19 de nov de 2013

Dark Moon - Capítulo Cinco


5º Capítulo – Carla Dias



Uma garota tímida, doce, inteligente e adorável. Carla Dias, estudante de Moore High School, e “ficante” de Bernardo Falcone.
- Carlinha, o Bê não te ligou? – perguntou Jhulie Campelo perguntou.
- Não. Mas hoje é o dia que ele sai com os amigos dele. O Pedro, a Pérola, e o Diego – falou Carla sorrindo.
- Tome cuidado com essa Pérola, ela não me parece flor que se cheire – avisou Jhulie.
- Eu sei, mas eu confio no Bê.
Não demorou muito e Carla foi embora da casa da amiga.
Saindo pela rua, sozinha.
Dobrou a esquina e foi puxada para dentro de um carro.
- AHHH! – ela gritou, mas Lua tapou sua boca.
- Quieta, nenhum piu.
Carla só confirmou com a cabeça. Mel amarrou um pano em sua boca.
- É para o bem de todos – ela disse.
Micael entrou em uma estrada de terra, parada e velha. Mais uma meia hora de
carro e uma casa abandonada apareceu. Ele estacionou o carro em frente.
- Eu cuido dela, vocês sabem o que fazer – disse Lua pegando Carla pelo braço e a levando para dentro da casa.
Micael e Mel fizeram uma ronda em volta dali e pararam em locais estratégicos, empunhando a espada e a arma.
**
Dentro da casa, Lua largou Carla na velha e empoeirada cama.
- Não vai doer nada e vai ser para o seu bem – disse Lua.
Os dentes apareceram, deixando Carla com o rosto apavorado. Os olhos vermelhos a quase deixaram em pânico.
Os olhos castanhos de Carla estampavam o pânico que sentia. Lua segurou seus pulsos para trás, e entortou o pescoço dela.
Arreganhou mais uma vez e os cravou no pescoço de Carla. O sangue entrava em sua
garganta, fluía nas veias de Lua como a água em nosso corpo. Não havia
melhor sensação do que aquela.
Carla ficara imóvel, sentindo a nova sensação. Sentia seus sentidos se inovarem, crescerem e ficarem mais fortes.
Quando Lua terminou de mordê-la, soltou um suspiro e limpou uma gota de sangue que caia em seu queixo.
- Eu falei que não ia doer – disse finalmente.
Carla apenas a encarava. Ela piscou, e seus olhos não eram mais castanhos e
sim laranjas, e dentes surgiram em sua mandíbula. Uma nova Carla Dias acabara de surgir.
- Sensação melhor não há! – Carla falou sorrindo e mostrando os dentes.
- Eu sei – disse Lua – agora, vamos. Temos que ir para sua nova casa.
- Que nova casa?
- O clã dos Blanco, seu novo lar de agora em diante! Não poderás mais
viver com sua família, eles serão a sua perdição se continuar naquela
casa. Deverás viver entre os seus iguais.
- Mas, e os meus amigos? A minha família?
- Iremos falar sobre isso mais tarde. Meus pais irão lhe explicar – disse Lua – vamos, agora!
Saíram e viram Micael e Melanie jogando cartas.
- Fala sério! – disse Lua revirando os olhos – vamos.
- Missão cumprida? – Mel perguntou.
- Missão cumprida – confirmou Lua.
Entraram no carro e Micael acelerou o mais rápido que podia.
A rua parecia um borrão vista da janela do carro, mas era adrenalina pura tudo aquilo.
A noite já surgia quando foram chegando perto da mansão.
Quando chegaram, Júniper surgiu na posta com um avental florido, um vestido rosa e sapatilhas. Exibia um radiante sorriso.
- Querida, me siga. – pediu Júniper a Carla que encarava a mansão encantada – irei arrumar algumas coisas para você.
Ela levou Carla para dentro da casa.
- Vamos. O pai deve estar nos esperando – disse Lua.
Andrew apenas queria saber se havia tido algum imprevisto. Mas fora tudo um sucesso.
Na hora do jantar, Júniper desceu com a nova Carla Dias.
Ela usava uma calça jeans preta bem apertada, uma bata vermelha tomara que
caia, com detalhes em pedras prateadas, uma bota de cano curto vermelha,
os cabelos amarrados em um elegante rabo de cabalo e com ondas nas
pontas, e usava uma maquiagem nem leve nem pesada. Ela já não era ela.
- Carla já está sabendo de tudo – falou Júniper sorrindo – e adorou seu quarto novo.
Elas se sentaram a mesa. Todos ficaram em silêncio durante o jantar.
- Sophia, eu preciso falar com você – disse Júniper – sobre aquilo.
- Claro.
Sophia havia tomado uma decisão, e Chay não estava nada contente com isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo