17 de nov de 2013

Dangerous Love


Obs: Nao existe una espada na foto ...
*Decimo Setimo Capitulo  *
Já avia se passado cerca de duas semanas, eu e Arthur estávamos mais unidos do que nunca, ele sabia ser carinhoso e ao mesmo tempo safado e por incrível que pareça eu gostava daquilo nele, mais eu e Arthur brigávamos muito, ele continuava a matar, as vezes eu conseguia evitar mais outras não. Eu estava esperando ele na sala de casa, quando ele chegou e entrou como uma bala.
Arthur : A gente precisa conversar
Lua : Aconteceu alguma coisa ?
Arthur : Eles descobriram que estamos juntos
Lua : E agora ?
Arthur : Vão vim atras de nos
Lua : Como assim ?
Arthur : Eles vão querem te matar Lua e depois castigar a mim
Lua : O que vamos fazer ?
Arthur : Vem aqui – abriu os braços – tudo vai ficar bem, eu nunca vou deixar nada de mau te acontecer. Eu te amo
Lua : O que ?
Arthur : Nada de mau vai te acontecer – se vez de sínico
Lua: depois disso, eh verdade ?
Arthur : Eh, eu nunca senti nada igual, na verdade eu não era para sentir
Lua : E o que voce sente ?
Arthur : Eu acabei de falar
Lua : Arthur deixa de ser chato, repete vai – ele se aproximou e falou perto do meu ouvido
Arthur : Eu te amo minha anjinha – deu um beijo em meu pescoço e não teve nem uma parte do meu corpo que não tenha ficado arrepiado
Lua : sua eh ?
Arthur : So minha, eu te protejo ate com a minha vida se for preciso
Lua : Eu te amo
Devagar iniciamos um beijo, esse beijo era diferente de todos os outros, e eu não saberia como explicar ao certo todas as minhas emoções, nos dois nos beijamos de uma forma, sua língua passava pela minha e eu sentia uma corrente eletrica passar por todo o meu corpo assim como suas mãos que passava por todas as minhas costas, minhas mãos já não me obedeciam, involuntariamente ela entrou debaixo da blusa de Arthur conheceu cada pedacinho das suas costas e depois sua barriga que era bem definida pode-se dizer, quando eu consegui tira minha mão de lar Arthur ergueu meu corpo e eu prendi minhas pernas em sua cintura, eu já não sabia o que nos estávamos fazendo mas as mãos de Arthur estava em cantos não muito adequadas, uma me segurava pelo bumbum e outra estava apertando minha coxa, eu não tinha vontade de parar e aos poucos Arthur foi me deitando no sofá, ele ficou por cima de mim, então suas mãos mudaram de lugar,uma de suas mãos estava apertando minha coxa e outra brincava com o elástico da minha calcinha e eu sentia emoções estranhas com cada toque dele, então Arthur começou a beijar meu pescoço, esse era o canto que eu me tornava mais fraca, sempre que Arthur beijava ali eu me derretia, era beijando ali que eu o perdoava quando brigavamos.
Arthur : Eh melhor a gente parar por aqui – ele parecia ter acabado de recobrar de os sentidos, e eu não entendia nada o que aconteceria depois dali e por que eu não queria que ele parasse
Lua : Thur, o que acontece depois daqui ? – eu estava ofegante e provavelmente vermelha
Arthur : Lua, um dia, quando chegar a hora a gente vai passar daqui ai você vai saber o que eh
Lua : Posso te pedir uma coisa ?
Arthur : Claro que pode
Lua : Me beija de novo
Arthur : Com todo prazer
Nos beijamos novamente, como era bom o gosto da boca dele, ficamos assim por mais algum tempo, mas dessa vez nossas mãos estavam comportadas as dele estavam no meu pescoço fazendo um carinho por ali e as minha bagunçavam mais ainda seus cabelos.

Continua... 

8 comentários:

  1. Onw, a anjinha é só dle, bem que eles podiam passar logo do ponto hahaha ++++++

    ResponderExcluir
  2. Posta mais!!!!
    quantos capitulos tem essa web?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. nao sei, ainda tou escrevendo

      Excluir
  3. Ana Clara s217/11/2013 13:38

    que perfeito!!!!!posta mais....

    ResponderExcluir
  4. Ameeeeeeeeeeeeiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Posta Mais hojeeeeeeeeeeeee pfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpfpf

    ResponderExcluir
  5. To amando cada vez mais tua web!! Posta maiss!!!

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo