14 de nov de 2013

Dangerous Love


*Decimo primeiro capitulo *
Eu estava pronta e a espera de Arthur, estava com vergonha meu vestido era muito curto mais por incrível que pareça era o mais longo que achei, bem que Ele avisou que não era para me assustar com as roupas
Arthur : Nossa para uma anja você ta bem saidinha
Lua : Como assim ?
Arthur : Seu vestido – ele olha para minhas pernas
Lua : Para de olhar para minha pernas
Arthur : quem disse que eu tava olhando para suas pernas, ate parece que eu ia querer alguma coisa com você
Lua : Não eh o que parece
Arthur : Você que ta louca por mim
Lua : Eu ? Você ta louco
Arthur : Se não estivesse não tinha correspondido ao beijo
Lua : Com você me agarrando não tinha como não
Arthur : Fez aquilo porque quis
Lua : Vamos logo que eu quero voltar logo para casa
Fomos o caminho todo calados, com algumas trocas de olhares. A festa estava lotada, Arthur me conduziu ate um canto onde todos podiam ser observados, ele olha para a cara de cada um, e eu tive a impressão que tentava lembrar de suas atitudes, aquilo muito me preocupava porque eu tinha certeza que os que estavam sendo observados morreriam no dia seguinte.
Lua : Arthur, vou pegar um ar
Arthur : Estou escolhendo algumas pessoas, depois você vai
Lua : Não, eu vou agora – eu sai e lhe deixei so
Estava sentada em um banco perto da piscina estava silencioso naquele canto pode-se dizer que estava ate agradável, já tinha me separado de Arthur fazia no mínimo 45 minutos, ate que ele chega e senta do meu lado.
Arthur : O primeiro já morreu com uma ajudinha de seus poderes
Lua : Não acredito que fez isso
Arthur : Eu falei para não me desobedecer
Lua : Mais você eh muito retardado mesmo ne ? Para de fazer isso, deixa de ser um monstro, de ser esse ser horrível que você eh.
Arthur : Para de reclamar de tudo, eu sou assim, eu já to cansado de você, eu tentei não te matar mais pra mim chega. Eu te odeio
Lua : Eu te odeio mais ainda
Arthur : Prova
Nesse momento ele me beijou, mais foi um beijo diferente, ele me beijou com delicadeza, primeiro era um beijo sem língua e nesse beijo eu pude sentir todo os sabores que tinha sua boca e nesse momento eu descobri que ele não tinha matado ninguém pois sua boca poderia ter todos os sabores menos o de sangue, aos poucos ele colocou a língua , e nos ficamos ali nos beijando ate o ar faltar.
Lua : Por que mentiu pra mim ?
Arthur : Como ?
Lua : Você não matou ninguém
Arthur : Por que esta dizendo isso ?
Lua : Sua boca, ela podia ter todos os sabores menos o de sangue
Arthur : Eu posso não ter comido o coração
Lua : Duvido. – suspirei – Por que me beijou ?
Arthur : Eh a única coisa que te faz calar a boca
Lua : Ela fica meio ocupada
Arthur : Dessa vez você não resistiu
Lua : Não adianta, você não me soltaria mesmo
Arthur : Mas você correspondeu ao beijo
Lua : Foi impulso, Arthur você não matou ninguém mesmo não ne ?
Arthur : Não Lua, dessa vez não, mas da próxima eu vou – suspirei
Lua : Você pode me deixar ir embora
Arthur : Vem eu te levo, aqui ta um saco
Lua : Obrigada
Continua...

2 comentários:

  1. O Thur tá mais fofo! Quero eles juntos de verdade logo. Kk' Mais e mais u.u

    ResponderExcluir
  2. Ana Clara s214/11/2013 22:07

    que fofo!!!!!Adorei...posta mais....

    ResponderExcluir

Não vai sair sem comentar, né?! xD

Copyright © 2015 | Design e Código: Sanyt Design | Tema: Viagem - Blogger | Uso pessoal • voltar ao topo