24 de nov de 2013

Dangerous Love


*Capitulo 30 *
Nove meses, eu estava grávida de nove meses, o parto seria em casa,tudo foi pensado, assim seria mais seguro para eles,Arthur tava pra ficar doido ele não sabia o que fazer eu apenas ria e as vezes mandava ele calar a boca por que ele parecia um doido ai a gente briga passa uma hora sem se falar ai o bebe chuta eu tomo um susto e ele vem ficar comigo.
Sophia ainda estava conosco, ela ajudaria na hora do parto e Arthur,bem, eu não sei se ele vai ajudar.Tudo esta muito estranho esses últimos meses, Sophia falou que todos estão recuando, se escondendo, Sophia foi ate a cidade onde ela mora e falou que todos quando viram ela recuaram e tinham expressão de medo, principalmente os que praticam magia negra, aliados os seres de baixo
Arthur : Ta com fome ?
Lua : Não
Arthur : Ta sentindo alguma coisa ?
Lua : Arthur, voce já vai começar ?
Arthur : Ta, parei
Lua : Ai Arthur, ta doendo – coloquei a mao na barriga
Arthur : Calma Lua, eu vou – saiu correndo
Lua : Volta aqui maluco – correu de volta – eh brincadeira – comecei a rir e Arthur parecia que ia me matar
Já passava das 20 horas, eu tinha acabado de jantar,eu e Arthur estávamos no sofá e Sophia sentada na poltrona, estávamos assistindo um filme, ate que comecei a sentir pontas, tentei me distrair para ver passava porque outras vezes senti e passou, mas a dor aumentou, era tanta que quando uma contração veio eu gritei
Arthur : Voce ta bem ?
Lua : Vai nascer
Arthur : Sophia, me ajuda
Sophia : Eu vou pegar água, Arthur leva ela pro quarto e ajeita ela La 
Eu e Arthur subimos, quando cheguei no quarto senti uma água escorrer pelas minhas pernas
Lua : A bolsa rompeu
Arthur : Como voce sabe ?
Lua : Olha pras minhas pernas
Arthur: Ta, calma, vem deita aqui
Eu deitei e comecei a colocar forca quando as contracoes vinham, Arthur ficava me olhando com uma cara estranha que eu nem tentei saber o que era que significava
Sophia : Ai meu Deus como vamos fazer isso – chegou com a água quente e colocou na mesinha – ta, Lua quando sentir a contração faz forca ok ?
Lua : Eu já to fazendo isso
As contrações aumentaram, eu já não agüentava, ate que saiu a cabeca de um dos bebes, fiz mais um pouco de forca e a minha menininha saiu. Pedi forcas a Deus para conseguir fazer o outro bebe nascer, uma luz branca, intensa iluminou todo o quarto, Arthur segurava o bebe,a luz me deu tal forca pra continuar e eu não conseguiria explicar o tamanho dessa forca
Sophia : So mais um pouquinho Lua eu já tou vendo a cabeça – coloquei mais forca – mais lua – depois que fiz forca mais duas vezes finalmente saiu – Pronto, já posso desmaiar,parabéns papais – ela caiu sentada na cadeira
Arthur trouxe a bebe ate mim,ela estava dormindo, ainda não sei como ele conseguiu, colocou ela nos meus braços e pegou o outro bebe, ela era tão linda tinha poucos cabelos pretos,assim que toquei nela ela abriu os olhos eram da cor dos olhos de Arthur, como os seus traços, provavelmente tambem tinha seus poderes, ela abriu os olhos e ficou me encarando, dei um beijo em sua testa então ela voltou a dormi
Lua : Amor, trás ele aqui – coloquei  a bebe deitada na cama e Arthur trouxe o outro para que eu conhecesse.O bebe estava acordado, o seu cabelo diferente do cabelo da irma já tinha uma cor mais claro, mas os dois tinham o cabelo liso, a pele era branquinha, os do bebe que agora estava em meus bracos tinha olhos  como os meus.

Continua...

Um comentário:

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo