17 de nov de 2013

Loira Mistério [+18]





Recomendo ouvir com a música Todo Dia ( Pietros e Lua Blanco), não tem nada a ver com a história mais fica um clima agradável, parecendo os anos 80 mesmo! [aqui]

Ps: É uma fic bem Hot quem não gosta volta para a anterior que é mais romântica.



Era uma noite de sexta feira em Nova York , eu andava nas ruas desertas a procura de um rumo, tudo o que eu precisava naquele momento  era de uma boa dose de whisky e me acabar a noite inteira.
Andei mais um pouco e avistei um bar escuro no fim de um beco, de lá ecoava uma boa música além de que era um bom lugar para curtir a fossa e esquecer certas lembranças.

Entrei lá e pelo contrário do que eu pensava, lá parecia mais um lugar acolhedor do que um bar de esquina, aquela música que antes escutava agora era mais intensificada e aquela voz doce e aconchegante se tornava cada vez mas bela, olhei em direção do pequeno palco e lá vi a pessoa mais bela que eu já observei.

Me sentei em uma mesa ao fundo e passei a noite observando aquela beldade, ela tinha os lábios rosados e a voz mais doce que já escutei, seus cabelos era longos e estavam em um penteado muito bonito com uma faixa prata os prendendo bem no meios, seu vestido ia até os joelhos mais marcava perfeitamente bem suas curvas perfeitas, ela usava uma meia calça preta e um sapato de brilhos pratas.

Vi que ela observava com ternura e cumplicidade o parceiro que estava com ela acompanhando no violão, como se estivesse sentindo a letra da música meu coração deu um pulo, será que ela era compromissada?, fiquei ali pensando até deu uma certa hora e ela se despediu e saiu do palco, ela percebeu que eu a olhava com uma certa intensidade e me deu o sorriso mais perfeito que eu já vi na vida sorri de volta  e ficamos nos olhando a noite toda.

A música voltou a tocar mais agora já não era ela que cantava, me aproximei dela e a convidei para dançar:

-Me daria a honra de uma dança?
-Porque não?

Ela falou dando um sorriso quente que me fez ter certas sensações, colei nossos corpos e pousei a mão em sua cintura, as mãos dela estavam grudadas em meu peito com certo receio de ir avançando, nos movíamos lentamente sentindo a sensação do momento.

Nossos Rostos estavam quase colados e eu podia sentir seu hálito quente batendo em meu rosto, seus olhos brilhavam de uma forma que estava me intrigando, cheguei perto do seu ouvido e sussurrei:

-Como é teu nome bela Dama?
-Não importa para o que pretendes fazer

Fiz uma cara de surpreso, mais entendi perfeitamente o que ela quis dizer, dei um beijinho leve ali no cantinho da sua orelha e pude a ouvir suspirar, ela me abraçou mais e foi nos levando até um canto mais afastado daquele lugar, chegamos até uma porta e ela tirou a chave de dentro do decote enquanto me olhava sensualmente.

A segurei pela cintura e dei um beijo sensual em que nossas línguas brigavam por espaço, suas mãos apertavam e puxavam meu cabelo, e eu apertava sua cintura fazendo certas partes de nosso corpos se chocarem, quando ar estava escasso desci os beijos para seu pescoço a fazendo gemer baixinho em meu ouvido.

-Meu cavalheiro desconhecido é melhor entrarmos antes que nos vejam sabe que pode nos dar problemas!
-Sim minha musa misteriosa

Ainda segurando em sua cintura a virei e ela abriu a porta, continuava com os beijos em seu pescoço e a ouvia gemer, ela fechou a porta e passou a tranca, se virou para mim de novo e me olhou de um jeito que deixaria qualquer um louco:

-Deita na cama Senhor....?
-Aguiar, Art...
-Não me fale seu nome, Sr.Aguiar!
-Quanto mistério minha belezura

Deitei na cama e fiquei a observando, ela vinha até mim com passos sensuais e maliciosos, ela tirou primeiro o sapatos e logo depois a meia, segurou na barra de seu vestido e ficou fazendo charme:

-Senhorita não provoque
-Não estou fazendo Sr.Aguiar

Ela falou com um sorriso perverso, sentia que aquela mulher iria me deixar maluco aquela noite, ela retirou seu vestido e ela não usava mais nada por baixo, seu corpo nu era perfeito, desenhado, fiquei a observando e admirando por longos minutos, enquanto ela somente se exibia.

Ela foi se aproximando aos poucos e retirando minha roupa, fiquei também nu e somente nos olhávamos, não entendia muito bem o que estava acontecendo ali mais tinha uma certa magia, um certo mistério em torno de tudo aquilo.

Ela chegou mais perto do meu membro pulsante e o segurou com as mãos, sorri e gemi em satisfação com sua tamanha ousadia, pensei que ela ficaria ali somente naquele carinho maravilhoso, mas ela me surpreendeu e usou seu lábios rosados para me deixar completamente maluco.

Sua cabeça fazia movimentos frenéticos para cima e para baixo, eu nunca tinha sentido tamanho prazer em um ato, sentia que meu corpo ia tremer e parecia que eu ia explodir a qualquer momento, e foi o que aconteceu dei um longo gemido e senti meu corpo paralisar por alguns instantes.

A olhei nos olhos e ela me olhava curiosa e sapeca, o que aquela loirinha louca tinha de tão especial? eu não entendia joguei minha cabeça para trás e me rendia louca sensação que ainda permanecia em meu corpo, ela subiu em cima de mim e ficou sentada em meu colo me olhando.

-Quem é você?
-Já falei para o que estamos fazendo não importa!

Ela começou a rebolar em meu corpo me fazendo 'esquentar' novamente, me beijava lentamente e minhas mãos começou a percorrer seu corpo conhecendo cada cantinho, fui descendo, descendo, descendo e consegui a perceber arfar quando cheguei ao seu centro, passei minhas mãos ali lentamente a ouvindo gemer baixinho em meu ouvido e arqueando seu corpo lentamente em meu colo, comecei a friccionar minhas mãos mais forte naquele lugar e ela gemeu mais alto rebolando em minha mão, aumentei a pressão e não demorou muito e eu a senti tremer e gritar meu "nome"

-Oooh Senhor Aguiar você é maravilhoso!

Ela me deu um sorriso e um beijo, se levantou do meu colo e começou a se vestir, a olhei intrigado e perguntei:

-O que houve?
-Chega né? já brincamos o suficiente, você tá satisfeito, eu também estou, agora você deve ir!
-Mas Porque minha Lady?

Falei levantando da cama e a pegando pela cintura, ela olhou em meus olhos e riu, eu entendi o que ela quis dizer, aquela não seria a primeira e nem a última vez, aquele era um encontro do destino que podia fazer nos cruzarmos novamente.

-Então tá bom minha musa, eu vou embora, mas que fique claro que você é minha, somente minha!

Falei sussurrando em seu ouvido e a senti ficar mole em meus braços, a segurei firme e a beijei loucamente a deixando com os lábios inchados:

-Tudo bem Senhor Aguiar, estarei a sua espera, sempre.

Me vesti rapidamente e a olhei pela última vez naquela noite, me virei e segui em frente, minha musa loira, minha mulher mistério, aquela louca mulher por quem me apaixonei a primeira vista, mais que não queria compromisso, mas eu iria mudar isso ah se ia! Ela ia ser somente minha, minha loira mistério.


                                                         ~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Gostaram? Não? Comentem... Ai está a primeira Short beeeeeeijinhos da...

-Nanda-


sorry teve um pequeno erro essa era para ser primeiro e depois a outra mas ok vocês são espertos ;)

10 comentários:

  1. ter segunda parte?

    ResponderExcluir
  2. Ana Clara s217/11/2013 22:41

    gostei....só acho que ele tinha que ter encontrado ela novamente!!!Mas, assim também ficou legal....um clima de mistério.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. \o/.... exatamente esse o objetivo dessa short 'deshar' uma curiosidade.... mas quem sabe ele não encontre ela novamente? u.u =D

      Excluir
  3. hein como assim eu nao entendi

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que você não entendeu amour? O.o

      Excluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. pretende fazer segunda parte? *-*

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo