota é isso? – cruzou os braços vermelho de raiva e ela não se movia o olhando sem piscar – RESPONDE LUA? – bateu a porta com força vendo a mesma quase quebrar e as duas se assutar

Vivi: fudeu – disse se encolhendo na cama pelo susto e Lua colocar as mãos no rosto estava perdida

Ucker: eu sabia que não tinha sido engano – riu com ironia – você realmente estava beijando ele – respirou fundo – eu vi Lua... mas estava esperando você me contar... – caminhou até a loira e a segurou pelo braço com força fazendo-a encará-lo com o olhar repleto por lagrimas – porque fez isso comigo?

Vivi: papai calma... assim vai acabar se machucando... escuta ela, conversem com calma – pediu o olhando nos olhos

Arthur: eu já estou ferido, já estou machucado e sua mãe não se importa com isso, NÃO É LUA? Não tem como conversar civilizadamente não é? – a chacoalhou e vivi tentou segurá-lo – sai daqui Vitória – disse grosso e autoritário

Vivi: não, não vou sair – afastou Arthur da mãe e a abraçou

Arthur: Vitória eu não vou falar duas vezes – disse sério

Lua: vai filha... vai ficar tudo bem... – sorriu para menina que saiu olhando para trás com receio e ambos se encararam em silencio – Arthur ... eu posso explicar – ele gargalhou irônico – imbecil... não tem como conversar com você

Arthur: claro, e eu sou o imbecil? – riu a olhando – e agora você quer explicar Lua? Agora? Pois saiba que agora é tarde de mais e quer saber? Já sei o que devo fazer – caminhou até a porta possesso

Lua: espera Arthur? Onde você vai? O que vai fazer? – perguntou preocupada

Arthur: o mínimo que poderia fazer era matar aquele cara, ninguém se mete com minha mulher e sai rindo – saiu batendo a porta e Lua se levantou desesperada procurando uma roupa para vestir já que estava de camisola ainda

Vivi: mãe o que aconteceu? – perguntou vendo Lua descer as escadas pálida

Lua: seu pai... Ele não quer me escutar, ele disse que ia matar o Renan – disse rápido e ofegante e a menina arregalou os olhos – você viu ele passar?

Vivi: vi, ele foi na cozinha perguntar pelo Renan e saiu batendo a porta, alias que mania ele tem de quebrar as coisas – riu porem logo desfez – desculpa mãe... agora é serio? – fez careta

Lua: sim... eu preciso encontrá-lo, ele vai fazer besteira – saiu as pressas

4 comentários:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo